Segunda-feira, 17 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

TJ/RN dá passo para restaurar antiga Faculdade de Direito

O TJ/RN já definiu, na manhã do manhã, 9/11, qual será uma das prioridades para o ano de 2010: a restauração do prédio onde funcionou a antiga Faculdade de Direito, inaugurada em 1958 e que durou até o começo da década de 70, quando foi realizada a construção do atual Campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

terça-feira, 10 de novembro de 2009


Prioridade de 2010

TJ/RN dá passo para restaurar antiga Faculdade de Direito

O TJ/RN já definiu, na manhã do manhã, 9/11, qual será uma das prioridades para o ano de 2010: a restauração do prédio onde funcionou a antiga Faculdade de Direito, inaugurada em 1958 e que durou até o começo da década de 70, quando foi realizada a construção do atual Campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O primeiro passo para a reativação do prédio, que se localiza na Praça Augusto Severo, na Ribeira, foi dado durante a assinatura de um termo de Cessão, realizada no gabinete do Reitor Ivonildo do Rêgo. Para ele, o termo é mais que uma cessão de imóvel, é uma parceria.

"É um prédio que faz parte do patrimônio histórico da cidade e temos satisfação em ver que vai voltar a abrigar atividades ligadas à instituição e ao próprio Tribunal", comenta o Reitor, ao mesmo tempo em que o presidente da Corte Estadual, ao lado do corregedor geral de justiça do Estado, desembargador João Rebouças relembravam alguns momentos importantes da antiga faculdade, em épocas de recessão e ditadura.

"De lá, saíram muitos líderes estudantis, que conseguiram participar, por exemplo, da direção da universidade. Não sei se conseguiam executar ações, mas conseguiram isso", relembrou o presidente do TJ/RN, que foi um dos alunos da faculdade de Direito, bem como o corregedor de justiça, ao citar nomes de professores como Luis da Câmara Cascudo e Floriano Cavalcanti e de alunos como o advogado e escritor Diógenes da Cunha Lima.

De acordo com o presidente do TJ/RN, o prédio será restaurado integralmente, da mesma forma como o Memorial des. Vicente Lemos, o qual será transferido para o prédio da antiga faculdade, quando a restauração for concluída, como reforçou o secretário geral do TJ/RN, João Batista Cabral, que também participou da assinatura do Termo de Cessão.

O desembargador Rafael Godeiro acrescentou que, após a restauração, o prédio também abrigará o memorial da Faculdade de Direito, com uma galeria destinada aos professores, bem como uma réplica de uma sala de aula da época. O prédio também servirá para a realização da Prática Jurídica, voltada aos alunos de Direito da UFRN, assim como uma unidade dos Juizados Especiais. A restauração está prevista para começar no primeiro semestre de 2010.

  • Confira logo abaixo as fotos da reunião.

_______________


(Reunião entre o TJ/RN e UFRN para cessão de prédio da Universidade ao TJ)


(De acordo com o presidente do TJ/RN, des. Rafael Godeiro o prédio será restaurado integralmente)


(O Reitor da UFRN Ivonildo Rêgo, durante a assinatura do termo de Cessão)


(O pres. do TJ, des. Rafael Godeiro, durante a assinatura do termo de Cessão)


(O pres. do TJ/RN e o Reitor da UFRN assinam um termo cessão para restaurar antiga Faculdade)

_____________________
___________

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes