Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Celso Pitta receberá indenização de sua ex-mulher por danos morais

A juíza da 12ª vara Cível de São Paulo, Alessandra Laskowski, determinou que Nicéa Pitta pague R$ 6 mil de indenização por danos morais ao ex-marido Celso Pitta. Na ação, Pitta pedia R$ 20 mil de Nicéa por causa de uma declaração, dada por ela ao Jornal Nacional, da TV Globo, em 2005, acusando o ex-prefeito de ter usado R$ 250 mil dos cofres públicos para comprar um imóvel.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009


Declaração danosa

Celso Pitta receberá indenização de sua ex-mulher por danos morais

A juíza da 12ª vara Cível de São Paulo, Alessandra Laskowski, determinou que Nicéa Pitta pague R$ 6 mil de indenização por danos morais ao ex-marido Celso Pitta.

Na ação, Pitta pedia R$ 20 mil de Nicéa por causa de uma declaração, dada por ela ao Jornal Nacional, da TV Globo, em 2005, acusando o ex-prefeito de ter usado R$ 250 mil dos cofres públicos para comprar um imóvel.

A decisão dada foi parcialmente procendente. O ex-prefeito pedia ainda uma retratação por parte da emissora. Entretanto, a juíza decidiu que "no tocante aos pedidos de obrigação de fazer, são improcedentes, pois a emissora não integra o pólo passivo da ação, logo, não pode ser obrigada a aceitar a retratação da autora".

O ex-casal

As controvérsias entre o ex-prefeito e sua ex-mulher tiveram início após a separação do casal, em 1999. Insatisfeita com a quantia supostamente oferecida pelo ex-prefeito em uma espécie de acordo de separação, a ex-primeira concedeu entrevista ao "Jornal Nacional", da Rede Globo, em que acusou Pitta de comprar parlamentares da Câmara dos Vereadores para encerrar uma CPI que poderia terminar com um processo de impeachment.

Três anos depois, em 2003, durante depoimento à CPI do Banestado, ela disse que Pitta recebeu propina quando era prefeito e enviou recursos ilegalmente ao exterior. Outro imbróglio entre o casal ocorreu no ano passado, quando Pitta foi condenado a pagar uma dívida de R$ 100 mil a Nicea referente a cinco meses de pensão alimentícia atrasada. Neste último episódio, o ex-prefeito não foi encontrado pela polícia e foi considerado foragido por uma semana.

_________________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes