Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Repúdio

Leia manifestação da Ajufesp

segunda-feira, 18 de abril de 2005

 

Repúdio

Leia abaixo manifestação da Ajufesp - Associação dos Juízes Federais do Estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul sobre o atentado praticado contra o juiz federal Odilon de Oliveira.

_________

A Ajufesp - Associação dos Juízes Federais do Estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia o atentado praticado contra o juiz federal Odilon de Oliveira.

Segundo informações das autoridades responsáveis pela segurança do magistrado, um homem tentou entrar no hotel de Trânsito de Oficiais do Exército, onde o juiz federal era o único hóspede, na madrugada do dia 13 de abril. O hotel está localizado no centro de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul.

O desconhecido pulou o muro dos fundos, mas foi percebido pelos soldados do exército, que vigiam o local dia e noite.

Houve, então, uma rápida troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. O homem, que iniciou os disparos, ainda não foi identificado e conseguiu fugir.

O juiz Odilon de Oliveira atua em uma área de alto risco, na fronteira do Brasil com o Paraguai, onde há intenso tráfico de drogas e, portanto, toma decisões que contrariam os interesses de vários traficantes e contrabandistas da região.

O fato constitui uma agressão à Justiça Federal como um todo, é de natureza muito grave e requer a sua imediata apuração, bem como medidas de reforço da segurança do magistrado.

A Ajufesp lembra que toda sua diretoria está à disposição e solidária com o juiz Odilon de Oliveira e agradece aos militares que compõem sua guarda, pela pronta reação ao odioso ato.

__________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes