Terça-feira, 20 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Lauda Legal

por Roberta Resende

"Lemniscata - O Enigma do Rio" - Editora Objetiva

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Lemniscata - O Enigma do Rio



Editora:
Objetiva
Autor: Pedro Drummond
Págs: 364





A partir de temática clássica – troca de identidades, ilusionismo, realidade mascarada – o livro apresenta narrativa envolvente, capaz de transportar o leitor para dentro de suas páginas, colocá-lo em relacionamento íntimo com seus personagens. Desperta saudades à medida que a leitura caminha; sofre-se por estar se aproximando do final, mas não se consegue tampouco impedi-lo.

Embora se passe no Rio de Janeiro, a estória não é protagonizada por brasileiros, o que acaba por se tornar um dos pontos altos da narrativa. Ao apresentar a cidade para os estrangeiros, o autor o faz de maneira a se distanciar do lugar-comum. Em vez de se deter nas maravilhas naturais, descreve de maneira cuidadosa e fundamentada em pesquisas algumas construções históricas, como a Confeitaria Colombo, a estátua do Cristo Redentor, o Museu Histórico Nacional, a Catedral Metropolitana, o Museu de Arte Sacra, o Hotel Copacabana Palace. É um olhar que valoriza as ações humanas, a história da cidade, seu patrimônio arquitetônico.

O texto se faz a partir de apelos à intertextualidade, da referência a outros textos, de maneira direta ou indireta. Pelo menos três dos personagens envolvidos na trama principal são afeitos a citações, constroem vários de seus diálogos a partir de frases famosas. Percebem seu interlocutor como um leitor capaz de reconhecê-las e dialogar a partir de referências comuns. Livros são citados, são oferecidos de presente, salvam vidas, resolvem enigmas.

Dois personagens são professores universitários, um de literatura, um de matemática. Dois irmãos, duas faces da mesma moeda. Dois outros trabalham em jornais, um na redação, outro na área de tecnologia. Amigos inseparáveis. Literatura e matemática, letras e tecnologia. Pares-irmãos que vão lembrando ao leitor que a matemática foi a ciência-mãe-de-todas, o saber que, de mãos dadas com a filosofia, permitiu ao homem sair das trevas, apoderar-se de sua razão e deixar de temer a ira dos deuses que imaginava ver nos trovões.

Os personagens são fortemente ligados entre si, capazes de atos de solidariedade. Irmão se sacrifica pelo irmão, pai se sacrifica pela filha, amigo se dedica a amiga. Um livro misterioso reúne todos em uma mesma teia, um emaranhado que apenas os relacionamentos humanos podem desatar.

Erudição e entretenimento. Humanismo. Traços que revelam verdadeira profissão de fé. Traços que apontam o infinito. E desde a epígrafe o autor destaca: seu infinito veio da casa dos pais. Ele, filho de poeta, de mineiro poeta, do grande contista vendedor de estrelas Olavo Drummond.

A leitura permite-nos dizer que quando Lorena Dorff, a protagonista do livro, diante da Catedral Metropolitana do Rio, afirma estar diante do "vulcão da fé", não o faz sozinha. O autor demonstra, em cada página do livro, estar a serviço da fé no poder das palavras que aprendeu em casa.
______________

Resultado :

  • Valéria Paula de Souza, advogada da Celulose Nipo-Brasileira S.A. – CENIBRA, de Belo Oriente/MG

_____________

Roberta Resende

Roberta Resende é formada pela faculdade de Direito do Largo de São Francisco/USP (Turma de 1995) e pós-graduada em Língua Portuguesa, com ênfase em Literatura.