Segunda-feira, 25 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Avaliação. TST alcançou um recorde inédito de produtividade em 2005

terça-feira, 20 de dezembro de 2005


Avaliação. TST alcançou um recorde inédito de produtividade em 2005


O ano de 2005 ficará registrado no Tribunal Superior do Trabalho como o período em que o órgão de cúpula do Judiciário Trabalhista alcançou um recorde inédito de produtividade. As 133.977 demandas solucionadas pelo TST representam um acréscimo de 15% em comparação ao volume julgado em 2004 e superam a quantidade de processos distribuídos neste ano, 122.033 causas.


“Pela primeira vez em sua história, o Tribunal julga uma quantidade superior ao número de processos recebidos e esse é um fato extraordinário”, registrou o presidente do TST, ministro Vantuil Abdala ao fazer, na última sessão plenária do ano, um breve balanço das atividades institucionais do Tribunal em 2005.


O aumento da produtividade representa um passo importante para a eliminação do resíduo de causas acumuladas ao longo dos anos que alcança 240 mil processos. Pela primeira vez, lembrou Vantuil Abdala, parte desse resíduo foi eliminada. Segundo as estatísticas iniciais deste ano, a redução das causas remanescentes alcançou 6,5%.


“Somos testemunhas dos sacrifícios feitos pelos ministros desta Casa em busca desse resultado positivo”, frisou o ex-presidente da Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat) ao saudar a produtividade do TST neste ano.


A expectativa é a de que, no próximo ano, a produtividade também aumente com a ampliação do número de ministros do TST, prevista no texto da Emenda Constitucional nº 45 de 2004. A chamada Reforma do Poder Judiciário estabeleceu dez novas vagas de magistrados no TST, que passará a contar com 27 membros. Ainda nesta semana, a Presidência da República, deverá anunciar quatro desses novos nomes.

_______________________

patrocínio

Bradesco

últimas quentes