Terça-feira, 10 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

Desembargador Carlos Augusto Hoffmann vai presidir TJ/PR

Em pleito realizado na tarde desta segunda-feira, 15/12, o TJ/PR elegeu presidente para o biênio 2009/2010 o desembargador Carlos Augusto Hoffmann.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008


TJ/PR

Desembargador Hoffmann é o novo presidente

Em pleito realizado na tarde desta segunda-feira, 15/12, o TJ/PR elegeu presidente para o biênio 2009/2010 o desembargador Carlos Augusto Hoffmann.

Os demais integrantes da cúpula dirigente do TJ, eleitos para o mesmo período, foram os desembargadores: Ruy Fernando de Oliveira (1º vice-presidente), João Luís Manassés de Albuquerque (2º vice-presidente), Waldemir Luiz da Rocha (corregedor geral) e Rogério Coelho (corregedor-adjunto).

Também foram escolhidos quatros novos integrantes do Conselho da Magistratura, que são os desembargadores: Vicente Del Prete Misurelli, Luiz Lopes, Edson Luiz Vidal Pinto e Arquelau Araujo Ribas.

Votaram 115 dos 120 desembargadores que integram o TJ. Para as votações foram utilizadas urnas eletrônicas, fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral. Os novos dirigentes do TJ tomarão posse dia 2 de fevereiro.

Ao final, falando a seus pares, o desembargador Carlos Augusto Hoffman agradeceu os votos, dizendo que se sentia honrado por ter sido eleito. Disse esperar contar com o apoio de todos os que, com ele, foram eleitos para compor a cúpula diretiva do Tribunal e para o Conselho da Magistratura, frisando: "Creio que todos poderemos dar muito de nossos esforços ao Poder Judiciário do Estado".

A eleição

Presidida pelo desembargador José Antônio Vidal Coelho, a eleição da nova cúpula do TJ foi bastante disputada, mas tranqüila. Os desembargadores votaram em duas urnas diferentes: uma, para escolha dos membros da direção do Tribunal, outra, para compor o Conselho da Magistratura (do qual fazem parte o Presidente e o 1º Vice-Presidente do TJ, o Corregedor Geral da Justiça e mais quatro Desembargadores eleitos)

Apurados os votos para a cúpula do Tribunal, o resultado foi o seguinte:

Presidente - Des. Carlos Augusto Hoffmann - 63 votos (eleito)

Des. Celso Rotoli de Macedo - 52 votos

1º Vice-Presidente - Des. Ruy Fernando de Oliveira - 72 votos (eleito)

Des. Lauro Frabrício de Mello- 40 votos

2º Vice-Presidente - Des. João Luiz Manassés de Albuquerque - 61 votos (eleito)

Des. Ivan Campos Bortoleto - 52 votos

Corregedor-Geral - Des. Waldemir Luiz da Rocha - 58 votos (eleito)

Des. Sérgio Arenhart - 55 votos

Corregedor-Adjunto - Des. Rogério Coelho - 57 votos (eleito)

Des. Paulo Happner - 35 votos

Des. João Kopytowski - 21 votos

(Des. Rogério Coelho e Des. Paulo Hapner disputaram um segundo turno, vencendo o primeiro por 64 a 42 votos)

Para o Conselho da Magistratura, foi o seguinte o resultado:

Des. Vicente Del Prete Misurelli - 69 votos (eleito)

Des. Luiz Lopes - 60 votos (eleito)

Des. Edson Vidal Pinto - 59 votos (eleito)

Des. Dimas Ortêncio de Melo - 55 os

Des. Arquelau Araujo Ribas - 51 votos (eleito)

Des. Paulo Habith - 42 votos

Des. Paulo E. de Macedo Pacheco - 40 votos

Des. Luiz Sérgio Neiva de Lima Vieira - 36 votos

Des. Abraham Lincoln Merheb Calixto - 32 votos

A definição do quarto eleito foi em segundo turno, quando o Des. Dimas Ortêncio de Melo obteve 44 votos e o Des. Arquelau Araujo Ribas ficou com 67 votos.

Currículos:

Desembargador Carlos Augusto Hoffmann

Filho de Hermann Hoffmann e Francisca Kupski Hoffmann. Nasceu em Jacarezinho, em 14 de julho de 1940. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Paraná, em 1964.

Em 1966, foi nomeado promotor substituto e exerceu as atividades nas comarcas de Apucarana, Londrina, Uraí, Primeiro de Maio, Sertanópolis e Ibiporã. Por merecimento, foi promovido ao cargo de promotor de 1ª. entrância da comarca de Rebouças e Piraí do Sul. Em 1968, foi novamente promovido ao cargo de promotor público das Comarcas de Terra Rica e União da Vitória e, em 1977, foi promovido ao cargo de Promotor de Justiça da comarca de Curitiba. Em 1980, foi promovido por merecimento ao cargo de procurador de Justiça, atuando, de 1973 a 1978, como assessor do corregedor do Ministério Público.

Em junho de 1990, foi nomeado juiz do Tribunal de Alçada, exercendo suas atividades junto à 7ª. Câmara Cível. Foi empossado no cargo de desembargador do TJ em março de 1995.

É casado com Dulce Maria P. Hoffmann.

Desembargador Ruy Fernando de Oliveira

Nascido em 23 de agosto de 1940, na cidade de Ponta Grossa, o desembargador Ruy Fernando de Oliveira formou-se pela Faculdade Estadual de Direito da Universidade Federal do Paraná, no ano de 1965. Em 1966 foi aprovado em 1º lugar no exame da Procuradoria Geral da Justiça, passando a exercer o cargo de Promotor de Justiça Substituto interino, nas Comarcas de Paranaguá, Rio Negro e Campo Largo. No mesmo ano, por concurso, foi nomeado Juiz Substituto, atuando nas Comarcas de Curitiba, Araucária, Colombo e Cerro Azul. Em novembro de 1967 foi aprovado em 2º lugar no Concurso do TJ para o cargo de Juiz de Direito, judicando nas Comarcas de Ipiranga, Santo Antônio do Sudoeste, Pato Branco, Paranaguá e Curitiba.

Em maio de 1980 atuou como Juiz Auxiliar da Corregedoria da Justiça, ano em que também concluiu o Curso de Especialização em Direito Público, na UFPr. Em agosto de 1981, assumiu, em substitução, a Vara de Execuções Penais e Corregedoria dos Presídios. A partir de 1984, lecionou Direito Tributário na Escola da Magistratura do Paraná (período diurno), assumindo depois a função de Coordenador do Curso Noturno da mesma Escola, onde também lecionou Deontologia do Magistrado (1985). Em fevereiro de 1988, foi nomeado Diretor da Escola da Magistratura e, em junho, foi convocado para substituir no Tribunal de Alçada, na 3ª Câmara Criminal. Designado, em abril de 90, Coordenador da Região Sul da Escola Superior da Magistratura Nacional, em agosto desse mesmo ano foi nomeado Juiz do Tribunal de Alçada. Chegou ao TJ, como desembargador, em junho de 1999. Em 1998, foi eleito presidente da Associação dos Magistrados do Paraná, com assento no Conselho de Representantes da Associação dos Magistrados Brasileiros.

Nomeado desembargador, ao ser promovido por antiguidade, tomou posse no TJ em 28 de julho de 1999.

Ruy Fernando é casado com Chloris Elaine Justen de Oliveira e pai de três filhos - Fernão, Márcio e Sérgio.

Desembargador Waldemir Luiz da Rocha

Filho de Wilfrido Tiradentes da Rocha e Anair Santos da Rocha, nasceu em Curitiba/PR, no dia 30 de maio de 1940. Formou-se pela Faculdade de Direito de Curitiba, em 1969. Concluiu o curso de pós-graduação em Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho, pela Universidade Estadual de Maringá, em 1982. Foi Policial Militar, Oficial RNR, chegando ao Posto de Capitão. Participou de vários cursos de especialização no exterior, pela Academia Internacional de Polícia Washington D.C. De 1964 a 1969 desempenhou a função de Ajudante de Ordem do Governador do Estado do Paraná. Aprovado em Concurso Público de Provas e Títulos, nas áreas de Direito Público e Direito Privado, na Universidade Estadual de Maringá, exerceu o cargo de Professor nas disciplinas de Direito Processual Civil, Direito Civil e Direito Processual Penal por seis anos. Foi Professor Convidado da Faculdade de Direito de Curitiba, para lecionar Direito Civil, exerceu o cargo por dois semestres. Publicou Monografia de conclusão do Curso de Especialização, junto à Universidade Estadual de Maringá e artigos sobre matérias jurídicas, no matutino "O Jornal", de Maringá. Em 1969 foi aprovado em Concurso Público para Juiz Substituto, exercendo suas funções nas Comarcas de Cianorte, Engenheiro Beltrão, Cruzeiro do Oeste e Goioerê. Após novo concurso, em 1970, foi nomeado Juiz de Direito da Comarca de Primeiro de Maio, judicando, ainda, nas Comarcas de Sertanópolis, Toledo, Maringá e Curitiba. Convocado junto ao Tribunal de Alçada desde 1991. Em maio de 1995 foi promovido ao Tribunal de Alçada. Em 16 de agosto de 2004 foi promovido ao TJ pelo critério de antigüidade.

Em 15 de dezembro de 2006 foi eleito corregedor adjunto do Tribunal de Justiça para o biênio 2007/2008.

É casado com Maria de Lourdes da Silva Rocha.

_____________________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes