Sábado, 19 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Promoção

Resultado do sorteio da obra "A Psicografia ante os Tribunais"

O livro se constitui em documentação histórico para a Doutrina Espírita no Brasil.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

tA obra "A Psicografia ante os Tribunais" (Feb – 488p.), do saudoso advogado Miguel Timponi, trata da ação judicial movida pela viúva e filhos de Humberto de Campos, contra a FEB e Francisco Cândido Xavier, na qual foram pleiteados os direitos autorais sobre a obra psicográfica recebida do Espírito Humberto de Campos.

O autor relata todo o processo, desde a inicial até a decisão final da Justiça, ao reconhecer que, para fins legais, os direitos autorais não podem ser atribuídos a um Espírito desencarnado.

Estabelece interessantes comparações entre a obra de Humberto de Campos encarnado e como Espírito, reunindo opiniões de professores, psiquiatras, poetas, cientistas e juristas, que atestam a autenticidade do estilo do escritor póstumo.

Sobre o autor:

Miguel Timponi escolheu a advocacia como profissão e, quando formado, tornou-se criminalista. No RJ, foi secretário do Interior e Segurança em 1935. Foi um dos fundadores da Ordem dos Advogados do Brasil e seu primeiro presidente. Em outra etapa de sua vida, o dr. Miguel Timponi aceitou "O caso Humberto de Campos", como advogado da Federação Espírita Brasileira e de Francisco Cândido Xavier, para contestar a ação impetrada pela família do escritor desencarnado, que pretendia os direitos autorais da obra literária produzida pela mediunidade de Chico Xavier, recebida do Espírito Humberto de Campos. A Ação Declaratória foi julgada improcedente e o dr. Timponi obteve brilhante vitória jurídica. Desencarnou aos 70 anos, no dia 13 de fevereiro de 1964, em Belo Horizonte, para onde se transferira aos 60 anos, quando encerrou suas atividades profissionais. 

__________

Ganhador:

Ricardo Maia Pereira, advogado em Divinópolis/MG

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes