Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Controle de acesso começa na quarta-feira, 3/2, no TJ/BA

O Sistema Integrado de Controle de Acesso e Vigilância (Sincav) será inaugurado na próxima quarta-feira, 3/2, com equipamentos de segurança destinados a preservar o patrimônio público e garantir a integridade física das pessoas que utilizam os serviços ou trabalham nas dependências do Poder Judiciário.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010


Segurança

Controle de acesso começa na quarta-feira, 3/2, no TJ/BA

O Sistema Integrado de Controle de Acesso e Vigilância (Sincav) será inaugurado na próxima quarta-feira, 3/2, com equipamentos de segurança destinados a preservar o patrimônio público e garantir a integridade física das pessoas que utilizam os serviços ou trabalham nas dependências do Poder Judiciário.

O investimento do TJ foi da ordem de R$ 4,5 milhões no sistema, que, de forma integrada, oferece portal com detector de metais, detector de metais portáteis, catracas eletrônicas, circuito fechado de televisão, fechaduras com acionamento biométrico, por código de barras ou senha e esteiras de raio X. A equipe que vai monitorar o sistema está sendo capacitada e especialistas estão sendo contratados.

O prédio do TJ será a primeira unidade a operar com o Sincav, sob a coordenação da Assistência Militar. O monitoramento de entrada, permanência e saída de pessoas, de materiais e veículos terá procedimento mais rigoroso, sendo necessários a prévia identificação e o cadastramento, a inspeção de segurança por meio de detectores (quando necessário) e uso de crachá funcional por servidores e prestadores de serviço. Os visitantes portarão um crachá temporário, que será devolvido à portaria na saída.

Além da sede do TJ, no CAB, os instrumentos estão instalados no prédio anexo ao TJ, no Fórum Ruy Barbosa e anexo, no Fórum Criminal e no antigo prédio do Ipraj, em Sussuarana, que abrigará, em breve, as Varas Criminais. Alguns juizados receberão câmeras de segurança.

________________________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes