Sábado, 7 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

Promoção

Resultado do sorteio da obra "Memórias do Desenvolvimento da Arbitragem no Brasil"

O livro busca resgatar a belíssima passagem pela qual se edificou a instituição da arbitragem no Brasil.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

tA obra coletiva "Memórias do Desenvolvimento da Arbitragem no Brasil" (OAB – 287p.), organizada por Flávia Bittar Neves, Francisco Maia Neto, Ricardo Ranzolin e Joaquim de Paiva Muniz, sócio do escritório Trench Rossi Watanabe, contém entrevistas com vinte advogados renomados, membros da comunidade arbitral brasileira, acerca da vigência da Lei de Arbitragem no Brasil.

"No período de vinte e dois anos, desde a edição da lei 9.307/96, o Brasil passou de um país em que o procedimento arbitral era quase desconhecido para uma das jurisdições mais dinâmicas e sofisticadas da matéria. Tornamo-nos referência em arbitragem, um imenso mercado para a advocacia, tanto na representação das partes quanto na atuação como árbitros. (...)

Diante disso, é um dever registrar a história do desenvolvimento da arbitragem no Brasil, desde a gênese da lei até os tempos atuais, pela voz de quem contribuiu e continua a contribuir decisivamente para tamanho êxito.

São ex-ministros do STF, professores e árbitros, todos hoje advogados atuantes, que, em outros tempos, levantaram a bandeira da arbitragem, não obstante o vento em sentido contrário, e fizeram a diferença. (...)" Claudio Lamanchia. 

Sobre os organizadores:

Joaquim de Paiva Muniz é sócio do escritório Trench Rossi Watanabe, membro do Conselho Seccional da OAB/RJ e presidente da Comissão de Arbitragem da mesma instituição. Diretor do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem.

Flávia Bittar Neves é sócio-fundadora do escritório Flávia Bittar – Sociedade de Advogados. Atua como advogada e árbitra em arbitragens domésticas e internacionais, com ênfase nas áreas de infra-estrutura, construção civil, energia elétrica e mineração.

Francisco Maia Neto é graduado em Engenharia Civil e Direito pela UFMG, pós-graduado em Engenharia Econômica pela Fundação Dom Cabral, onde é professor convidado. Membro da lista de árbitros de câmaras arbitrais em MG, SP, RJ, PR e DF. Secretário-Geral da Comissão de Arbitragem da OAB Nacional e vice-presidente Jurídico da CMI-SECOVI/MG.

Ricardo Ranzolin é advogado sócio do escritório Silveiro Advogados. Graduado em Direito pela UFRGS, pós-graduado em Business Administration pela Harvard Business School, especialista e pós-graduado em Direito Processual Civil pela PUC-RS e mestre em Direito Processual Civil – PUC-RS (2006). 

__________

Ganhador:

Marcello Torres, de Itapira/SP

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes