Domingo, 24 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Suspense

Comissão OAB avalia inquérito da morte de Toninho do PT

segunda-feira, 5 de julho de 2004

Suspense

Uma comissão da OAB está hoje em Campinas/SP avaliando o inquérito sobre o assassinato, que aconteceu em 10 de setembro de 2001, do prefeito de Campinas, Antônio da Costa Santos, o Toninho do PT. A avaliação acontece a pedido da família.

A comissão é formada por três integrantes da OAB. O presidente da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal, Edísio Simões Souto, o vice-presidente dessa comissão, Hédio Silva Júnior, e o relator do grupo, Roberto de Freitas Filho.

Depois de ouvir assessores mais próximos de Toninho e a viúva dele, Roseana Moraes Garcia, que defende a reabertura do inquérito por considerar que existem falhas na apuração dos fatos, esses advogados vão procurar o Ministério Público e os promotores que acompanharam o caso. Às 16h, eles terão audiência com a atual prefeita Izalene Tiene, que ocupava o cargo de vice quando Toninho foi assassinado.

Segundo a conclusão do inquérito policial, Toninho morreu por acaso, por estar na rota de uma quadrilha.

______________...

 

patrocínio

Bradesco

últimas quentes