Terça-feira, 26 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Azevedo Sette Advogados: atuação para impedir cobrança indevida

Os empresários de todo o país podem estar sendo vítimas

quarta-feira, 23 de março de 2005

Azevedo Sette Advogados: atuação para impedir cobrança indevida

Os empresários de todo o país podem estar sendo vítimas de um novo tipo de golpe de cobrança indevida, que é aplicado assim que eles procedem à abertura de suas empresas ou registram, na Junta Comercial, eventuais alterações contratuais. O alerta é do escritório Azevedo Sette Advogados, que detectou essa suspeita por parte de alguns empresários e já está em contato com a Junta Comercial de São Paulo e com outras Juntas Comerciais do país para que seja investigado e coibido esse tipo de crime.

“Diversas Associações Comerciais e Empresariais de todo o Brasil têm recebido reclamações de seus associados nesse sentido”, explica o advogado Ricardo Azevedo Sette, sócio-diretor do escritório. “Um fato que tem chamado atenção por sua estranheza é a “coincidência” do envio de boletos fraudulentos de cobrança às empresas imediatamente depois que elas obtêm o registro na Junta Comercial, seja para abertura da empresa ou para alguma alteração contratual”, observa o advogado.

Nesse momento, em geral o empresário está mais propenso a acreditar que o boleto de cobrança esteja ligado a possíveis despesas ligadas ao recente processo de abertura ou alteração de contrato, e como os valores em geral são pequenos, em torno de R$ 100 ou R$ 200, ele acaba efetuando o pagamento sem verificar exatamente seu teor, alerta o especialista. O aviso contra essa nova modalidade de golpe empresarial tem sido divulgado inclusive no site da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil.

_____________

___________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco

últimas quentes