quinta-feira, 15 de abril de 2021

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 16.8.19

FSB Inteligência

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Rearranjo conjuntural

Em praticamente todas as partes do mundo os mercados estão um pouco ou bastante 'bagunçados'.

O duelo entre Estados Unidos e China, o Brexit, a situação na Argentina e os ajustes inesperados na política monetária de emergentes como o México, somam-se à temida (mas anunciada!) desaceleração da economia global.

Essa nova onda de turbulências não tem sido bem interpretada. Nem por governos nem por setores financeiros.

Há indicadores se renovando - a maioria deles para baixo. Outros seguem, simplesmente, seu curso natural: buscam acomodação.

No caso específico do Brasil, a cena externa foi no passado, é ainda hoje e sempre será determinante.

O que distingue certos períodos históricos de outros é a carga psicológica associada a decisões de curto prazo e a discursos alarmistas - tanto do lado de governos como por parte da sociedade.

A recente decisão tomada pelo Banco Central de atuar para conter a 'gincana do dólar' aponta para um horizonte de serenidade e pé no chão. A rapidez com que a ação foi tomada também merece registro.

Por óbvio, apenas essa medida não será suficiente para recolocar as coisas (e as cabeças) no lugar. Mas já é um bom começo.

Câmbio 1

faixa dos R$ 4

O dólar flertou esta semana com novos tetos. Observando esse movimento sob a perspectiva da produção - e acreditando que o segundo semestre será um pouco mais quente do que o primeiro -, o atual patamar da moeda americana poderá dar o impulso que faltava a elos produtivos nacionais que têm negócios no exterior.

Câmbio 2

olhando para a frente

O ministro da Economia, Paulo Guedes, não vê com grandes preocupações a desvalorização do real.

Nos termos de momento - e pensando um pouco mais no longo prazo - o dólar em alta pode até ajudar.

PIS/Pasep

dinheiro na praça

Está liberado - para os brasileiros nascidos em agosto - o abono salarial do calendário 2019/2020 do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Na Caixa, o total disponibilizado para quem tem direito ao PIS chega a R$ 1,4 bilhão - o banco estima que 1,6 milhão de pessoas serão beneficiadas.

Previdência

clima no Senado

No calendário do relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), a primeira versão do texto deverá ficar pronta daqui a exatamente uma semana.

A presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), não pretende mexer nos prazos de tramitação.

Está tudo pronto, por exemplo, para a realização de audiências públicas na próxima semana.

Cidades

Brasil desigual

Pesquisa do Ipea avalia a situação dos centros urbanos brasileiros sob a ótica da inclusão, sustentabilidade e resiliência.

Uma das conclusões é que o Brasil promove avanços de forma heterogênea (leia a íntegra do estudo).

Agenda

Planalto

O presidente Jair Bolsonaro recepciona hoje à tarde no Palácio do Planalto atletas brasileiros medalhistas dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019

Educação

Nova ideia | Conheça o Fundo Cidadania pela Educação, lançado em Porto Alegre, e que une empresários, Unesco e governo

Saber

Artes | A exposição Björk digital, que está no MIS em São Paulo, vai rodar por Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

Sustentável

Carrões | A Lotus anunciou uma linha totalmente de carros elétricos (veja)

Tech

Leitura | Tudo sobre o novo Kindle Oasis (saiba mais)

Bem-estar

Adolescentes | Dicas para melhorar a alimentação dos 'quase-adultos'

Atualizado em: 16/8/2019 10:18