O que saiu em Migalhas sobre Gabriel García Márquez
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Gabriel García Márquez

Veja o que saiu no Migalhas sobre Gabriel García Márquez
/depeso
segunda-feira, 11/5/2020

O capitão em seu labirinto

2020 é ano perdido. Ao presidente restar-lhe-ão 2021 e parte de 2022.

... escreveu a historiadora. Gabriel Garcia Marques descreve o último ano de vida de Simón Bolívar, o Libertador. Aos 41 anos, após sangrentas campanhas militares que resultaram na criação das repúblicas da Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia, Peru, Panamá,...
O capitão em seu labirinto
/coluna/migalhas-contratuais
sexta-feira, 3/4/2020

"O contrato nos tempos da covid-19". Esqueçam a força maior e pensem na base do negócio.

"O contrato nos tempos da covid-19". Esqueçam a força maior e pensem na base do negócio.

... das obras clássicas de Gabriel Garcia Marques: "Amor nos tempos do cólera" de 1985. As personagens, Fermina Daza e Florentino Ariza, depois de uma vida de desencontros amorosos, acabam entrando em um barco para uma viagem fluvial e resolvem nele ficar...
"O contrato nos tempos da covid-19". Esqueçam a força maior e pensem na base do negócio.
/depeso
sexta-feira, 3/4/2020

A norma tributária nos tempos do “cólera”: (Des)Caminhos ao enfretamento do coronavírus (Covid-19)

Essa reflexão limita-se ao campo do direito tributário, especificamente, o papel da norma tributária nos tempos da Covid-19, concomitantemente, os instrumentos jurídico-tributários à disposição da gestão pública

...o escritor e jornalista Gabriel García Marques, El amor en los tiempos del cólera1. Assim como principia seu livro, “era inevitável”: não se beneficiar do seu título. Igualmente, a excepcional situação que vive a humanidade, “era inevitável” não se servir...
A norma tributária nos tempos do “cólera”: (Des)Caminhos ao enfretamento do coronavírus (Covid-19)
/coluna/abc-do-cdc
quinta-feira, 23/5/2019

A incrível incompetência da Vale e a responsabilidade do Estado

A incrível incompetência da Vale e a responsabilidade do Estado.

... rompimento do talude. Gabriel Garcia Marques, com a maestria de sempre, escreveu "Crônica de uma morte anunciada" mostrando a faceta da inevitabilidade. O assassinato de Santiago Nasar pelos irmãos Vicario – para vingar a honra da irmã Angela – é conhecido...
A incrível incompetência da Vale e a responsabilidade do Estado
/coluna/abc-do-cdc
quinta-feira, 26/3/2015

Nem sempre o futuro é imprevisível e incerto

Um apanhado dos direitos das pessoas afetadas por catástrofes climáticas e da responsabilidade dos agentes públicos.

...como pode. Já contei aqui. Gabriel Garcia Marques, com a maestria de sempre, escreveu "Crônica de uma morte anunciada" mostrando essa faceta da inevitabilidade. O assassinato de Santiago Nasar pelos irmãos Vicario - para...
Nem sempre o futuro é imprevisível e incerto
/coluna/abc-do-cdc
quinta-feira, 9/2/2012

Crônica de uma morte anunciada, quero dizer, de várias mortes anunciadas

A responsabilidade do Estado no caso de acidentes naturais derivados de enchentes e desmoronamentos.

...fizesse o que se fizesse. Gabriel Garcia Marques, com a maestria de sempre, escreveu "Crônica de uma morte anunciada" mostrando essa faceta da inevitabilidade. O assassinato de Santiago Nasar pelos irmãos Vicario - para...
Crônica de uma morte anunciada, quero dizer, de várias mortes anunciadas
/quentes
terça-feira, 8/4/2008

Para presidente da OAB, quinto constitucional é melhor antídoto ao Estado policial

Quinto Para presidente da OAB, quinto constitucional é melhor antídoto ao Estado policial "O quinto constitucional é o melhor antídoto ao Estado policial. É dispositivo que enriquece o Judiciário, permitindo que a ele se agregue a...

Quinto Para presidente da OAB, quinto constitucional é melhor antídoto ao Estado policial "O quinto constitucional é o melhor antídoto ao Estado policial. É dispositivo que enriquece o Judiciário, permitindo que a ele se agregue a...
Para presidente da OAB, quinto constitucional é melhor antídoto ao Estado policial
/depeso
sexta-feira, 30/11/2007

Te Cuida, Latorraca!

Quem surgiu primeiro, o camelo ou o dromedário? Dizem que foi o dromedário, isto porque a idéia inicial era fazer um camelo, um animal standard, econômico, capaz de transportar pessoas e cargas até mesmo pelo deserto.

Te Cuida, Latorraca! Edson Vidigal* Quem surgiu primeiro, o camelo ou o dromedário? Dizem que foi o dromedário, isto porque a idéia inicial era fazer um camelo, um animal standard, econômico, capaz de transportar pessoas e c...
Te Cuida, Latorraca!
/depeso
segunda-feira, 12/2/2007

O direito, as emoções e as palavras

Permitam-me que me dirija em primeiro lugar a vocês, para compartilhar esse momento de realização profunda: a conclusão da educação superior de seus filhos. Para nós, a passagem deles pela Faculdade de Direito da UERJ foi um prazer e um pri...

Permitam-me que me dirija em primeiro lugar a vocês, para compartilhar esse momento de realização profunda: a conclusão da educação superior de seus filhos. Para nós, a passagem deles pela Faculdade de Direito da UERJ foi um prazer e um pri...
O direito, as emoções e as palavras
Não há mais resultados para serem exibidos.