Segunda-feira, 24 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Falecimento - José Granadeiro Guimarães

Faleceu, aos 92 anos, José Granadeiro Guimarães (OAB/SP 4.109). Advogado especializado na área trabalhista, formou-se em Direito pela Faculdade de Direito do Largo do São Francisco da Universidade de São Paulo (Turma 1939).

quarta-feira, 18 de junho de 2008


Falecimento

José Granadeiro Guimarães

Faleceu, aos 92 anos, José Granadeiro Guimarães (OAB/SP 4.109). Advogado especializado na área trabalhista, formou-se em Direito pela Faculdade de Direito do Largo do São Francisco da Universidade de São Paulo (Turma 1939).

O velório acontece no Cemitério Gethsêmani, Praça da Ressurreição nº 1, Morumbi, a partir das 13h de hoje, 18/6, e o sepultamento ocorrerá às 16h.

Histórico

Formação:

Formado em Direito pela Faculdade de Direito do Largo do São Francisco da Universidade de São Paulo em 1939.

Título:

  • Membro do Instituto de Direito Social desde 1967.
  • Distinguido com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, pelo Tribunal Superior do Trabalho, no grau de Comendador em 1977 e com a Ordem do Mérito do Trabalho, pelo Governo Federal, no grau de Comendador em 1987.
  • Distinguido com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, pelo Tribunal Superior do Trabalho, no grau de Grande oficial em 2000.
  • Distinguido com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, no grau de Comendador em 2002.
  • Membro do Instituto Latino Americano de Derecho del Trabajo y de la Seguridad Social desde 1978.
  • Sócio honorário da Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo desde 1984.

Perfil Profissional:

  • Constituiu o escritório Granadeiro Guimarães Advogados especializado em Advocacia Trabalhista em 1941, época contemporânea ao nascimento do Direito Laboral no Brasil.
  • Tem atuação preponderante junto aos tribunais, promovendo sustentações orais perante as instâncias superiores.
  • Superintende a área de recursos.

Sobre o escritório Granadeiro Guimarães Advogados :

Granadeiro Guimarães Advogados é uma sociedade cuja origem se confunde, desde o século XIX, com a tradição e envolvimento da própria família na Advocacia, hoje reunindo cinco gerações consecutivas dedicadas ao Direito. Tem ainda sua trajetória vinculada ao Direito do Trabalho desde os primórdios deste.

Dr. Francisco Granadeiro da Silva Guimarães, nascido em 1870, formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - Largo de São Francisco, então denominada Faculdade de Direito da Cidade de São Paulo, em 1893. Iniciador da tradição familiar nas letras jurídicas, dedicou-se ao ramo do Direito Público e Administrativo na então Capital da novel República, instalada no Rio de Janeiro, sendo mais tarde designado Embaixador do Brasil na Itália.

Seguindo os passos do pai, seu filho, Dr. Renato Granadeiro Guimarães, nascido em 1894, formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - Largo de São Francisco, em 1919. Atuou como advogado criminalista, revelando-se tribuno de escol. Foi Promotor Público, ao mesmo tempo em que se dedicou à carreira política.

Na linha de sucessão, Dr. José Granadeiro Guimarães, formado em 1939 pela mesma Faculdade que seu pai e avô, direcionou o escritório para a especialização na advocacia trabalhista, em 1941, época contemporânea do nascimento do Direito Laboral no Brasil, coincidente com a promulgação da CLT - Consolidação das Leis do Trabalho.

A partir de 1964 e 1966, respectivamente, seus filhos, Dr. Maurício Granadeiro Guimarães e Dr. Pérsio Granadeiro Guimarães --- este, prematuramente falecido em 2003 - passaram a compor a equipe do escritório, priorizando o caráter empresarial da instituição e implementando uma estrutura de gerenciamento profissional na organização.

Representando a continuidade e o futuro do escritório, a partir de 1990 o Dr. Gustavo Granadeiro Guimarães passa a integrar o corpo jurídico, bacharelando-se em 1996 – cento e três anos após seu trisavô - na mesma Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo .

No ano de 2004, cento e onze passados de seus primórdios, Granadeiro Guimarães Advogados, sem perder seu caráter empresarial familiar, resolve dar-se feição mais dinâmica, melhor sintonizada com os novos tempos, admitindo a fazer parte da sociedade, no escopo de aperfeiçoar sua profissionalização, os melhores e mais antigos e atuantes de seus advogados, que passam também a integrar o quadro societário da empresa, na aba de um novo terceiro século.

OAB/SP e AATSP lamentam falecimento

"O falecimento do professor José Granadeiro Guimarães deixa uma lacuna no mundo jurídico, especialmente na área Trabalhista,  trata-se pois da perda de um dos maiores advogados que o Brasil já conheceu. A Advocacia Brasileira está de luto", afirmou o presidente da OAB/SP, Luiz Flávio Borges D'Urso, ao tomar conhecimento do falecimento do advogado  José Granadeiro Guimarães.

"A família Granadeiro Guimarães é um símbolo da advocacia militante, que atravessou  séculos, reunindo uma herança de amor ao Direito, de luta em defesa do  jurisdicionado e de busca pela  modernização para responder às demandas de um mundo cada vez mais complexo", ponderou D'Urso.

É com profundo pesar que a Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo - AATSP comunica o falecimento de seu sócio-honorário José Granadeiro Guimarães. "Em mais de seis décadas de contribuição à Justiça do Trabalho, o decano teve sua atuação reconhecida em diversas oportunidades. Foi distinguido com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, pelo Tribunal Superior do Trabalho, no grau de Comendador em 1977 e com a Ordem do Mérito do Trabalho, pelo Governo Federal, no grau de Comendador em 1987. Recebeu a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, pelo Tribunal Superior do Trabalho, no grau de Grande oficial em 2000 e a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, no grau de Comendador em 2002. Em 2003, o advogado foi homenageado pela AATSP, no XXII Congresso Estadual de Advogados Trabalhistas, realizado na cidade de Bragança Paulista". A AATSP lamenta esta irreparável perda para a comunidade jurídica e presta condolências, por meio de sua presidência e conselho diretivo, aos familiares, diz Fabíola Marques, presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo.

____________________

patrocínio

VIVO

últimas quentes