Terça-feira, 19 de novembro de 2019

ISSN 1983-392X

Lenga lenga dos maus pagadores

de 3/11/2019 a 9/11/2019

"Sério, o que está acontecendo (Migalhas 4.725 – 6/11/19 - Lenga lenga dos maus pagadores)? Saiu todo mundo do armário?"

Jacqueline Pinheiro - 6/11/2019

"Muito bem elaborado o despacho (Migalhas 4.725 – 6/11/19 - Lenga lenga dos maus pagadores). Parabéns ao juiz!"

Jeferson Sirena - 6/11/2019

"Gostei da sinceridade desse juiz, infelizmente nossa Justiça está cheia de enrolões maus pagadores (Migalhas 4.725 – 6/11/19 - Lenga lenga dos maus pagadores)!"

Leinad Junger Maia - 6/11/2019

"É, a qualidade de nossos operadores do Direito tem descido vertiginosamente (Migalhas 4.725 – 6/11/19 - Lenga lenga dos maus pagadores)!"

Liara da Cruz Santos - 6/11/2019

"No despacho do juiz não vi nada que desabonasse a moral da advogada (Migalhas 4.725 – 6/11/19 - Lenga lenga dos maus pagadores). A advogada deve reconhecer que arbitrou durante anos em favor de um cliente que procede de acordo com o soprar do vento. Antes da advogada pedir retratação de um juiz que tem o dever de julgar, deveria fazer sua 'mea culpa' pela intransigência, pela sua anuência creditada ao cliente relapso, pelo favorecimento consignado a seu cliente em detrimento do Estado e de terceiros prejudicados. A advogada pressupõe não conhecer, nem entender de limites de prazos, e de sua ingerência quanto ao prolongamento de uma ação que ela e seu cliente não estão interessados em levar a cabo. Que desrespeito ao juiz em causa!"

Juridisse Miranda Gabriel - 6/11/2019

"Imagino todos os atos protelatórios que devem ter havido neste processo para um magistrado experiente chegar a esse ponto (Migalhas 4.725 – 6/11/19 - Lenga lenga dos maus pagadores)! Acho que às vezes um pouco de sinceridade e até radicalismo não seria mal, talvez inibiria tantas condutas maléficas dentro dos autos, praticadas tanto por advogados quanto por juízes que aplicam muito mal o Direito. Duras e ofensivas as palavras do magistrado, mas teria ele faltado com a verdade ao dize-las?"

Andréia Lehnen - 7/11/2019

Comente