Segunda-feira, 15 de julho de 2019

ISSN 1983-392X

Síndico dativo da falência da Boi Gordo obteve liminar para evitar uma invasão das terras da Boi Gordo na região de Itapetininga/SP

terça-feira, 21 de março de 2006


Síndico dativo da falência da Boi Gordo obteve liminar para evitar uma invasão das terras da Boi Gordo na região de Itapetininga/SP

O Dr. Gustavo Sauer de Arruda Pindo, d. síndico dativo da falência da Boi Gordo, obteve esta semana liminar judicial para evitar uma invasão das terras da Boi Gordo na região de Itapetininga.


Pessoas ligadas ao Movimento dos Sem Terra -- MST haviam invadido terras vizinhas às propriedades da Fazendas Reunidas Boi Gordo S/A na região de Itapetininga. Verificado o fato e a possibilidade clara de que se preparava uma invasão das terras da Boi Gordo, o Dr. Gustavo Sauer tomou medida judicial de preservação da posse das terras em questão, requerendo ao Juízo de Itapetininga medida de interdito proibitório.


Na liminar, cuja íntegra estaremos em breve publicando, a Dra. Karla Peregrino Sotilo, Juíza substituta naquela Comarca, assim se pronunciou:


"Compulsando os autos há claramente a ameaça de turbação/esbulho praticada pelos requeridos contra a posse da requerente [Boi Gordo].


Assim, presentes os requisitos legais, defiro, a liminar pleiteada para determinar aos requeridos que se abstenham de praticar por si ou por terceiros a seu mando qualquer ato de turbação ou esbulho da posse legalmente exercida pela requerente [Boi Gordo] sob pena de incorrer em multa diária de R$ 10.000,00, além de responder por crime de desobediência..."


O Dr. Síndico age de maneira providencial para evitar o que seria uma calamidade para todos os credores. O fato da tentativa de tomada das terras da Boi Gordo no Estado de São Paulo serve de um alerta a todos: as terras e ativos da Boi Gordo devem ser vendidos imediatamente para evitar a perda desses ativos, quer por invasão do MST, quer por outras "invasões" que podem vir a ser engendradas para concretizar o maior calote deste país, quer ainda por outras medidas que tenham esse fim.

______________

Fonte: UNAA || BRASIL

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes