Domingo, 22 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

AASP publica nota sobre reclamações de seus associados contra o BB

A AASP - Associação dos Advogados de São Paulo publica nota sobre as crescentes reclamações de seus associados sobre descasos cometidos pelo BB na prestação de serviços relacionados ao exercício da advocacia.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Insatisfação

AASP publica nota sobre reclamações de seus associados contra o BB

A AASP - Associação dos Advogados de São Paulo publica nota sobre as crescentes reclamações de seus associados sobre descasos cometidos pelo BB na prestação de serviços relacionados ao exercício da advocacia.

  • Confira abaixo a nota na íntegra.

___________

Basta de descasos do Banco do Brasil

A AASP - Associação dos Advogados de São Paulo vem constatando, com enorme preocupação, o crescimento do número de reclamações de seus associados contra os diversos descasos cometidos pelo Banco do Brasil S.A., na prestação de serviços relacionados ao exercício da advocacia (seja no âmbito da Justiça do Estado de São Paulo, como sucessor da Nossa Caixa S.A.; seja nos serviços decorrentes dos processos da Justiça Federal ou do Trabalho) : (a) falta de informação, descaso e confusão em um dos momentos mais importantes para o advogado e, por consequência, para o jurisdicionado, qual seja o levantamento judicial (demora no levantamento, filas intermináveis, não entrega imediata do recibo, impossibilidade de realização de mais de uma TED, impossibilidade de retirada em espécie); (b) fechamentos inoportunos e intempestivos de PAB’s, bem como ausência de atendimento preferencial para idosos; (c) dificuldades injustificadas para o recolhimento de guias de oficial de justiça e cobrança de valor para tal recolhimento; (d) recusa de fornecimento de informações sobre conta a pessoas credenciadas pelo advogado, sob o pretexto de que as informações somente podem ser prestadas por meio da internet.

Esses graves problemas já foram, em diversas oportunidades, relatados aos representantes do Banco do Brasil, inclusive por meio de reuniões presenciais, sem qualquer melhoria das condições.

A edição do jornal “Folha de São Paulo”, de 13/07 (p. B-4), retrata o caos do atendimento, inclusive para os servidores do Poder Judiciário.

Diante da relevância do tema, estão sendo adotadas as seguintes providências pela AASP : (a) expedição de ofício à Corregedoria Geral da Justiça em São Paulo, para que convoque os representantes do Banco do Brasil S.A., a fim de que possam se comprometer com providências urgentes para sanar as irregularidades em questão; (b) ofício ao Banco Central do Brasil para que adote as providências cabíveis quanto aos desrespeitos em questão.

A advocacia e o jurisdicionado não mais aceitam o descaso no tratamento e na prestação de serviços essenciais ao cidadão.

Associação dos Advogados de São Paulo

_______________

______________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes