Quarta-feira, 13 de novembro de 2019

ISSN 1983-392X

Processos

Advogados ganham serviço de visualização de processos no STJ

Visualização evitará que o advogado tenha de peregrinar pelas coordenadorias dos órgãos julgadores.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Os advogados que transitam pela sede do STJ têm agora um novo serviço na Central de Atendimento ao Cidadão: a visualização de peças de processos judiciais. A aplicação permite visualizar as peças processuais indicadas no índice do processo escolhido, clicando em ícone específico existente na tela dos terminais de autoatendimento.

Todos os advogados têm direito de acesso a qualquer processo, conforme disposto no Estatuto da Advocacia. Daí a criação do novo serviço, que beneficiará inclusive os profissionais que não dispõem de certificado digital. A visualização dos autos nos terminais de autoatendimento evitará que o advogado tenha de peregrinar pelas coordenadorias dos órgãos julgadores em que estejam os processos de seu interesse.

Para utilizá-la, o advogado deve previamente cadastrar-se, preenchendo formulário eletrônico oferecido no próprio terminal (em "Cadastro de Usuários."). Nessa oportunidade, deverá ser gerada senha de seis dígitos. A seguir, o advogado deverá dirigir-se à recepção da CAC, para liberar a senha criada. Feito isso, a nova funcionalidade dos terminais estará pronta para ser usada. Todos os terminais de autoatendimento existentes no STJ dispõem dessas funções, de cadastro e visualização. A validação do cadastro, no entanto, somente é feita na CAC.

A CAC foi inaugurada em junho de 2012, no térreo do Edifício dos Plenários, área nobre e de fácil acesso. No local são prestados todos os serviços de atendimento aos advogados e cidadãos em geral, o que antes era feito em diversas localidades do Tribunal. Estão na CAC a Ouvidoria, o protocolo de petições e informações processuais, a Defensoria Pública, a sala dos advogados e terminais bancários.

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes