Sábado, 17 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

TRT/SP abre sindicância interna para apurar manipulação de processos

x

terça-feira, 18 de outubro de 2005

TRT/SP abre sindicância interna para apurar manipulação de processos

A presidente do TRT/SP, Dora Vaz Treviño, anunciou ontem em nota à imprensa a abertura de um procedimento administrativo para apurar a suposta manipulação dos sistemas de distribuição de processos do órgão. Confira abaixo na íntegra matéria publicada na Folha de S. Paulo sobre o assunto e também a nota divulgada pelo TRT.

____________

TRT abre sindicância interna para apurar manipulação de processos

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, Dora Vaz Treviño, anunciou ontem em nota à imprensa a abertura de um procedimento administrativo para apurar a suposta manipulação dos sistemas de distribuição de processos do órgão.

No domingo, a Folha revelou, com base em investigação do Ministério Publico Federal, que nos últimos dez anos os sistemas informatizados do tribunal foram manipulados em pelo menos 22 processos, de tal forma a garantir previamente os juízes que atuariam em determinadas causas.

Também conforme a nota, a juíza Dora Treviño determinou à Secretaria de Informática do Tribunal que "promova um estudo técnico para detectar supostas falhas no sistema de distribuição dos feitos em segunda instância".

Treviño afirmou ter encaminhado à Procuradoria da República no Estado de São Paulo um ofício no qual informa sua "total disposição de colaborar na elucidação dos fatos investigados".

Na investigação, ao analisar 160 processos, o Ministério Público identificou a existência de distribuição irregular em 22 casos.

Em nota à imprensa, o presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, José Nilton Pandelot, afirmou: "Ainda que a suspeita sobre 22 processos seja uma gota no oceano representado pelos quase um milhão de processos que tramitaram no TRT-SP nos últimos dez anos, os juízes do trabalho exigem rigorosa apuração das denúncias de distribuição dirigida e eventual favorecimento de partes nas demandas judiciais".

_____________

Nota à Imprensa

Com referência à reportagem "TRT-SP é investigado por suspeita de fraudes", até o momento, os únicos dados de que dispomos sobre as graves suspeitas do MPF são aqueles publicados nas reportagens.

Nesta segunda-feira (17/10), encaminhamos ofício à Procuradora Chefe da Procuradoria da República no Estado de São Paulo, levando a S.Exa. a total disposição de colaborar na elucidação dos fatos divulgados.

Determinamos à Secretaria de Informática do Tribunal que promova um estudo técnico para detectar supostas falhas no sistema de distribuição dos feitos em 2ª instância.

Também será instalado um procedimento administrativo, visando a diagnosticar a situação.

Nós, Juízes e Servidores da Justiça do Trabalho de São Paulo, somos os maiores interessados no rápido esclarecimento dos acontecimentos.

DORA VAZ TREVIÑO

Juíza Presidenta do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

_______________

patrocínio

VIVO

últimas quentes