Sexta-feira, 19 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

CNJ fará projeto piloto em cartórios no Piauí

sábado, 14 de março de 2009


Aprimoramento dos serviços

CNJ fará projeto piloto em cartórios no Piauí

O CNJ pretende implantar nos cartórios de Piauí um modelo de atendimento notarial a ser difundido para outros Estados. O aprimoramento dos serviços será possível graças a um acordo de cooperação técnica firmado quinta-feira, 12/03, entre o CNJ e a Associação de Registradores Imobiliários de São Paulo (Arisp).

De acordo com o juiz auxiliar da presidência do CNJ, Marcelo Martins Berthe, a Arisp pretende reunir cerca de 100 delegados de notas e registros para atuarem no Piauí. Esse grupo será formado inicialmente por representantes dos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo.

A delegação que será enviada ao Piauí vai reorganizar o serviço extrajudicial no Estado. Segundo Berthe, eles vão atuar nas 98 Comarcas para informatizar os cartórios e fornecerem capacitação aos funcionários. "Pretendemos implantar um modelo para ser levado a outros Estados" afirmou.

De acordo com o magistrado, os serviços cartoriais no Estado são fornecidos de maneira precária. "Os cartórios são um braço do Judiciário e é fundamental que funcionem bem", explica Berthe. Segundo ele, há problemas estruturais nos cartórios que vão desde a organização administrativa quanto à inexistência de material adequado como tabelas de preços e livros de caixa.

_____________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes