Quarta-feira, 19 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Lauda Legal

por Roberta Resende

Max Weber

quarta-feira, 21 de outubro de 2009


Max Weber






Editora:
Campus Elsevier - Campus Jurídico
Autor : Anthony Kronman
Páginas: 360








Na introdução ao livro, o autor, professor na renomada Yale Law School, anuncia que "Cada uma das principais obras de Weber (que foi advogado e historiador jurídico) toca em questões jurídicas", embora, muitas vezes, subordinadas a alguma outra preocupação, como a natureza da autoridade política ou da ação econômica. No ensaio Rechtssoziologie (Sociologia do Direito), no entanto, a obra do teórico alemão volta-se essencialmente à ordem jurídica, razão pela qual é o foco do trabalho em comento.

No cerne da concepção weberiana de mundo e portanto de mundo jurídico, encontra-se uma profunda crença na autonomia do indivíduo. Assim, no começo da exposição, a fim de destacar essa premissa, o autor contrapõe a concepção socrática de aquisição de valores à convicção desposada por Weber. Para Sócrates, para que as pessoas alcancem a virtude, basta que adquiram uma compreensão intelectual do que seja essa virtude. Para Weber, no entanto, além do conhecimento, outro passo ainda falta ser dado, um passo incisivo a que chama de vontade. Sim, no seu entender, uma pessoa escolhe seus valores.

Sob esse viés, preocupa-se com a questão da autoridade, da estrutura comum a todo tipo de dominação (aqui surge a célebre divisão em autoridade tradicional, racional e carismática), detendo-se, sobretudo, no substrato do direito no mundo Ocidental.

É com esse espírito que detecta a existência de "ligação íntima" entre a expansão do mercado e a liberdade contratual e realiza interessante análise da sociedade inglesa, em que, a despeito da racionalidade jurídica fugir aos padrões (o método de decidibilidade de conflitos na common law escaparia do racionalismo propriamente dito), houve previsibilidade jurídica suficiente para que as relações comerciais se incrementassem.

À guisa de conclusão, o autor comenta que Max Weber teria caído em contradição ao dirigir críticas à sociedade moderna – diz que há momentos em que esposaria argumentos do materialismo histórico, nitidamente determinista e contrário à crença na vontade.

Em formato agradável ao estudo e cuidadosa diagramação, aspectos importantes do pensamento weberiano são iluminados.

_______________

Ganhador :

Thiago Brito, advogado do escritório Tolentino Advogados, de Belo Horizonte/MG


____________

Adquira já o seu :












__________________


Roberta Resende

Roberta Resende é formada pela faculdade de Direito do Largo de São Francisco/USP (Turma de 1995) e pós-graduada em Língua Portuguesa, com ênfase em Literatura.