Sexta-feira, 19 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Examinador depõe no CNJ e confirma fraude em concurso para juiz no RJ

X

quarta-feira, 4 de abril de 2007


Investigação

Examinador depõe no CNJ e confirma fraude em concurso para juiz no RJ

Testemunha-chave da investigação de supostas fraudes no concurso para juízes do Tribunal de Justiça do RJ, o advogado tributarista Ricardo Aziz Cretton confirmou as denúncias ontem em depoimento no CNJ. Integrante da banca que corrigiu as provas do concurso, Cretton confirmou ter encontrado respostas idênticas ao gabarito em pelo menos um teste e apresentou outras informações mantidas sob sigilo.

O pedido de anulação do concurso para juiz no Rio de Janeiro deve estar pronto para julgamento no Plenário do CNJ até o final do mês de abril. A previsão é do relator do processo (PCA 510 - clique aqui), conselheiro Alexandre de Moraes. O conselheiro também já pediu à Polícia Federal a realização de perícia em todas as provas prestadas no concurso e intimou a manifestarem-se os 24 aprovados, que já tomaram posse. Além disso, foi publicado edital para que todos os interessados se manifestem até 12 de abril.

O ex-chefe de gabinete da Presidência do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Paulo Targa, também foi ouvido ontem. Ele falou sobre procedimentos, segurança e inviolabilidade do concurso.

Segundo denúncia apresentada pela OAB ao CNJ no dia 16 de março, há suspeita de vazamento do gabarito, que teria beneficiado candidatos. Na próxima semana (dias 11 e 12), serão ouvidos os desembargadores que participaram da Comissão de Concurso.

________________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes