Sábado, 22 de julho de 2017

ISSN 1983-392X

Falecimento - Ada Pellegrini Grinover

de 16/7/2017 a 22/7/2017

"É uma grande perda, que todos lamentamos (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). Nos últimos 40 anos ela foi um guia, um farol, uma voz abalizada na matéria. Estamos muito tristes. Ela viveu intensamente e esperamos que agora descanse em paz. Tínhamos grande apreço pela sua serenidade."

Sacha Calmon Navarro Coêlho - escritório Sacha Calmon - Misabel Derzi Consultores e Advogados - 17/7/2017

"A professora Ada Pellegrini Grinover foi uma jurista completa, conhecendo todos os fundamentos da ciência processual penal e civil como poucos (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). Figurou no mais elevado patamar do conhecimento de sua arte. Italiana de nascimento, identificou-se com o Brasil por completo e só não chegou, certamente, à Suprema Corte por não ter sido brasileira nata. Teria abrilhantado o colegiado como fez na cátedra."

Nelio Machado - escritório Nelio Machado Advogados - 17/7/2017

"O legado da professora no Direito das Relações de Consumo, nos estudos da tutela difusa e coletiva e, principalmente, da efetividade do processo é grandiosa (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). Digo aos meus alunos que o Código Brasileiro de Defesa do Consumidor Comentado pelos autores do anteprojeto é a Bíblia do Direito do Consumidor. Sem esta leitura, não é possível advogar tecnicamente nas questões consumeristas. O time do escritório Braga Nascimento e Zilio agradece os ensinamentos que a professora deixou e que são objeto de consulta diária e presta suas homenagens. Que a professora tenha descansado com a certeza que sua obra não será esquecida pelos amantes do Direito das relações de consumo e da tutela coletiva."

Fabíola Meira - escritório Braga Nascimento e Zilio Advogados Associados - 17/7/2017

"Ada Pellegrini fará falta em um Brasil que se distancia das garantias e do justo e devido processo, que ela tanto prezou, lutou e ensinou (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). Em sua memória devemos lutar para preservar a Constituição. Lembro-me que atuamos em conjunto no caso em que o STF anulou as primeiras gravações ambientais do Brasil. Com uma vida coerente com sua doutrina, nos recebia em sua casa sempre ativa."

Fernando Augusto Fernandes - 17/7/2017

"É uma perda para o Brasil (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). A jurista Ada Pellegrini é uma das maiores processualistas que tivemos. Seus ensinamentos seguirão nos referenciando."

Guilherme San Juan - 17/7/2017

"A advocacia encontra-se enlutada pela perda de uma admirável jurista deste país (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). A professora Ada foi um dos pilares do Direito Processual brasileiro e sua passagem provoca um vazio no mundo jurídico, que dificilmente será preenchido. O tempo dirá."

Maria Aparecida Pellegrina - 17/7/2017

"Consterno-me com o falecimento da professora Ada Pelegrini, com quem convivi durante nosso mandato de conselheiros na OAB/SP, período qual tive a imensa satisfação de sentar ao seu lado no banco dos conselheiros (Migalhas 4.153 - 14/7/17 - "Morre a jurista Ada Pellegrini Grinover" - clique aqui). Ouvi-a muitas vezes e sinceramente, mais aprendi do que lhe falei. Decorrida esta fase ainda pude manter com ela contato quando do casamento de uma familiar sua, acontecido na Serra da Cantareira. Sempre disposta a ouvir e responder o que lhe era indagado. Os pesares, sem sombra de dúvida será da coletividade jurídica, mas em tudo o meu, com agradecimento profundo à sua benevolência. Descanse em paz e que não deixe de continuar ensinando, mesmo que seja aos anjos."

José Antônio de Gouvêa - 17/7/2017

Comente