Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

ISSN 1983-392X

Tratamento a autoridades

de 4/2/2018 a 10/2/2018

"Nosso país passa por uma das maiores crises políticas, crise emanada de uma indefinida e desmesurada corrupção (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui). Mas nossa atividade parlamentar está preocupada mesmo, é com o tratamento pessoal. Haja entendimento."

Jorge Omar Sarris - 5/2/2018

"Realmente o Excelentíssimo sr. senador não tem nada para fazer (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui). E aí está indignadinho por causa do bandido do Luladrão."

Ygor Vieira - 5/2/2018

"Absurdo (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui)! O servidor público não está no papel de cidadão comum quando em audiência ou a serviço de uma instituição pública. Ele representa a autoridade do Estado e como tal merece respeito e consideração, com o tratamento adequado. A Ordem começa pelo respeito. Está na bandeira nacional."

Edison Marcus Salles - 5/2/2018

"O fim do Brasil Império (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui). Respeito no serviço público se ganha pela eficiência."

Ademir Fraga - 5/2/2018

"Achei desrespeitoso o fato de o ex-presidente chamar a procuradora de 'querida' numa audiência, ali ela era uma autoridade, você chama de querida alguém com quem você tem uma certa intimidade, o que não era o caso (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui)."

Luciana Mury - 5/2/2018

"Certíssimo, por várias razões: antidemocrático, cafona, segregacionista, injusto, não expressa mérito, inoportuno e desigual (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui). Nos países do Norte da Europa, os mais civilizados, já foi abolido. VExa é o povo!"

Haroldo Amorim - 6/2/2018

"Eu apoio (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui). Chega de tantos salamaleques e ou falso respeito a alguns que não merecem nem serem chamados de sr. ou sra."

João Mário Castro - 6/2/2018

"Vai carpir um lote e pensar em algum projeto de fundamento sr. político (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Herança da monarquia" - clique aqui). Ganhar salário para propor esses absurdos é de lascar o raciocínio lógico."

José R. T. de Oliveira - 6/2/2018

"Vossas Excelências ignoraram o terrível caso do procurador sem gravata em audiência (Migalhas nº 4.290 - 5/2/18 - "Pois não, Excelência" - clique aqui)."

Nathan Lucas Brum Moreira da Silva - 6/2/2018

Comente