Rodrigo Alberto Correia da Silva

Rodrigo Alberto Correia da Silva

Migalheiro desde outubro/2008.
Arbitragem em contratos administrativos
Migalhas de Peso
30/10/2008

Arbitragem em contratos administrativos

O Brasil, depois que ratificou e internalizou a convenção de Nova York (Decreto 4.311/2002), se alinhou com as principais jurisdições mundiais no reconhecimento mútuo de decisões arbitrais. A arbitragem tem se demonstrado um caminho eficiente para a solução de controvérsias empresariais em que o tempo para decisão, o conhecimento específico do assunto e o sigilo são fatores importantes.
MIGALHAS nº 4.335
Informativo Migalhas
12/4/2018

MIGALHAS nº 4.335

...regulatório Sócio fundador do escritório Correia da Silva Advogados, Rodrigo Alberto Correia da Silva analisa o impacto regulatório no Brasil. (Clique aqui) Reforma trabalhista - Acordos coletivos Maria Lucia Benhame, do escritório Benhame Sociedade de Advogados, em série de vídeos a respeito da reforma trabalhista, fala dos acordos coletivos, que agora podem ser efetuados entre as empresas e os sindicatos profissionais em matérias específicas. (Clique aqui) _________________ Migalhas mundo Hospedagem Paris processa Airbnb por aluguéis sem permissão. (MI - clique...
MIGALHAS nº 4.300
Informativo Migalhas
21/2/2018

MIGALHAS nº 4.300

...da decisão. (Clique aqui) TSE Em ano eleitoral, o advogado Rodrigo Alberto Correia da Silva, da banca Correia da Silva Advogados, aborda a atuação do TSE como "agência reguladora". (Clique aqui) Venezuela - Crise humanitária Para tentar conter a crise dos venezuelanos forçadamente deslocados em Roraima, o governo editou várias medidas. O advogado Pedro Henrique Gallotti Kenicke, do escritório Clèmerson Merlin Clève - Advogados Associados, aborda o assunto. (Clique aqui) Bloqueio de bens A ilegalidade do bloqueio administrativo de bens pela Fazenda Pública é debatida pelos...
MIGALHAS nº 4.173
Informativo Migalhas
11/8/2017

MIGALHAS nº 4.173

...a regulamentação do lobby, os advogados Mariana Chaimovich e Rodrigo Alberto Correia da Silva, da banca Correia da Silva Advogados, comentam dois aspectos que têm recebido cada vez mais atenção: transparência e accountability. (Clique aqui) Mediação e administração pública Mediadora do Instituto de Mediação Luiz Flávio Gomes, Márcia Santos Nogueira Andreani fala das peculiaridades da mediação quando a administração pública é parte no procedimento. (Clique aqui) TV Justiça No aniversário de 15 anos da TV Justiça, o advogado Ericson Meister Scorsim, da banca Meister Scorsim...
MIGALHAS nº 3.155
Informativo Migalhas
5/7/2013

MIGALHAS nº 3.155

...equívocos recorrentes. (Clique aqui) Mudanças O advogado Rodrigo Alberto Correia da Silva, do escritório Correia da Silva Advogados, discorre sobre a história política do Brasil até as atuais manifestações. (Clique aqui) "Judiciário: Barril de pólvora" Segundo o desembargador do TJ/BA Antonio Pessoa Cardoso, o Judiciário passa por uma crise que o torna frágil. (Clique aqui) Responsabilidade afetiva Os advogados Eudes Quintino de Oliveira Júnior e Pedro Bellentani Quintino de Oliveira expõem decisões judiciais em que vínculo socioafetivo prevaleceu em detrimento do vínculo...
MIGALHAS nº 2.933
Informativo Migalhas
8/8/2012

MIGALHAS nº 2.933

...clique aqui. _____________ Novo Apoiador Fundado em 1999 por Rodrigo Alberto Correia da Silva, o escritório Correia da Silva Advogados é tradicional na área de saúde, sendo destaque nacional e internacional em Direito regulatório e infraestrutura. Em constante crescimento nas mais diversas áreas, a banca, sediada em SP e com unidade em Brasília, conta com profissionais formados nas melhores instituições brasileiras. Estes profissionais garantem um atendimento personalizado de acordo com as necessidades dos clientes, seja qual for o porte, possibilitando um relacionamento...
Sentença reconhece grupo econômico no caso da Boi Gordo
Migalhas Quentes
9/8/2005

Sentença reconhece grupo econômico no caso da Boi Gordo

Sentença reconhece grupo econômico no caso da Boi Gordo   Em decisão proferida pelo Dr. Sulaiman Miguel Neto, Juiz da 32a. Vara Cível de São Paulo, o poder Judiciário reconheceu o conceito de grupo econômico a todas as empresas do chamado grupo Boi Gordo, incluindo, as empresas Uruguaiana, Casa Grande e Colonizadora Boi Gordo. A sentença aceitou também a desconsideração da personalidade jurídica para a execução dos bens do sócio Paulo Roberto de Andrade.   A ação, que favorece credores que sustentaram não serem credores quirografários, foi proposta quando a Boi Gordo aind...