Terça-feira, 22 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Defensoria Pública de SP empossa conselho consultivo

X

sexta-feira, 10 de novembro de 2006

 

Ilustres membros

Defensoria Pública de SP empossa conselho consultivo

 

A Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública de São Paulo empossa hoje 11 membros do seu Conselho Consultivo, formado por advogados, acadêmicos e pessoas das áreas dos Direitos Humanos e da Justiça. Com a posse, a Defensoria passa a ser a primeira instituição jurídica do país dotada de um órgão de controle externo constituído apenas por integrantes da sociedade civil.

A finalidade do conselho será acompanhar os trabalhos do órgão e formular críticas e sugestões, criando um canal permanente de comunicação com a sociedade. Trata-se da primeira instituição jurídica do país com um conselho externo.

“A ocasião permite refletir sobre a importância da participação social nas instituições jurídicas”, afirmou o ouvidor-geral da Defensoria Pública do estado de São Paulo, Willian Fernandes.

O conselho será composto por:

  • Dora Cavalcanti Cordani, advogada e presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa - IDDD; integrante da banca Ráo, Cavalcanti & Pacheco Advogados
  • Antonio Carlos Malheiros, presidente da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo;
  • Maria Teresa Sadek, professora de Ciência Política da USP;
  • Urbana Benedito Mariano, ex-secretário municipal de Segurança;
  • Michael Mary Nolan, o advogado da Pastoral Carcerária;
  • Albertina Costa, pesquisadora;
  • Sueli Carneiro, diretora do Gelides;
  • Flávio Crocce Caetano, advogado;
  • Luciano de Freitas Santor, advogado;
  • Eloísa Machado de Almeida, advogada;
  • Lucila Pizani Gonçalves, ex-vereadora.

Entre as autoridades convidadas para o evento, estão o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Celso Limongi; o ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos; o procurador-geral do Ministério Público de São Paulo, Rodrigo Rebello Pinho, o governador de São Paulo, Cláudio Lembo; o procurador da República, Sérgio Suiama e o deputado Luiz Eduardo Greenhalg (PT-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara; entre outros.

A cerimônia hoje, às 16h, no Salão do Júri do Palácio Justiça de São Paulo.

_______________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes