Quinta-feira, 21 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Histórias do Largo do São Francisco

Mais uma "estudantada" no Largo de São Francisco

terça-feira, 12 de agosto de 2003

Histórias do Largo do São Francisco

Vários estudantes marcaram história no Largo de São Francisco, como o escritor Monteiro Lobato.

O palco principal das famosas histórias do autor foi a república do Minarete, um chalezinho amarelo da Rua 21 de Abril, no Belenzinho, onde Lobato se reunia com os colegas.

Foi no Minarete, um lugar conhecido por estudantes da época e que apresentavam em suas paredes curiosas inscrições, à guisa de advertência aos visitantes: AQUI SÓ SE COME PÃO DO ESPÍRITO – AS VISITAS DOS PROFANOS SÓ PODEM DURAR DEZ MINUTOS, que Lobato liderou o grupo de colegas que formou o Cenáculo e aprontou coisas para estudante nenhum botar defeito.

Ontem, na solenidade de abertura das comemorações pelos cem anos do Centro Acadêmico XI de Agosto, nas arcadas da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, ocorreu mais uma inusitada história que certamente ficará registra nas memórias do Largo do São Francisco.

Dessa vez, a personagem principal foi uma galinha preta que bateu asas até a prefeita Marta Suplicy como forma de um protesto.

O autor do protesto foi Ernest Hellmuth, aluno do 1.º ano. Ele tinha outras duas galinhas na mochila, só que brancas.

As galinhas foram compradas na manhã de ontem a R$ 3,00 o quilo. O preço final do protesto ficou em R$ 34,00, pagos por quatro galinhas. Inicialmente, os manifestantes tentaram entrar na faculdade com as aves numa caixa, mas foram impedidos.

Num camelô, trocaram uma das galinhas por uma mochila, onde as outras três foram enfiadas. As duas brancas acabaram sendo doadas a mendigos. A preta foi "detida" pelo segurança e ninguém mais ouviu falar dela.

__________________

patrocínio

Bradesco

últimas quentes