Terça-feira, 21 de maio de 2019

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

de 12/5/2019 a 18/5/2019

"A explicação foi muito clara por etapas (Gramatigalhas – 26/4/06 – Puni-lo ou puní-lo? Conclui-lo ou concluí-lo?). Muito esclarecedora."

Francimar Bezerra de Almeida - 14/5/2019

"Por muitos anos, achei que a Língua Portuguesa era uma matéria sem discussões: ou é, ou não é (Gramatigalhas – 19/1/11 – Siglas - CND’S ou CNDs?). A formação acadêmica me mostrou que não é bem assim. Tive uma excelente professora de Português na faculdade, com a qual eu aprendi a raciocinar a Língua Portuguesa. Com a vida, entendi que o seu uso é bem parecido com a interpretação do Direito, ou seja, há doutrinas que dizem que a interpretação é uma e doutrinas contrárias. Em caso de divergências, aplica-se aquela que mais se coaduna com o pensamento daquele que está a aplicando. Nesta situação relativa a plural de siglas, eu aprendi com um professor da Academia de Polícia Civil do Estado de Goiás que é incorreta a utilização do 's' minúsculo. Ele deu uma explicação com a qual eu concordei plenamente: os plurais da forma não abreviada vão ao final da palavra e as siglas são o início de cada palavra abreviada. Não faz sentido o 's' ficar ao lado da primeira letra de uma palavra. Desta fora, adotei o entendimento do professor, portanto, escrevo as siglas, mesmo que estejam no plural, sem o uso do 's', muito menos do apóstrofo. Pra mim, o correto é as CPI, os Detran, etc.. Mas gostei muito de ler sua matéria. Obrigada pelo compartilhamento do seu conhecimento e entendimento, principalmente, por me acrescentar a bibliografia. Vou procurar por elas e ver se o argumento utilizado pelos autores é melhor que o do meu professor."

Fabiane Machado Vilela - 14/5/2019

"Por analogia, se 'reúso' deve ser acentuada por ser um hiato, não deveria todo o verbo reusar seguir a regra e o acento aparecer na conjugação (Gramatigalhas – 26/7/06 – Reúso ou reuso?)? Eu reúso, por mais se que reúse [vide saúde] a água... E por vai? Não é o que vemos em todas as páginas de conjugações verbais. Falha delas?"

Lia de Souza - 16/5/2019

"Com todo respeito ao autor do texto, mas acredito e assim aprendi, que no caso de saudação coletiva, o correto é cumprimentar 'na pessoa' e não 'em nome', pois, quando você usa 'em nome' é porque você está agindo como se fosse aquela pessoa e aí você teria que estar autorizado a fazer isso, através de procuração por exemplo, pois, quem está cumprimentando daí é ela e não você (Gramatigalhas – 14/9/16 – Cumprimentar em nome ou Cumprimentar na pessoa?). Agora quando você quer cumprimentar todos os presentes através de apenas um cumprimento, você diz 'cumprimento a todos na pessoa do fulano'."

Anita Loiola - 16/5/2019

Comente