Segunda-feira, 26 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

OAB/PR busca o fim da greve de fome na PEP

Advogados da Comissão de Direitos Humanos da OAB/PR

sexta-feira, 29 de abril de 2005

OAB/PR busca o fim da greve de fome na PEP

Integrantes da Comissão de Direitos Humanos visitaram a penitenciária

Advogados da Comissão de Direitos Humanos da OAB/PR visitaram ontem a Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP) para tentar colocar fim à greve de fome mantida por um grupo de detentos. Depois de receber denúncias de que alguns presos haviam iniciado a manifestação, representantes da comissão estiveram na unidade para avaliar a situação.

Na última quarta-feira, os advogados Cleverson Marinho Teixeira (presidente da comissão), Isabel Kugler Mendes e Zuldemar Souza Quadros Sant'Anna entregaram ao presidente da OAB/PR, Manoel Antonio de Oliveira Franco, um relatório sobre o caso.

Depois de receber a avaliação, Oliveira Franco entrou em contato com o secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Aldo Parzianello, e propôs que a Comissão de Direitos Humanos assumisse a mediação das conversas entre os presos grevistas e a direção da PEP.

A proposta foi bem acolhida por Parzianello. Segundo Oliveira Franco, é de interesse do secretário que a OAB/PR participe dessa tentativa de colocar fim à greve. “Estamos buscando solucionar esse problema, em respeito ao direito inviolável à vida, sem qualquer intervenção no mérito da questão”, afirma o presidente da OAB/PR.

De acordo com o documento elaborado pela Comissão de Direitos Humanos, os presos em greve de fome estão numa área isolada. O relatório informa que eles estão devidamente assistidos, recebendo oferta de alimentação diariamente, mas se recusam a comer. Não há, segundo os advogados, clima propenso a rebelião. Segundo informações da direção da PEP repassadas à OAB/PR, sete detentos continuavam em greve de fome na tarde desta quarta-feira.

____________

_______________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes