Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Falência

Pedidos de falência caem 19,8% no acumulado em 12 meses

Nos pedidos de recuperação judicial houve queda de 14,3%

quarta-feira, 7 de março de 2018

Os pedidos de falência caíram 19,8%, entre março de 2017 e fevereiro de 2018, em comparação aos 12 meses anteriores, de acordo com dados de abrangência nacional da Boa Vista Serviços S/A, que atua no segmento de inteligência analítica sobre consumidores e empresas.

No mesmo período, enquanto as falências decretadas subiram 7,9%, os pedidos de recuperação judicial caíram 14,3% e as recuperações judiciais deferidas tiveram queda de 14,5%.

Em fevereiro, em relação a janeiro de 2018, houve aumento de 31,8% nos pedidos de falência. No entanto, as falências decretadas caíram 32,4%, enquanto pedidos de recuperação judicial avançaram 81,9% e as recuperações judiciais deferidas 39%.

As empresas apresentaram, segundo a Boa Vista Serviços S/A, sinais mais sólidos dos indicadores de solvência após o período de "intensa retração da atividade econômica redução do consumo, restrição e encarecimento do crédito, entre outros fatores", que contribuíram para que nos resultados acumulados em 12 meses, apenas as falências decretadas tenham crescido.

O levantamento utilizou o indicador de falências e recuperações judiciais construído de acordo com a apuração dos dados mensais registrados na base de dados da Boa Vista Serviços S/A, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados.

Devido ao movimento atípico do volume de pedidos e deferimentos de recuperação judicial realizados por um grupo do setor imobiliário, em março de 2017, contabilizou-se para as respectivas séries somente o CNPJ principal da empresa em questão.

_______________

Boa Vista Servicos S/A

leia mais

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes