O que saiu em Migalhas sobre Mateus Coutinho De Sa Oliveira
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Mateus Coutinho De Sa Oliveira

/quentes
quinta-feira, 24/11/2016

TRF da 4ª região aumenta pena de Leo Pinheiro e absolve dois executivos da OAS

Tribunal deu parcial provimento à apelação do MPF.

...Magalhães Medeiros, José Ricardo Nogueira Breghirolli, Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Fernando Augusto Stremel Andrade. O MPF também recorreu pedindo a majoração das penas de Paulo Roberto Costa, Alberto Youssef e o...
TRF da 4ª região aumenta pena de Leo Pinheiro e absolve dois executivos da OAS
/quentes
sexta-feira, 31/7/2015

Divulgado acórdão da 2ª turma do STF que concedeu HC a acusados na Lava Jato

Em 29 de abril, a 2ª turma do STF concedeu HC a Ricardo Pessoa e estendeu os efeitos a outros oito réus de envolvimento no esquema de desvio de recursos da Petrobras. O HC foi impetrado pelo advogado Alberto Zacharias To...

...AULER, JOSE ALDEMARIO PINHEIRO FILHO e MATEUS COUTINHO DE SA OLIVEIRA para substituir a prisão preventiva decretada nos aludidos autos pelas mesmas medidas cautelares aplicadas a RICARDO RIBEIRO PESSOA, se por outro motivo...
Divulgado acórdão da 2ª turma do STF que concedeu HC a acusados na Lava Jato
/quentes
quarta-feira, 29/4/2015

STF concede HC a nove acusados de desvios na Petrobras

A 2ª turma do Supremo concedeu o HC por maioria, vencidos Cármen Lúcia e Celso de Mello.

...Aldemário Pinheiro Filho Mateus Coutinho de Sá Oliveira Entre as medidas, o monitoramento por tornozeleira eletrônica e o afastamento da direção e administração de empresas envolvidas nas investigações. Também...
STF concede HC a nove acusados de desvios na Petrobras
/quentes
quarta-feira, 7/1/2015

Executivos da OAS querem provas da legalidade de grampos na Lava Jato

Advogados contestaram na JF/PR as interceptações telefônicas feitas durante a investigação.

...Franklin Magalhães Medeiros, Mateus Coutinho de Sá Oliveira, José Ricardo Nogueira Breghirolli, Fernando Augusto Stremel Andrade e João Alberto Lazzari. Processo : 5083376-05.2014.404.7000
Executivos da OAS querem provas da legalidade de grampos na Lava Jato
Não há mais resultados para serem exibidos.