Domingo, 18 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Pesquisa

Cai número de protestos em SP

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto de Estudos de Protesto de Títulos - Seção São Paulo, houve queda de 9,2% com relação a outubro.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Foram apresentados 188.290 títulos contra 206.214 em outubro, 164.332 em setembro e Pesquisa realizada pelo Instituto de Estudos de Protesto de Títulos - Seção São Paulo junto aos 10 tabeliães de protesto da capital de São Paulo revelou que em novembro de 2013 foram protestados 61.931 títulos, o que significou uma queda de 9,2% em relação aos 68.212 de outubro, 62.960 de setembro e 65.198 de agosto. Já em relação aos 65.592 protestados em novembro de 2012 a queda foi de 5,5%.

Diminuíram também os cancelamentos de protestos, para 19.449 títulos contra 23.157 em outubro,22.599 em setembro e 24.562 em agosto.

O total bruto de títulos apresentados caiu para 188.290contra 206.214em outubro,164.332 em setembro e 188.565 em agosto.

Cheques

Do total de títulos protestados, 8% entretanto foram cheques: 5032 contra 5.093 em outubro, 4.634 em setembro e 4.468 em agosto.

Duplicatas

As duplicatas baixaram de 46.249 para 40.600. Números que envolvem principalmente duplicatas mercantis por indicação, mas também duplicatas mercantis, de serviço e de serviço por indicação, triplicatas mercantis e de serviço.

Promissórias

As notas promissórias também diminuíram: 2823 contra 3615 em outubro, 2901 em setembro e 3.517 em agosto.

Letras de câmbio

Foi protestada 1 letra, contra 9 em outubro, apenas 1 em setembro e 8 em agosto.

Novos e outros títulos

Os títulos novos aumentaram: 14.696 contra 14.234 em outubro, 14.049 em setembro, 13.859 em agosto. Entre esses títulos, destacaram-se as cédulas de crédito bancário, que baixaram para 878 contra 1212 em outubro, 1.118 em setembro e 1246 em agosto. Restaram outros 13.818 novos tipos de títulos, sendo principalmente certidões da dívida ativa, mas também contratos de locação e aluguel, contratos de câmbio, contratos de mútuo, contratos de alienação fiduciária, contratos de reserva de domínio, sentenças judiciais, notas de crédito, termos de conciliação, certidões de crédito comercial, confissões e documentos de dívida e encargos condominiais.

patrocínio

VIVO

últimas quentes