Sábado, 23 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Câmara discute Reforma Sindical

Está marcada para hoje uma audiência pública

quarta-feira, 30 de março de 2005

Câmara discute Reforma Sindical

Está marcada para hoje uma audiência pública sobre a Reforma sindical promovida pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara. Estarão presentes os presidentes do Sindicato dos Técnicos da Receita Federal (Sindireceita), Paulo Antenor de Oliveira; do Conselho Executivo da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência (Anfip), Marcelo Oliveira; da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), João Domingos Gomes dos Santos; e o representante da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Roberto Silva Barbosa.

Apesar das duras críticas que o tema vem sofrendo, o advogado trabalhista Marcus Vinicius Mingrone, do escritório Leite, Tosto e Barros Advogados, defende a Reforma Sindical e a define como imprescindível. “Hoje muitos sindicatos não têm representatividade, levando os trabalhadores a pagarem a mensalidade sem garantias de amparo”, diz ele.

O advogado acredita que a Reforma Sindical é um passo para a Reforma Trabalhista. Para ele, realizar uma reforma trabalhista sem fortalecer os sindicatos é inviável. “Certamente há alguns pontos da reforma que precisam ser debatidos, mas, de uma forma geral, ela é essencial”.

____________

________________

patrocínio

Bradesco

últimas quentes