Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Duratex e Satipel aumentam capacidade de produção e implementam nova organização societária com fusão

As empresas Duratex e Satipel, fabricantes de painéis de madeira, anunciam a associação de suas atividades, o que representará, em dados pró-forma consolidados em 2008, uma receita de R$ 3,3 bilhões, um Ebitda de R$ 723 milhões, um lucro líquido de R$389 milhões, ativos totais de R$4,5 bilhões e um patrimônio líquido de R$2,3 bilhões. Em março de 2009, contava com aproximadamente 9.700 colaboradores.

terça-feira, 23 de junho de 2009


União

Empresas de painéis de madeira, Duratex e Satipel, aumentam capacidade de produção e implementam nova organização societária com fusão

As empresas Duratex e Satipel, fabricantes de painéis de madeira, anunciam a associação de suas atividades, o que representará, em dados pró-forma consolidados em 2008, uma receita de R$ 3,3 bilhões, um Ebitda de R$ 723 milhões, um lucro líquido de R$389 milhões, ativos totais de R$4,5 bilhões e um patrimônio líquido de R$2,3 bilhões. Em março de 2009, contava com aproximadamente 9.700 colaboradores.

As capacidades industriais, no segmento de painéis, somarão aproximadamente 4 milhões de m3 anuais representados por painéis de MDF (Medium Density Fiberboard), MDP (Medium Density Particleboard) e Chapa de Fibra. Esta capacidade garante à empresa resultante a liderança no segmento de painéis no hemisfério sul e importante participação dentre os maiores players globais. A empresa conta ainda com a Divisão Deca, que apresenta relevante participação no mercado brasileiro de louças e metais sanitários, por meio das marcas Deca e Hydra.

A motivação desta operação tem por objetivo reforçar as vantagens competitivas baseadas na adoção das melhores práticas de gestão e na potencialização de culturas e competências empresariais que, aliadas a uma maior capacidade de inovação tecnológica e de desenvolvimento de produtos, resultará na criação de uma empresa global, com ganhos de escala em mercados cada vez mais disputados e preparada para continuar sua bem sucedida trajetória de crescimento sustentável.

Do ponto de vista geográfico, pelo fato das unidades estarem próximas aos principais centros consumidores, e da diversidade das linhas de produtos existentes, o que contribui para o enriquecimento do portfólio de vendas, a combinação das operações apresenta excepcional complementaridade. A empresa resultante contará com 7 linhas contínuas de painéis localizadas em São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. São 4 linhas de MDF e 3 de MDP, além de 3 linhas de chapas de fibra. A área florestal disporá de aproximadamente 209 mil hectares com florestas plantadas, e certificadas pelo FSC (Forest Stewardship Council), o que garante a auto-suficiência no suprimento de madeira, fator estratégico da atividade. Já a operação Deca está distribuída em 2 unidades de metais sanitários e 5 de louças, localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

A empresa resultante será ainda mais atraente para seus colaboradores, em função de sua dimensão e representatividade, bem como pelo compromisso de seus acionistas controladores em priorizar o desenvolvimento de um excelente clima organizacional, cujos pilares serão o respeito às pessoas, a ética e a meritocracia, pontos relevantes e aliados à sempre presente consciência de responsabilidade social e ambiental

Governança Corporativa

A operação será implementada por meio de reorganização societária que envolve a incorporação da Duratex pela Satipel, com substituição das ações da Duratex por ações ordinárias a serem emitidas pela Satipel.

O Conselho de Administração da empresa resultante será composto por nove membros dos quais 4 (quatro) indicados pelos controladores da Duratex, 2 (dois) pelo controlador da Satipel e os demais 3 (três) membros independentes. O Presidente do Conselho de Administração será Salo Davi Seibel, atual Presidente do Conselho da Satipel, e o Presidente Executivo (CEO) será Henri Penchas, atual Diretor Geral da Duratex e executivo de grande experiência do Grupo Itaúsa.

As ações de ambas as empresas continuarão a ser negociadas de forma independente até a efetivação da substituição de ações que será oportunamente divulgada ao mercado. A empresa resultante terá sua denominação social alterada para Duratex S.A. e terá suas ações listadas no Novo Mercado da Bovespa. Os controladores garantirão a manutenção de um free-float mínimo de 40% do total de ações emitidas. Os controladores acordaram em não alienar suas ações na empresa resultante por um período de 5 anos (lock-up), o que reforça o comprometimento de todos com a criação de valor.

Com essa associação, a Duratex e a Satipel reafirmam o seu comprometimento com seus colaboradores, clientes e fornecedores e confiança no potencial de crescimento dos seus principais mercados consumidores - indústria moveleira e da construção civil nacional. Este ambiente de negócios favorável se dá pela ampliação da renda disponível para o consumo e expansão da disponibilidade de crédito com maiores prazos de financiamento, aliados a um ambiente de juros favorável. Temos convicção de que as sinergias possíveis decorrentes desta associação, atreladas à adoção das melhores práticas de gestão, governança corporativa e retenção dos melhores talentos contribuirão para a criação de valor ao longo de toda a nossa cadeia. Esta operação realça nossa crença de que o Brasil apresenta condições de desenvolvimento sustentável de longo prazo.

Empresas em números : (em R$ milhões)

* Valor de mercado pela cotação de fechamento da ação mais líquida em 19/6/2009.

_______________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes