Domingo, 16 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Reforma da Previdência

de 10/3/2019 a 16/3/2019

"Em tempos de reforma da Previdência é bom ficar de olho na veracidade do que afirma o governo e na sua transparência. Sou aposentado do extinto Ministério da Fazenda, agora Ministério da Economia. Quem entrar na Transparência do Poder Executivo para ver minha remuneração, não irá conseguir nada. Meu nome completo é Abílio Pereira Neto. O contrário ocorre quando busco informações sobre proventos de conhecidos servidores do Poder Legislativo e do Poder Judiciário. Sai tudo na hora feito caldo de cana. As contas do governo, aí incluindo os três Poderes, são uma tremenda caixa preta: acessíveis a poucos e inexplicáveis para milhões de pessoas.  Ora, se o governo não consegue fazer demonstrativos confiáveis e inteligíveis das suas contas, quem acreditará na dimensão do propalado rombo previdenciário do RGPS e RPPS?"

Abílio Neto - 11/3/2019

"Nada há de lastimável no ofício orientador do INSS ao seu pessoal (Migalhas 4.558 – 12/3/19 – Apesar de você). Está corretíssimo. Servidores não devem dar entrevistas em assuntos do governo. Jornalistas devem se encaminhar ao canal correto. Inclusive os senhores articulistas de 'Migalhas'."

Aniete de Barros Fagundes - 12/3/2019

"Lastimável por quê (Migalhas 4.558 – 12/3/19 – Apesar de você)? Está certíssimo. Vamos parar de mimimi e levar a sério o assunto. Chega de paranoia. Vocês têm que cobrar do Congresso e não dos servidores do INSS. Está faltando coragem?"

Renan de Alves Barros - 12/3/2019

"É muito engraçado essa extrema preocupação do ministro Fux com a grave crise vivida pelas contas públicas quando se trata de impacto causado por despesas inerentes a pessoas aposentadas, que trabalharam a vida toda, ganhando, em sua maioria, uma miséria de salário, e não se importou e nem se pronunciou quando o STF aprovou aumento de salários do Judiciário de quase 17%, com impacto cascata para diversas categorias, aumentando as despesas públicas em quase cinco bilhões de reais anuais (Migalhas 4.558 – 12/3/19 – Previdência – Auxílio-acompanhante). Esse STF é uma lástima!"

Rodrigo de Paula Oliveira - 12/3/2019

"Legislar sobre finanças dos outros é fácil (Migalhas 4.558 – 12/3/19 – Previdência – Auxílio-acompanhante). Falar que a Previdência está quebrada é mais fácil ainda. Agora diminuir os seus gordos salários e benefícios ninguém fala. Coitado de nós que trabalhamos 35 anos para se aposentar e agora assistimos esse circo cheio de palhaços que somos nós Zé Povinho. Cansei do meu Brasil."

Celso Marques Miante - 12/3/2019

"Como na fábula do lobo e o cordeiro, a culpa sempre recai sobre o mais fraco (Migalhas 4.558 – 12/3/19 – Previdência – Auxílio-acompanhante). Custear as Vossas Excelências e toda a aristocracia estatal não causa nenhum rombo nas contas públicas. Só que não."

Sérgio Nogueira - 12/3/2019

"Engraçado que para o povo sempre causa impacto quando é a favor; votam rapidamente, ou seja, são verdadeiros togas pardas (Migalhas 4.558 – 12/3/19 – Previdência – Auxílio-acompanhante)."

Harley Geraldo Oliveira - 12/3/2019

Comente