Sexta-feira, 15 de novembro de 2019

ISSN 1983-392X

Vestibular 2014

Direito na UFRN é o 2º curso com maior nota de corte no Sisu

A média fica abaixo apenas do curso de medicina da UFRJ, com 822,90; de acordo com dados do MEC para os cursos que ofertaram 100% de suas vagas pelo sistema.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

O curso de Direito da UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte (campus de Caicó) teve a 2ª maior nota de corte ampla concorrência no Sisu: 811,52. A média fica abaixo apenas do curso de medicina da UFRJ, com 822,90; de acordo com dados do MEC para os cursos que ofertaram 100% de suas vagas pelo sistema.

225.688 estudantes se inscreveram no Sisu para concorrer as 4.724 vagas ofertadas pelos 101 cursos de Direito, de 45 instituições de ensino superior, que aderiram ao programa. A relação de candidato por vaga geral foi de 47.77.

O curso de Direito da UFRJ também se destacou entre os 20 com maiores notas de corte, ocupando o 16º lugar, com média 792,41. No entanto, a nota de corte para os estudantes que concorriam por meio da lei de cotas (lei 12.711/12) é de 775,51, média que supera da UFRN, com 664,71.

Sisu

Ao acessar o sistema do Sisu, cada candidato pode se inscrever em duas opções de curso. No ato da inscrição, o sistema também relacionou as modalidades de concorrência, que eram três: sistema de cotas que segue a lei de cotas, sistema de ação afirmativa determinado pela instituição de ensino que oferece a vaga, e pela ampla concorrência (seleção regular).

Pela lei de cotas, pelo menos 50% das vagas de cursos em instituições públicas de ensino superior devem ser destinadas a alunos vindos de escolas públicas. Dentro desse grupo, metade das vagas será reservada a estudantes com renda familiar de até 1,5 salário mínimo. Outra parte será ocupada por alunos negros, pardos e indígenas, em divisão feita proporcionalmente à porcentagem de negros, pardos e índios na população do estado da instituição, segundo o mais recente censo do IBGE.

UFRN

A UFRN originou-se da Universidade do Rio Grande do Norte, criada em 1958; e foi formada a partir de faculdades e escolas de nível superior existentes em Natal, como a Faculdade de Farmácia e Odontologia, a Faculdade de Direito, a Faculdade de Medicina, a Escola de Engenharia, entre outras.

A Faculdade de Direito foi fundada em 1949 e regulamentada em 1951. A partir de 1968, com a reforma universitária, a UFRN passou por um processo de reorganização que marcou o fim das faculdades e a consolidação da atual estrutura, ou seja, o agrupamento de diversos departamentos que, dependendo da natureza dos cursos e disciplinas, organizaram-se em Centros Acadêmicos.

Atualmente, a UFRN oferece 84 cursos de graduação presencial, 9 cursos de graduação a distância e 86 cursos de pós-graduação. Sua comunidade acadêmica é formada por mais de 37.000 estudantes (graduação e pós-graduação), 3.146 servidores técnico-administrativos e 2 mil docentes efetivos, além dos professores substitutos e visitantes. O curso de Direito tem atualmente 949 estudantes.

UFRJ

A UFRJ foi criada em 1920, com o nome de Universidade do Rio de Janeiro. Em 1937 foi reorganizada e passou a se chamar Universidade do Brasil; e somente em 1965 passou a ter a atual denominação. Atualmente, a UFRJ oferece 104 cursos de graduação e 107 cursos de pós-graduação.

A Faculdade Nacional de Direito da UFRJ é fruto da fusão, em 1920, de duas Faculdades não estatais, a Faculdade Livre de Ciências Jurídicas e Sociais do Rio de Janeiro e a Faculdade Livre de Direito.

Nos anos 90, uma mudança curricular determinada pelo governo estabeleceu um currículo mínimo dos Cursos de Direito, a reformulação da estrutura departamental e a criação de um Centro de Extensão Comunitária compreendendo um Juizado Especial, um posto da Defensoria Pública e o Escritório Modelo, hoje Núcleo de Prática Jurídica.

Cronograma do Sisu

  • Inscrições: De 6/1 a 10/1 (às 23h59 do horário de Brasília)
  • 1ª chamada: 13/1
  • Matrícula da 1ª chamada: 17, 20 e 21/1
  • 2ª chamada: 27/1
  • Matrícula da 2ª chamada: 31/1, 3 e 4/2
  • Inscrição na lista de espera: 27/1 a 7/2 (às 23h59 de Brasília)

leia mais

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes