Quinta-feira, 14 de novembro de 2019

ISSN 1983-392X

STF indefere liminar e mantém Cacciola preso

O ministro do STF Joaquim Barbosa indeferiu o pedido de liminar em HC 96445 impetrado em defesa do ex-banqueiro Salvatore Cacciola, preso preventivamente desde 18/7 na Penitenciária Pedrolino Werling de Oliveira - Bangu 8, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

terça-feira, 14 de outubro de 2008


HC

Ministro Joaquim Barbosa indefere liminar e mantém Cacciola preso

O ministro do STF Joaquim Barbosa indeferiu o pedido de liminar em HC 96445 impetrado em defesa do ex-banqueiro Salvatore Cacciola, preso preventivamente desde 18/7 na Penitenciária Pedrolino Werling de Oliveira - Bangu 8, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Barbosa afastou o argumento de que a prisão de Cacciola foi decretada sem que a defesa do ex-banqueiro fosse ouvida pelo juiz federal. Os advogados alegam que o juiz da 2ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro primeiro indeferiu o pedido de prisão e, depois, a pedido do MPF, decidiu deferi-lo.

Segundo o ministro Joaquim Barbosa, ao contrário do que foi alegado pela defesa, o pedido de prisão do ex-banqueiro não foi julgado pelo juiz federal. "Este apenas retratou-se da decisão [anterior]", conforme previsto no CPP.

O ministro acrescentou que Cacciola não foi prejudicado, já que o CPP prevê que a parte contrária pode recorrer da decisão do juiz por meio de petição.

"Ademais, considerando que a prisão preventiva pode ser decretada até mesmo de ofício pelo juiz, não se sustenta a tese de que a defesa deveria ser ouvida antes da decretação da custódia, apenas porque, no caso, a decretação operou-se em sede de juízo de retratação", concluiu o ministro.

Barbosa também observou que o habeas corpus foi impetrado sem que documentos importantes fossem anexados ao pedido, como as decisões judiciais do STJ e do TRF da 2ª região, no Rio, que indefeririam pedidos anteriores feitos pela defesa de Cacciola.

A decisão do ministro Joaquim Barbosa é provisória. O habeas ainda será julgado em definitivo pela Segunda Turma do STF. Não há data prevista para o julgamento.

_______________

Migalhas em Mônaco

Um redator de Migalhas foi enviado especialmente a Mônaco para tratar com o Príncipe da extradição de Cacciola. Veja as notícias enviadas pelo redator em maio de 2008 (Migalhas 1.892 - 7/5/08). Clique aqui.

_________
________________

Leia mais

  • 17/7/2008 - Salvatore Cacciola chega ao RJ -clique aqui.
  • 10/7/2008 - STF arquiva HC de Salvatore Cacciola -clique aqui.
  • 5/7/2008 - MJ comemora decisão de Mônaco que aceitou pedido de extradição de Cacciola -clique aqui.
  • 4/7/2008 - Príncipe de Mônaco aceita pedido de extradição de Salvatore Cacciola-clique aqui.
  • 25/6/2008 - Corte de Apelações de Mônaco aceita pedido de extradição de Cacciola -clique aqui.
  • 17/6/2008 - STJ nega liminar a Salvatore Cacciola -clique aqui.
  • 18/3/2008 - STJ nega liberdade ao banqueiro Salvatore Cacciola -clique aqui.
  • 14/3/2008 - Extradição de Cacciola deve ser decidida nos próximos dias -clique aqui.
  • 9/11/2007 - STJ nega a Cacciola diminuição de pena por delação premiada - clique aqui.
  • 7/11/2007 - Relatora suspende temporariamente o julgamento do processo de Cacciola - clique aqui.
  • 1/11/2007 - Supremo nega HC a Salvatore Cacciola - clique aqui.
  • 11/10/2007 - Caso do Banco Marka - Procuradoria Regional da República esclarece informações sobre foro privilegiado - clique aqui.
  • 4/10/2007 - Salvatore Cacciola impetra HC e pede ao STF para recorrer em liberdade - clique aqui.
  • 2/10/2007 - Governo brasileiro envia documentação para dar continuidade ao processo de extradição de Cacciola - clique aqui.
  • 2/10/2007 - Brasil entrega à embaixada de Mônaco em Paris pedido formal de extradição de Cacciola - clique aqui.
  • 1/10/2007 - Brasil pedirá extradição de Cacciola nesta terça-feira - clique aqui.
  • 8/09/2006 - Ex-dono do Banco Marka é condenado por propaganda enganosa e má gestão - clique aqui.

_____________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes