Sábado, 17 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Centenário

Os 100 anos de Nelson Mandela

Advogado, escritor e ativista, Mandela ficou conhecido por sua luta pelo fim do Apartheid e pela igualdade racial. Ele completaria 100 anos de idade nesta quarta-feira, 18.

quarta-feira, 18 de julho de 2018

"Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele, da sua origem ou da sua religião. Para odiar, é preciso aprender. E, se podem aprender a odiar, as pessoas também podem aprender a amar." – Nelson Mandela

Há exatos 100 anos, no dia 18 de julho de 1918, nascia em Mvezo, na África do Sul, Nelson Mandela. Advogado, escritor e ativista, Mandela foi o primeiro presidente negro a ser eleito em seu país e se tornou o vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1993 por causa de sua luta pelo fim do Apartheid e pela igualdade racial na África do Sul.

Nascido de uma família de nobreza tribal, Mandela foi o primeiro integrante de sua família a concluir a educação formal. Em sua juventude, ingressou na universidade Fort Hare, a primeira instituição de ensino superior sul-africana a ministrar cursos para negros.

Carreira jurídica

Após se juntar a grupos de protestos estudantis, Mandela foi expulso da faculdade, na qual fez muitos amigos com quem, mais tarde, formaria o núcleo de comando do Congresso Nacional Africano – CNA. Anos depois, a universidade Fort Hare se redimiu e permitiu que Mandela continuasse o curso por correspondência, já que ele havia se mudado para Joanesburgo, a maior cidade da África do Sul. Com isso, em 1943, Mandela se formou no curso de Direito.

Em 1952, Nelson Mandela juntou-se a Oliver Tambo, que conheceu durante a faculdade, e montou o escritório Mandela & Tambo, a primeira advocacia formada por negros na África do Sul. Àquela época, junto com membros do CNA, Nelson se encontrava engajado em campanhas contra o Apartheid – política oficial de segregação racial vigente na África do Sul entre os anos de 1948 e 1994.


Oliver Tambo (à esquerda) e Nelson Mandela.

Prisão

Por não concordar com a política segregacionista vigente no país, Mandela foi preso em 1963, junto com outros líderes do CNA contrários ao Aparthaid. Em 1964, foi condenado à prisão perpétua.

Em 1986, sua soltura passou a ser negociada com o governo. Após 27 anos, em 1990, Mandela foi solto e retomou sua luta em favor da igualdade racial no país.

Presidência

Em 1993, Nelson Mandela recebeu, junto com o então presidente da África do Sul, Frederik de Klerk, o prêmio Nobel da Paz. No ano seguinte, votou pela primeira vez em sua vida – em uma eleição democrática – e foi eleito, em 10 de maio de 1994, para o cargo de presidente da África do Sul.

Mandela foi o primeiro presidente democraticamente eleito em seu país e o primeiro negro a se tornar chefe de Estado da África do Sul.Mandela faleceu em dezembro de 2013, aos 95 anos de idade.

Em 2009, a Organização das Nações Unidas – ONU criou o Dia Internacional Nelson Mandela, a ser comemorado no dia 18 de julho de cada ano.

 

 

patrocínio

VIVO

últimas quentes