Domingo, 25 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Declaração

Bolsonaro afirma que pai de Santa Cruz desapareceu pelas mãos do próprio movimento

Fernando, pai do presidente da OAB, desapareceu durante ditadura militar.

segunda-feira, 29 de julho de 2019

“Eles resolveram sumir com o pai do Santa Cruz”, contou Jair Bolsonaro durante uma live no Facebook enquanto cortava o cabelo, na tarde desta segunda-feira, 29. Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, é filho de Fernando Santa Cruz, desaparecido em 1974.

Mais cedo, ao reclamar da atuação da OAB no processo judicial de Adélio Bispo, autor da facada no presidente durante as eleições, o presidente afirmou que, se Felipe Santa Cruz quisesse, contaria como o pai desapareceu.  

Na live, o presidente explica: “Como eu obtive as informações? Conversando com as pessoas, oras bolas.

Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira foi um estudante e militante do movimento estudantil brasileiro. De acordo com um de seu irmãos, João Artur, Fernando não era ligado à luta armada, mas era membro da Ação Popular Marxista-Lenista. No dia 23 de fevereiro, Fernando saiu da casa do seu irmão Marcelo para o encontro com os amigos às 16h daquele sábado de carnaval, e disse que voltaria às 18h. Entretanto, nunca mais foi visto. O filho Felipe tinha dois anos de idade. 

O presidente do Conselho Federal Felipe Santa Cruz respondeu afirmando que "o que une nossas gerações, a minha e a do meu pai, é o compromisso inarredável com a democracia, e por ela estamos prontos aos maiores sacrifícios. Goste ou não o presidente". 

A própria OAB, bem como o IAB, o Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais e o Sindicato dos Advogados do RJ divulgaram nota em criticando as declarações de Bolsonaro.

leia mais

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes