Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Tragédia em Brumadinho

Eduardo de Salles Bartolomeo presidirá interinamente a Vale

Conselho de Administração da mineradora recebeu recomendação com considerações e recomendações sobre afastamento de alguns executivos e colaboradores.

segunda-feira, 4 de março de 2019

 t

Executivo com passagem de uma década pela mineradora, Eduardo de Salles Bartolomeo terá a missão de restabelecer a normalidade na mineradora após o afastamento de Fabio Schvartsman, anunciado na véspera do Carnaval via fato relevante.

A Vale informou que o Conselho de Administração recebeu do MPF, do MP/MG, da PF e da Polícia Civil do Estado mineiro a recomendação (11/2019) com considerações e recomendações sobre afastamento de alguns executivos e colaboradores nos diversos níveis organizacionais da companhia.

O Conselho manteve reuniões durante a noite de sexta-feira, 1º/3, e sábado, 2, incluindo interações com executivos da companhia. Durante as suas discussões, o Conselho recebeu, dos próprios executivos Fabio Schvartsman (Diretor-Presidente), Gerd Peter Poppinga (Diretor-Executivo de Ferrosos e Carvão), Lucio Flavio Gallon Cavalli (Diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão) e Silmar Magalhães Silva (Diretor de Operações do Corredor Sudeste), os pedidos de afastamento temporário de suas funções, que foram imediatamente aceitos.

O Conselho de Administração acionou então o plano de interinidade previamente discutido: nomear Eduardo de Salles Bartolomeo (atual Diretor-Executivo de Metais Básicos) como Diretor-Presidente interino da Vale a partir desta data.

Claudio de Oliveira Alves (atual Diretor de Pelotização e Manganês) ocupará interinamente a função de Diretor-Executivo de Ferrosos e Carvão e Mark Travers (atual Diretor Jurídico, de Relações Institucionais e Sustentabilidade de Metais Básicos) ocupará interinamente a função de Diretor-Executivo de Metais Básicos.

Currículo

De acordo com o próprio perfil de Bartolomeu divulgado no site da mineradora, "por possuir ampla experiência em gestão de organizações globais e complexas, tendo, inclusive, ocupado importantes cargos de liderança na Vale durante dez anos", Eduardo assumiu a Diretoria Executiva de Metais Básicos da empresa em 1º de janeiro de 2018, com o principal objetivo de tornar o negócio sustentável, com geração de caixa positivo e de longo prazo.

Em 2017, foi diretor-presidente da Nova Transportadora do Sudeste, gasodutos de gás natural adquirido da Petrobras pelo consórcio liderado pela Canadense Brookfield. Como um dos responsáveis pela estruturação da empresa, Bartolomeo atuou ativamente nos acordos para o processo de aquisição, organizou a formação do mais alto nível de direção da companhia e implantou o modelo de gestão de forma a permitir sua operação.

No Brazil Hospitality Group (BHG), o terceiro maior grupo da indústria de hospitalidade no Brasil, foi diretor-presidente de 2013 a 2015, quando estabeleceu um sólido modelo de gerenciamento, focado na obtenção de resultados, ação que, dentre outros aspectos, elevou as vendas em 30% e o EBTDA em 56%, além de aprimorar o nível de qualidade dos serviços.

De 2007 a 2012, foi Diretor Executivo na Vale. Nesse período, administrou ativos de US$ 45 bilhões, gerenciou as operações integradas das minas, ferrovias e portos para a produção e transporte de produtos a granel em três continentes e liderou uma equipe de 60 mil empregados. Estruturou a Valor Logística Integrada (VLI), com geração de receita R$ 3,2 bilhões, com EBITDA de R$ 700 milhões e valor de mercado estimado, à época, em R$ 8 bilhões. Além disso, implementou o Sistema de Produção da Vale (VPS), o que resultou em melhorias significativas de eficiência.

Como diretor do Departamento de Operações Logísticas da Vale de 2004 a 2006, quando trabalhou com todas as operações complexas de logística (ferrovias, portos e terminais), executou o plano de turnaround para a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA).

Em 1994, ingressou na Companhia de Bebidas das Américas (Ambev), em que permaneceu até 2004. Iniciou suas atividades profissionais em 1988 como trainee na Companhia Siderúrgica Paulista (COSIPA), em Santos, onde permaneceu até 1991. Eduardo Bartolomeo preside o Conselho da Log-In Intermodal desde abril de 2016.

De setembro de 2016 a dezembro de 2017, integrou o Conselho de Administração da Vale como representante do BNDES. Graduado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal Fluminense em 1988, possui títulos de MBA pela Katholieke Universiteit Leuven (Universidade Católica de Leuven), Bélgica, 1993, e pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), Estados Unidos, 2013. 

leia mais

Tragédias mineiras e petroleiras na América geram impactos nos âmbitos judicial e normativo

Brumadinho: Oito funcionários da Vale são presos

MG: Projeto sobre barragens deve ter prioridade na Assembleia Legislativa

Brumadinho reacende debate sobre valor de indenizações em acidentes de trabalho

Órgãos vinculados ao ministério de Minas e Energia devem apurar causas de tragédia em Brumadinho

Defensores públicos Federais atenderão vítimas de Brumadinho em força-tarefa

Em julho de 2018, deputado anunciou rupturas de barragens em Minas

FakeNews

Leitmotiv

Justiça de MG manda Vale resgatar animais da lama

Funcionários da Vale e engenheiros suspeitos de atestar segurança da barragem são presos

Vale deve manter salários dos desaparecidos e assumir despesas de funerais

Governo recomenda a órgãos Federais fiscalização imediata de barragens

Tragédia em Brumadinho: PGR prepara resolução que cria ofícios especializados para monitoramento

Recém-instalada Agência Nacional de Mineração terá desafio de fiscalizar atividade no país

Vale tem mais R$ 5 bilhões bloqueados por Justiça mineira

OAB vai até Brumadinho, “perdas humanas são maiores”

Na década de 70, a promessa era de riqueza com a mineração

Brumadinho: Vale conseguiu no fim do ano passado licença para mais dez anos

Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale

Cronograma de indenizações decorrente de tragédia em Mariana/MG perde força, alerta advogado

TRF da 1ª região modifica imputação por homicídio contra ex-executivo da Samarco

Publicados decretos que regulamentam regras para o setor da mineração

Temer sanciona lei que cria a Agência Nacional de Mineração

STJ define competência interna em caso sobre responsabilidade da Samarco por tragédia ambiental

Caso Mariana: Acordo preliminar prevê R$ 2,2 bi de garantia da Samarco, Vale e BHP Billiton

STJ fixa competência da JF de Belo Horizonte em conflito envolvendo a Samarco

JF julgará crimes ambientais decorrentes do rompimento de barragem em Mariana/MG

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes