sexta-feira, 18 de setembro de 2020

ISSN 1983-392X

Carolina Parisi Castanheira

Migalheira desde agosto/2015.

Coordenadora Adjunta da Área de Contencioso Cível e Arbitragem de Pinheiro, Mourão, Raso e Araújo Filho Advogados.

Migalhas de peso

O despertar dos tribunais para a limitação das possibilidades de rompimento de compromissos de compra e venda de imóveis

Os Tribunais têm se fundado em interpretação distorcida da lei consumerista, como se esta determinasse a prevalência absoluta dos interesses particulares do consumidor em detrimento do cumprimento de um compromisso contratual. Leia

Carolina Castanheira

19/4/2018
Migalhas de peso

STJ dispensa consentimento do cônjuge para validade de aval

Passou a vigorar no STJ, em ambas as Turmas responsáveis pelas matérias de Direito Privado, o entendimento de que o aval que garante título de crédito típico não perde sua validade pela ausência de autorização do cônjuge do avalista. Leia

Carolina Parisi Castanheira

27/4/2017
Migalhas de peso

Considerações sobre a lei de mediações

Nova lei, se bem implementada, auxiliará na promoção de uma mudança da cultura jurídica do país, ainda predominantemente voltada para os litígios judiciais. Leia

Carolina Parisi Castanheira

21/8/2015
Migalhas Amanhecidas

MIGALHAS nº 4.100

...brasileiro. (Clique aqui) Aval - Título de crédito A advogada Carolina Parisi Castanheira, do escritório Pinheiro, Mourão, Raso e Araújo Filho Advogados, aborda recente decisão do STJ que dispensa consentimento do cônjuge para validade de aval. (Clique aqui) Terceirização Tratando da lei da terceirização, o advogado Fábio Vasques Gonçalves Dias, do escritório Braga & Moreno Consultores e Advogados, considera que "é imprescindível obter a assessoria jurídica adequada para que as empresas possam se utilizar desta lei da melhor forma possível". (Clique aqui) "Uma arbitragem... Leia

27/4/2017

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram