O que saiu em Migalhas sobre Mendes Junior Trading
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Mendes Junior Trading

/quentes
terça-feira, 4/2/2020

Juiz anula condenação de R$ 380 milhões da Lava Jato por ordem de alegações finais

Foi aberto novo prazo para alegações finais de réus colaboradores e, por último, não colaboradores.

... juiz havia condenado a Mendes Júnior Trading e Engenharia e dois executivos da empresa ao pagamento da indenização milionária. Agora, com a anulação da sentença, o juiz determinou a renovação da fase de apresentação das alegações finais, intimando o MPF,...
Juiz anula condenação de R$ 380 milhões da Lava Jato por ordem de alegações finais
/amanhecidas
terça-feira, 4/2/2020

MIGALHAS nº 4.784

Informações jurídicas de terça-feira, 04 de fevereiro de 2020.

... condenado a empreiteira Mendes Júnior Trading e Engenharia e dois executivos a pagarem indenização de mais de R$ 380 mi por esquema envolvendo o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. (Clique aqui) Dispensa discriminatória? Confederação...
MIGALHAS nº 4.784
/quentes
segunda-feira, 14/3/2016

Justiça de MG aceita pedido de recuperação judicial da empreiteira Mendes Junior

Empresa é uma das investigadas na Lava Jato.

... A empreiteira Mendes Júnior Trading e Engenharia, uma das investigadas na Lava Jato, ajuizou na última semana processo de recuperação judicial na 1ª vara Empresarial da Comarca de BH/MG. O pedido foi deferido...
Justiça de MG aceita pedido de recuperação judicial da empreiteira Mendes Junior
/amanhecidas
segunda-feira, 14/3/2016

MIGALHAS nº 3.820

Informações jurídicas de segunda-feira, 14 de março de 2016.

...judicial feito pela empreiteira Mendes Júnior Trading e Engenharia. O pedido foi analisado pela juíza de Direito Patricia Santos Firmo, da 1ª vara Empresarial de BH/MG. (Clique aqui) Absurdo e sem fundamento A defesa de...
MIGALHAS nº 3.820
/quentes
quarta-feira, 11/2/2009

TST - Vinte minutos na fila do refeitório não compõem horas extras

Tempo à disposição do empregador ou comodidade concedida pela empresa ao trabalhador? Este questionamento permeou a discussão da Sétima Turma do TST ao julgar recurso de revista do Consórcio AG Mendes a respeito dos minutos gastos por um fu...

Tempo à disposição do empregador ou comodidade concedida pela empresa ao trabalhador? Este questionamento permeou a discussão da Sétima Turma do TST ao julgar recurso de revista do Consórcio AG Mendes a respeito dos minutos gastos por um fu...
TST - Vinte minutos na fila do refeitório não compõem horas extras
Não há mais resultados para serem exibidos.