Terça-feira, 21 de maio de 2019

ISSN 1983-392X

Rejeitada queixa-crime de Richarlyson contra dirigente do Palmeiras

quarta-feira, 7 de novembro de 2007


Injúria

Rejeitada queixa-crime de Richarlyson contra dirigente do Palmeiras

O juiz auxiliar do Juizado Especial Criminal Central de São Paulo - JECRIM, Carlos Eduardo Lora Franco, rejeitou ontem a queixa-crime do jogador de futebol Richarlyson Barbosa Felisbino contra o dirigente do Palmeiras, José Cyrillo Junior, por injúria.

Segundo o magistrado, em nenhum momento houve qualquer afirmação expressa por parte do dirigente que imputasse ao atleta do São Paulo Futebol Clube a condição de homossexual. "Pela forma como José Cyrillo se pronunciou em um programa de tevê, evidencia-se que houve imprudência e descuido (culpa em sentido jurídico) ao acabar permitindo que viessem a público comentários de que Richarlyson seria o jogador sobre o qual se falava".

Ainda no despacho, o magistrado: "É, pois, uma situação que poderia até ensejar responsabilização civil (indenização por danos morais), mas que não tem relevância penal, não constituindo crime".

__________
____________

  • Leia mais

16/8 - TJ/SP vai investigar o juiz Manoel Maximiano Junqueira Filho que arquivou a queixa-crime apresentada pelos advogados do volante Richarlyson - clique aqui.

7/8 - Caso Richarlyson -Advogados do jogador entram com Reclamação Disciplinar no CNJ contra polêmica decisão de magistrado paulista - clique aqui.

________________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes