Quinta-feira, 18 de julho de 2019

ISSN 1983-392X

Reeleição

Substitutivo é rejeitado. Proposta ainda pode ser votada

quinta-feira, 20 de maio de 2004

Reeleição negada

Faltaram cinco votos para que o plenário da Câmara dos Deputados aprovasse ontem o substitutivo da comissão especial à Proposta de Emenda à Constituição 101/03, do deputado Benedito de Lira, que autoriza a reeleição dos membros das Mesas Diretoras da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Para a aprovação do substitutivo, seria necessário o apoio de 308 parlamentares. Foram apurados 303 votos a favor, 127 contra e nove abstenções. A disputa em torno do projeto envolvia, de um lado, o grupo de Sarney e de João Paulo, principais beneficiados pela emenda. De outro, os apoiadores do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, que pleiteia a vaga de Sarney.

Durante o processo de discussão, defenderam a PEC os deputados Antônio Carlos Magalhães Neto (PFL-BA), Claudio Cajado (PFL-BA), Robson Tuma (PFL-SP) e José Pimentel (PT-CE). Falaram contra os deputados José Eduardo Martins Cardozo (PT-SP), Antonio Carlos Pannunzio (PSDB-SP), João Fontes (sem partido-SE) e Fernando Coruja (PPS-SC).

Durante o processo de encaminhamento da votação, o líder do Governo, deputado Professor Luizinho (PT-SP), que ressaltou falar em nome pessoal, encaminhou a favor da proposta. O deputado Mauricio Rands (PT-PE) também encaminhou pela aprovação. Os deputados Paulo Delgado (PT-MG) e Miro Teixeira (PPS-RJ) encaminharam contra.

No entanto, quando tudo parecia terminado, o vice-presidente Inocêncio Oliveira, que conduziu a sessão, lançou a bomba:

 “Não encerramos a discussão sobre a matéria. Estávamos apenas votando um substitutivo.  A PEC ainda não foi votada.”

_______________ .

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes