Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

TJ/MS - Prazos processuais serão suspensos no feriado forense

Está publicado no Diário da Justiça nº 2.084, de 12 de novembro de 2009, o Provimento 189, que disciplina a suspensão dos prazos durante o período de feriado forense, de 20 de dezembro de 2009 a 6 de janeiro de 2010.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009


Suspensão

TJ/MS - Prazos processuais serão suspensos no feriado forense

Está publicado no Diário da Justiça nº 2.084, de 12 de novembro de 2009, o Provimento 189, que disciplina a suspensão dos prazos durante o período de feriado forense, de 20 de dezembro de 2009 a 6 de janeiro de 2010.

Nesse mesmo período fica vedada a publicação de acórdãos, sentenças, decisões e despachos, bem como a intimação de partes ou advogados, na 1ª e 2ª Instâncias, exceto com relação às medidas consideradas urgentes e indispensáveis à preservação de direitos e os processos penais envolvendo réus presos, nos processos vinculados a essa prisão.

São consideradas medidas urgentes: a citação para evitar o perecimento de direito; os pedidos de liminar em mandado de segurança; os habeas corpus, os habeas data e os atos para determinar a liberdade provisória ou a sustação da ordem de prisão; e as demais medidas que reclamem apreciação urgente, quando demonstrada pela parte ou pelo interessado a possibilidade de ocorrência de lesão grave e de difícil reparação. Para esses casos, durante o período de recesso forense, os jurisdicionados poderão acionar o Plantão Permanente em 1º e 2º graus de jurisdição.

Importante ressaltar que suspender prazo significa dizer que os prazos param de correr, voltando a fluir normalmente no fim do período designado, a partir do momento em que cessaram, e não deve ser confundido com interrupção, que implica o recomeço da contagem do prazo desde o início, desconsiderando-se a fração de tempo já transcorrida.

________________________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes