O que saiu em Migalhas sobre Vara Civel De Cuiaba
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Vara Civel De Cuiaba

/quentes
segunda-feira, 1/9/2014

Juízo de Goiânia é competente para executar crédito contra a massa falida da Encol

Execuções contra massa falida não podem prosseguir nos juízos em que tramitavam em razão da competência universal do juízo falimentar.

...conhecimento que tramitou no juízo da 20ª vara Cível de Cuiabá, segundo o ministro, os atos de execução devem ser processados no juízo da falência, ou seja, 11ª vara Cível de Goiânia. Processo relacionado: CC...
Juízo de Goiânia é competente para executar crédito contra a massa falida da Encol
/quentes
segunda-feira, 10/9/2007

TJ/MT - Juíza determina reintegração de posse a condômino inadimplente

TJ/MT   Juíza determina reintegração de posse a condômino inadimplente Condomínios não podem retermercadorias de condôminos inadimplentes como garantia do pagamento da dívida,pois existem meios judiciais cabíveis para esse fi...

TJ/MT   Juíza determina reintegração de posse a condômino inadimplente Condomínios não podem retermercadorias de condôminos inadimplentes como garantia do pagamento da dívida,pois existem meios judiciais cabíveis para esse fi...
TJ/MT - Juíza determina reintegração de posse a condômino inadimplente
/quentes
terça-feira, 3/7/2007

TJ/MT - Bradesco é condenado a reduzir juros de cheque especial

O banco Bradesco deverá reduzir os juros do cheque especial cobrados de um cliente para 1% ao mês. A decisão é do juiz Paulo de Toledo Ribeiro Junior, titular da 16ª Vara Cível de Cuiabá/MT, que julgou procedente a ação de um correntista do...

O banco Bradesco deverá reduzir os juros do cheque especial cobrados de um cliente para 1% ao mês. A decisão é do juiz Paulo de Toledo Ribeiro Junior, titular da 16ª Vara Cível de Cuiabá/MT, que julgou procedente a ação de um correntista do...
TJ/MT - Bradesco é condenado a reduzir juros de cheque especial
/quentes
segunda-feira, 12/3/2007

TJ/MT - Vivo deve pagar R$ 9,9 mil a cliente que teve linha clonada

TJ/MT Vivo deve pagar R$ 9,9 mil a cliente que teve linha clonada A empresa de telefonia Vivo – Telemat Celular foi condenada a restituir o valor de R$ 4,9 mil debitado da conta corrente de um cliente que teve a linha telefô...

TJ/MT Vivo deve pagar R$ 9,9 mil a cliente que teve linha clonada A empresa de telefonia Vivo – Telemat Celular foi condenada a restituir o valor de R$ 4,9 mil debitado da conta corrente de um cliente que teve a linha telefô...
TJ/MT - Vivo deve pagar R$ 9,9 mil a cliente que teve linha clonada
/quentes
quarta-feira, 23/8/2006

TJ/MT condena jornal a pagar indenização por dano moral à Igreja Universal

Deboche   TJ/MT condena jornal a pagar indenização por dano moral à Igreja Universal   O jornal Diário de Cuiabá foi condenado a pagar R$ 50 mil, a título de indenização por dano moral, à Igreja Universal do Reino de Deus. Representante...

Deboche   TJ/MT condena jornal a pagar indenização por dano moral à Igreja Universal   O jornal Diário de Cuiabá foi condenado a pagar R$ 50 mil, a título de indenização por dano moral, à Igreja Universal do Reino de Deus. Representante...
TJ/MT condena jornal a pagar indenização por dano moral à Igreja Universal
/quentes
sexta-feira, 21/7/2006

TJ/MT: Rede Cemat é condenada a pagar R$ 15 mil por corte de energia indevido

Danos morais   TJ/MT: Rede Cemat é condenada a pagar R$ 15 mil por corte de energia indevido   A juíza Gleide Bispo Santos, da 15ª Vara Cível de Cuiabá, condenou a Centrais Elétricas Mato-grossenses S.A. (Cemat) a pagar R$ 15 mil, a...

Danos morais   TJ/MT: Rede Cemat é condenada a pagar R$ 15 mil por corte de energia indevido   A juíza Gleide Bispo Santos, da 15ª Vara Cível de Cuiabá, condenou a Centrais Elétricas Mato-grossenses S.A. (Cemat) a pagar R$ 15 mil, a...
TJ/MT: Rede Cemat é condenada a pagar R$ 15 mil por corte de energia indevido
/quentes
terça-feira, 23/5/2006

Vítima de falsário receberá indenização de banco em Cuiabá

Vítima de falsário receberá indenização de banco em Cuiabá   A juíza Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva, da 5ª Vara Cível de Cuiabá, julgou procedente a Ação de Indenização movida por uma mulher contra o Banco do Brasil. Ela receberá...

Vítima de falsário receberá indenização de banco em Cuiabá   A juíza Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva, da 5ª Vara Cível de Cuiabá, julgou procedente a Ação de Indenização movida por uma mulher contra o Banco do Brasil. Ela receberá...
Vítima de falsário receberá indenização de banco em Cuiabá
Não há mais resultados para serem exibidos.