quinta-feira, 28 de outubro de 2021

COLUNAS

  1. Home >
  2. Colunas

Cenário

Um radar dos principais assuntos que estão na mídia.

quinta-feira, 14 de maio de 2020

Cenário - 14.5.20

Agenda do Congresso As sessões virtuais na Câmara e no Senado têm mostrado que as rotinas de votações e debates estão quase 100% concentradas na pandemia. Não há expectativa de que algo - por mais relevante que seja - consiga furar essa bolha. A exceção é a reforma tributária. Lideranças no Congresso se organizam para reativar as discussões. Mas em outro contexto. Os ajustes têm girado em torno do que os presidentes Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, indicam ao grupo que, antes da crise, estava dedicado ao assunto. Pelo o que está colocado até agora, a retomada partirá das propostas já formatadas (veja aqui). A questão de fundo que começa a ganhar força são as atualizações que serão necessárias para adequar o debate à conjuntura atual. Forças pró-reforma entendem que a realidade mudou e que aquilo que se discutia até fevereiro precisa ser incrementado a favor da produção e do emprego. PÓS-ISOLAMENTO Olhar à frente Hoje mais cedo, a Câmara fez um seminário on-line e convidou personalidades para discutir o retorno das atividades depois do período de isolamento social. Participaram, entre outros, o economista Armínio Fraga e Nísia Trindade Lima, presidente da Fiocruz (veja ou reveja). PAUTA O que está represado Entre tantas coisas que perderam tração ou foram deixadas de lado pelo Congresso em razão do momento, uma se destaca: a MP 910/2019, que trata da regularização fundiária de ocupações em terras da União. É que continua o impasse tanto na Câmara como no Senado. O texto precisa ser aprovado até a próxima terça-feira, 19. Caso contrário, perde a validade. CÂMBIO Recados americanos Para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o dólar fortalecido não é ruim. Ao menos neste instante para a maior potência. "É uma grande época para ter um dólar forte", disse à Fox Business Network (veja aqui). A declaração tem impactos nos mercados pelo mundo, mas não são muito diferentes daqueles já sentidos desde o início da semana. No Brasil e em outras praças emergentes, o movimento de valorização da moeda americana ocorre não mais como uma tendência. OMC A saída de Azevêdo O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, formalizou hoje a decisão de deixar o cargo em 31 de agosto. O brasileiro assumiu em 2013 e está no segundo mandato. Este ciclo terminaria em agosto de 2021. A saída antecipada está diretamente ligada a uma série de questões abertas pela crise, mas outras bem mais antigas e tão desafiadoras quanto. O planeta já andava mais fechado do que de costume e, com a pandemia, o comércio internacional foi profundamente abalado. Na carta oficial divulgada hoje, Azevêdo resume as justificativas e diz que é preciso dar ao sucessor tempo suficiente para planejar (leia a íntegra). ANTIVACINA Frente de resistência Não chega a ser novidade, mas os grupos que se opõem a vacinas de um modo geral têm trabalhado fortemente para influenciar a corrida científica que tenta encontrar um imunizante para a Covid-19. A conceituada revista científica Nature analisa o tema e adverte que o movimento antivacina pode prejudicar os esforços para acabar com a pandemia. Neil Johnson, físico da Universidade George Washington, em Washington DC, que estuda as táticas dos ativistas, diz que os grupos que se opõem às vacinas são pequenos, mas adotam uma estratégia de comunicação on-line (veja a imagem abaixo) "preocupantemente eficaz e abrangente" (leia aqui). FSB TROCAS Fluxo de boas ideias Recentemente o Grupo FSB lançou o e-book "O Futuro da Comunicação Pós-COVID-19" (baixe aqui), que traz análises, pesquisas e insights sobre como as empresas devem ressignificar sua comunicação para ganhar destaque no mercado em um futuro próximo. Ontem, 13, foi realizada uma webinar com participação de Alexandre Loures, sócio-diretor do Grupo FSB, Pollyana Miranda, diretora de digital na Loures Consultoria, Jaderson Alencar, diretor de estratégia digital na FSB, Damaris Adamucci, gerente de digital na Loures, e o convidado Cauê Madeira, especialista em comunicação digital (veja ou reveja). EDUCAÇÃO 'Novo' ensino - O Brazil at Silicon Valley e a questão sobre uso da tecnologia na garantia de uma educação de qualidade (assista). SABER Fake News - A pandemia envolvida na teia global de desinformação, o papel das redes sociais e as consequências disso tudo (saiba mais). SUSTENTÁVEL Clima - Mudanças, aquecimento global e a marcha pela sobrevivência do Pinguim Imperador (saiba mais). TECH Wearable - A evolução dos tecidos inteligentes (saiba mais). BEM-ESTAR Música - Top 50 blogs, sites e influenciadores em musicoterapia em 2020 (saiba mais).
terça-feira, 12 de maio de 2020

Cenário - 12.5.20

AVISO Cenário pausado A newsletter foi interrompida por alguns dias para se adequar a uma nova dinâmica. Por causa da pandemia, a FSB Inteligência intensificou monitoramentos e produções extras, o que acabou superaquecendo a capacidade instalada. Em nome da equipe, peço desculpas pela ausência. Luciano Pires, Sócio-diretor da FSB Inteligência __________ Outro sinal negativo O IBGE detalhou hoje cedo números do setor de serviços em março: queda de 6,9% frente a fevereiro. O indicador é ruim, mas não surpreende. Depois do que aconteceu com a indústria - recuo de 9,1% no mesmo mês (leia) - não chega a ser novidade que o próximo a sentir o baque seria esse segmento. Apesar de previsível, o dado é impactante. Ainda mais se observado sob a perspectiva da série histórica. Segundo o IBGE, esse é o resultado negativo mais intenso desde o início da pesquisa, iniciada em janeiro de 2011. Como agravante, os impactos tiveram amplitude. As tabelas mostram (veja aqui) que a retração em março contaminou todas as cinco atividades investigadas. Com destaque para as quedas em serviços prestados às famílias e por transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio. Por fim, mas não menos relevante, o IBGE indica que os efeitos da crise foram sentidos especialmente no último terço do mês de março, período em que ganharam força as medidas de isolamento social devido à Covid-19 (saiba mais). COPOM O que diz a ata A crise provocada pelo avanço do coronavírus é o fio condutor de grande parte das explicações do Comitê de Política Monetária (Copom) para justificar o agressivo corte de juros da semana passada. A decisão de jogar a Selic para o piso de 3% ao ano está detalhada na ata divulgada pelo Banco Central (versão em português) (versão em inglês). Um dos trechos, entre outros, mais emblemáticos é o que diz: "O cenário básico considerado pelo Copom passou a ser de uma queda forte do PIB na primeira metade deste ano, seguida de uma recuperação gradual a partir do terceiro trimestre deste ano". CÂMBIO Arisco, mas não sem motivos No ano, o dólar acumula uma alta superior a 45% frente ao real. As negociações pela manhã iniciaram em queda, depois de uma sequência testando patamares cada vez mais altos. Das interpretações mais compartilhadas até aqui, as de maior apelo miram a pandemia, claro, e os efeitos globais dela sobre o rearranjo de forças que influenciam o câmbio. Faz algum tempo, mas a análise ainda é válida. Para quem quiser e tiver tempo recomenda-se uma olhada no The Washington Post, que fez uma análise interessante sobre a conjuntura. Conforme o texto (leia), "o dólar ainda reina supremo". GOVERNO Pesquisa CNT A Confederação Nacional do Transporte divulgou hoje os resultados da nova pesquisa com índices de popularidade do governo e pessoal do presidente Jair Bolsonaro, além da percepção dos brasileiros sobre a atuação dos governos federal e estaduais no enfrentamento à pandemia. O levantamento aborda ainda outras questões. O resumo está aqui. E o relatório-síntese está aqui. CONTEÚDOS ESPECIAIS Dados de acesso livre Desde o dia 12 de março, a FSB Inteligência tem oferecido a clientes e ao público em geral produtos específicos com foco na pandemia. São relatórios de acompanhamento, curadorias especiais e novas soluções. O dashboard diário de imprensa Covid-19, por exemplo, estreou há dois meses. Concentra as notícias mais importantes, antecipa o noticiário do dia seguinte, incorpora uma síntese de redes sociais, além de análises de colunistas especializados. Outro dashboard, centrado em marcas e empresas, mostra o que as companhias estão fazendo em termos de prevenção e organização de atividades na crise. As atualizações ocorrem toda terça-feira. Um terceiro dashboard foi lançado na semana passada e está 100% voltado a redes sociais. Foi desenvolvido em parceria com a Knewin e é inovador, transparente, abrangente, confiável (conheça). Todos esses produtos são gratuitos e de distribuição por e-mail, whatsapp e web (saiba mais e inscreva-se). E foram criados pensando neste momento e nas necessidades criadas em torno e a partir dele. EDUCAÇÃO Nova era - Como será o lançamento do Relatório Global de Monitoramento da Educação para 2020, pela Unesco, em junho deste ano. SABER Livros - Uma seleção da National Geographic com o melhor das 'viagens culinárias inesquecíveis' (saiba mais). SUSTENTÁVEL Telhado verde - Alguns dos melhores tutoriais disponíveis no Youtube que explicam e ensinam como fazer (saiba mais). TECH Proteção de dados - Em meio a iniciativas de monitoramento e controle de fluxo de pessoas em curso no mundo, a Privacy International adverte que está vigilante e preocupada com possíveis abusos. BEM-ESTAR Fiocruz - Uma seção exclusiva na página oficial da entidade reúne notícias, estudos e análises sobre a pandemia (saiba mais).
quarta-feira, 15 de abril de 2020

Cenário - 15.4.20

Crise em perspectiva O esforço de encontrar uma solução que seja, ao mesmo tempo, prudente, eficaz e realista transforma a operação de socorro a estados e municípios mais complexa a cada dia. Ontem, governo e Congresso deram passos em sentidos opostos. A julgar pelos sinais de hoje, continuam assim. De fato, as perspectivas são diferentes e isso tem dificultado o alinhamento das alternativas disponíveis. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou o Executivo e o plano rascunhado para os governos regionais. O alcance e o fôlego, segundo ele, são insuficientes dada a emergência do momento e todas as particularidades que desde o início da crise têm sido demonstradas de Norte a Sul. A área econômica do governo federal anunciou como proposta um aporte extra de R$ 77 bilhões na ajuda da União - juntando com outras soluções, o pacote alcançaria R$ 127,3 bilhões. Hoje, a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) divulgou uma nota oficial defendendo o projeto aprovado pela Câmara (leia). BALANÇO Onda de MPs O dado é da Câmara dos Deputados: desde fevereiro, 27 medidas provisórias (MPs) com foco no combate à pandemia foram editadas pelo governo federal. NOVOS TEMPOS Digitais saem na frente Espaços permanentes de debates mantidos pelo Fórum Econômico Mundial reforçam cada vez mais o papel da economia digital no pós-crise. Um dos textos mais recentes - disponível na íntegra aqui - defende que o suporte à competitividade digital pode ajudar as economias a se recuperarem. Do lado privado, a tese é de que as empresas ágeis digitalmente estão se adaptando à crise com mais êxito. Para os governos, a recomendação é apoiar essa competitividade digital. CONTEÚDOS ESPECIAIS Informação personalizada A FSB Inteligência vem produzindo desde o dia 12 de março um dashboard diário sobre a pandemia de covid-19. São cerca de 40 notícias - coletadas em um universo de mais ou menos 180 portais, sites e blogs - agrupadas de forma bem objetiva. Há uma seção fixa de redes sociais, onde os principais dados do dia estão concentrados. Analistas da FSB Comunicação também participam sempre, opinando sobre temas diversos. Semanalmente, outros dois dashboards são distribuídos. Um chama-se 'Marcas&Empresas' e sintetiza como o mundo corporativo está se posicionando, o que já fez em termos de prevenção e mudanças de hábito. O outro é o de 'Governos' e reproduz as ações, as políticas públicas e as mensagens mais fortes no enfrentamento da crise nos estados, no Distrito Federal e em algumas capitais. Para conhecer, acesse www.fsb.com.br/covid-19. Para inscrever-se, visite www.fsb.com.br e cadastre-se no formulário localizado na parte inferior do site. Luciano Pires, Diretor da FSB Inteligência MEDICAMENTO Pontes anuncia pesquisa O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, detalhou hoje pela manhã uma pesquisa brasileira que busca enfrentar o coronavírus. Pontes anunciou que o país testará nas próximas semanas um remédio com potencial promissor e eficácia in vitro importante (assista). TOCANTINS 1º óbito Palmas registrou a primeira morte causada por coronavírus. A confirmação oficial veio ontem à noite. No Twitter, a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) lamentou e deu detalhes. Tocantins era o único estado do país ainda sem registros de vítimas fatais por covid-19. AGENDA BOLSONARO - Os compromissos oficiais do presidente Jair Bolsonaro estão aqui. GUEDES - Entre outros eventos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem hoje videoconferências com o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, e com membros da Anfavea. EDUCAÇÃO Matemática - Explorando o potencial de estudantes a partir de conceitos criativos e inovadores (saiba mais). SABER Portinari - O museu dedicado ao artista 'acolhe' visitantes pela internet. Conheça a obra e saiba mais aqui. SUSTENTÁVEL Vírus x clima - A relação entre o surgimento de doenças e a transformação da Terra (saiba mais). TECH Acessibilidade - Como funciona o teclado em braille para Android do Google (saiba mais). BEM-ESTAR Distanciamento - Os efeitos de longo prazo na saúde mental e nos comportamentos preocupam especialistas (saiba mais).
terça-feira, 14 de abril de 2020

Cenário - 14.4.20

FMI revisa o mundo (para baixo)Um dos relatorios de conjuntura mais esperados do momento foi detalhado hoje cedo pelo Fundo Monetario Internacional.Por causa da pandemia de covid-19 e toda incerteza criada a partir disso, o FMI refez as projecoes de forma generalizada.O relatorio World Economic Outlook mostra que a economia mundial sofrera uma retracao de 3% neste ano, a maior desde a crise de 1929.O texto afirma que a realidade mudou 'dramaticamente' desde a ultima atualizacao do documento, em janeiro. E aponta as razoes que motivaram a revisao.O FMI menciona 'um raro desastre'. E reforca: 'A magnitude e a velocidade do colapso da atividade que se seguiu sao diferentes de tudo o que foi experimentado em nossas vidas'.O relatorio destaca ainda que a cooperacao multilateral e 'vital' e que financiamentos emergenciais, doacoes e alivios de divida devem compor o mix de ajuda global.Conforme o documento, a economia brasileira devera experimentar em 2020 uma queda de 5,3%, com crescimento previsto do PIB de 2,9% no proximo ano.IBC-BrDado de fevereiroO Indice de Atividade Economica do Banco Central (IBC-Br), divulgado mais cedo, mostra que a economia brasileira teve crescimento de 0,35% em fevereiro na comparacao com o mes anterior.O dado veio em linha com o que esperavam os entendidos em PIB e nao pega o inicio da crise causada pela pandemia.BIBLIOTECAO hub do IpeaO Instituto de Pesquisa Economica Aplicada (Ipea) criou um espaco dentro de seu site institucional reservado a textos, informacoes relevantes e estudos com foco na pandemia (veja aqui).CHINAEnquanto isso...Os meios de comunicacao chineses tem pulverizado imagens e informacoes recentes de Wuhan, indicando que a vida volta, aos poucos, ao normal na metropole que ficou fechada por quase 80 dias em razao da covid-19.Fotos aereas mostram veiculos nas ruas e movimento.AGENDABOLSONARO - A tarde, o presidente Jair Bolsonaro coordena a reuniao do Conselho de Governo; demais compromissos estao aqui.CAMARA - Esta na pauta de votacoes hoje a Medida Provisoria 905/19, do Contrato Verde e Amarelo.SENADO - Um projeto que incentiva empresas que produzem refeicoes prontas para o consumo a doar os excedentes esta previsto para ser votado hoje (saiba mais).EDUCACAOMundo 4.0 - Serie de encontros virtuais do MEC que reune especialistas para debater contextos e desafios (saiba mais).SABERFaca voce mesmo - Crie uma exposicao virtual, carregando imagens, videos, texto. Selecione modelos 3D ou importe seus proprios. Adicione musica e narracao (saiba mais).SUSTENTAVELCidades - O que e e como funciona a Agenda Ambiental Urbana do Ministerio do Meio Ambiente (saiba mais).TECHPatentes - Como esta a corrida entre China e Estados Unidos (saiba mais).BEM-ESTARPausa - No Reino Unido, o setor de viagens e turismo oferece aos profissionais de saude do NHS ferias gratis assim que as restricoes de circulacao acabarem (saiba mais).
segunda-feira, 13 de abril de 2020

Cenário - 13.4.20

Novos impulsos à vacina O debate sobre quando e a que custo virá uma vacina contra a covid-19 voltou a ganhar volume dentro e fora da comunidade científica. Melinda Gates, co-presidente da Fundação Bill & Melinda Gates, disse no fim de semana que "provavelmente" daqui a 18 meses algo estará disponível (leia a íntegra). O virologista Chil-Yong Kang, da Universidade de Western, em Ontario, faz coro. Uma das vozes mais ativas no mundo nessa corrida, afirma que será possível avançar com os testes "em breve" (veja aqui). Hoje, uma das notícias de maior repercussão sobre o tema dá conta de que existem 70 vacinas contra o coronavírus em desenvolvimento no planeta. Três delas são as candidatas mais fortes porque já estão sendo testadas em seres humanos (saiba mais). 'ORÇAMENTO DE GUERRA' Fica para quarta-feira Em uma reunião de lideranças hoje pela manhã o Senado decidiu transferir de hoje para quarta-feira, 15, a votação do chamado 'orçamento de guerra' (PEC 10/2020). Agora à tarde o relator Antonio Anastasia apresentará seu texto. CONJUNTURA Solavanco generalizado O estudo do Banco Mundial divulgado ontem que prevê uma retração de 5% do PIB do Brasil em 2020 está aqui. Sob o título 'A economia nos tempos da Covid-19', o relatório faz previsões pessimistas para quase todos os países. ARGENTINA Uso obrigatório da máscara Buenos Aires amanheceu hoje muito determinada a blindar o isolamento social - o governo federal estendeu a política até o dia 26. Na capital, a novidade é que a partir de quarta-feira (15) o uso de máscaras faciais será obrigatório em lojas, em unidades de serviço público ou privado e em transporte público (assista). AGENDA RODA VIVA - Priscila Cruz, presidente da ONG Todos Pela Educação, será entrevistada, às 22h, no programa da TV Cultura. MORO - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, é o convidado do webinar do JOTA, às 16h. BOLSONARO - Os compromissos oficiais do presidente Jair Bolsonaro previstos para hoje estão aqui. CÂMARA - Estão na pauta desta tarde duas votações: do projeto de ajuda aos estados fiscal aos estados (PLP 149/19), e da Medida Provisória 905/19. EDUCAÇÃO Ensinar, aprender, inspirar - O Instituto Claro oferece conteúdos especiais para professores e alunos (saiba mais). SABER Grafite - Um passeio virtual pelas obras de Eduardo Kobra (veja) e a ação do artista para ajudar a população sem-teto de SP (saiba mais). SUSTENTÁVEL Isolamento - Uma lista de filmes engajados recomendados pelo Greenpeace (saiba mais). TECH Gêneros e TI - O estudo que concluiu que equipes de TI mais diversas se comunicam melhor (veja). BEM-ESTAR Prazos - A psicologia por trás da ideia de que prazos podem ser motivadores e não estressantes (saiba mais).
quinta-feira, 9 de abril de 2020

Cenário - 9.4.20

AVISO       Pausa na Páscoa O Cenário voltará na segunda-feira, 13. Inflação sob o vírus O IBGE divulgou mais cedo o IPCA de março - a inflação oficial -, traduzindo em números impactos da pandemia de coronavírus. O índice variou 0,07%, no menor resultado para um mês de março desde o início do Plano Real (1994) - em fevereiro, a alta foi de 0,25%; e no mesmo mês de 2019, 0,75%. Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE, três tiveram deflação. A âncora foi o grupo transportes (-0,90%) - quedas importantes nos preços das passagens aéreas (-16,75%) e dos combustíveis (-1,88%). Em sentido contrário, os preços do grupo alimentos e bebidas aceleraram de 0,11% para 1,13% - reflexo mais visível do isolamento social adotado em cidades brasileiras. A alimentação no domicílio avançou 1,40%. As maiores altas impactaram os preços da cenoura (20,39%), cebola (20,31%), tomate (15,74%), batata-inglesa (8,16%) e ovo de galinha (4,67%). Já as carnes caíram (-0,30%) (saiba mais). CONJUNTURA 1 Encontro do ano Começaram as tradicionais reuniões da primavera do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial - em 2020, os debates são virtuais. A pandemia, claro, esteve no centro dos discursos de abertura. Logo pela manhã, a diretora do FMI Kristalina Georgieva não poupou objetividade ao avaliar a conjuntura. Segundo ela, esta é uma crise "como nenhuma outra" e está desencadeando a maior recessão desde a Grande Depressão de 1929. O discurso na íntegra está aqui em texto e vídeo. CONJUNTURA 2 Fazendo as contas Na terça-feira, 14, o FMI vai soltar um dos relatórios mais aguardados, o World Economic Outlook (WEO). Nele vão constar revisões de expectativas para o ano, algum apontamento de tendências e muitos recados. A divulgação poderá ser acompanhada por aqui. 'ORÇAMENTO DE GUERRA' No front O Senado está organizado para votar no início da próxima semana a chamada PEC do 'Orçamento de Guerra'. O texto já passou pela Câmara, mas há grupos de senadores que querem debater e detalhar melhor alguns pontos. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Em casa A Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP), órgão ligado ao Ministério da Economia, vem levantando informações sobre o trabalho remoto e outras questões associadas à pandemia. Os dados compilados miram o Executivo federal. Até ontem, segundo uma das frentes de coleta, a indicação era de que 43,74% dos servidores estão em home office. AGENDA BOLSONARO - Os compromissos do presidente Jair Bolsonaro ao longo do dia estão aqui. GUEDES - À tarde, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem videoconferências com a Federação das Indústrias do Nordeste e com a bancada do Podemos no Senado. R$ 600 - Começa hoje o pagamento do auxílio emergencial para trabalhadores sem carteira assinada inscritos no Cadastro Único e que têm conta no Banco do Brasil ou na Caixa. PETRÓLEO - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) faz hoje uma reunião de emergência para discutir um corte na produção global. EDUCAÇÃO Polêmica - Argumentos pró e contra sobre pedidos de desconto nas mensalidades escolares em meio à pandemia (leia). SABER Arte - Uma lista com algumas das galerias on-line mais populares do mundo (saiba mais). SUSTENTÁVEL No mar - As expedições da família Schurmann e o legado deixado por elas (saiba mais). TECH Robôs - A Federação Internacional de Robótica e sua atuação no impulso à pesquisa e à inovação (saiba mais). BEM-ESTAR Nojo - Pesquisa da USP questiona o que influencia as pessoas a manifestar tal sensação e busca voluntários para responder perguntas. Interessados em participar precisam responder um formulário online (saiba mais).
quarta-feira, 8 de abril de 2020

Cenário - 8.4.20

Grandes economias mergulham A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) soltou mais cedo um estudo que mostra as principais economias do mundo já amargando prejuízos com a pandemia. O diagnóstico é de queda expressiva no potencial de crescimento em razão dos choques na produção, no ritmo de consumo e na confiança geral. Os dados são de março, estão enquadrados dentro de uma metodologia consagrada pela OCDE há muito tempo e apontam para a mais forte queda desde o início da série histórica. Quase todas as economias - a do Brasil entre elas - registram, segundo o estudo, 'forte desaceleração'. Na escala que vai até 100, os países da OCDE caíram de 99,6 para 98,8. A situação na Índia é a única a destoar. Mas não por completo. A sinalização para o país é de 'desaceleração'. O estudo, ao registrar particularidades entre as nações e os reflexos da crise, pondera que os próximos períodos serão decisivos, sobretudo porque a incerteza só aumenta. O resumo do estudo da OCDE está aqui. Um vídeo produzido pela organização explica a composição dos indicadores compilados no levantamento e pode ser visto aqui. COMÉRCIO INTERNACIONAL Baque imediato Outro importante sinal de que a crise chegou para todos está em um levantamento da Organização Mundial do Comércio (OMC) divulgado também na manhã de hoje (veja aqui). Os cálculos indicam que a pandemia de covid-19 pode fazer exportações e importações recuarem neste ano até 32%. A falta de referências mínimas prejudica o olhar futuro, por isso as projeções para 2021 estão, segundo a OMC, reféns das incertezas diárias. MÍDIA Mudanças nas preferências No embalo de transformações estruturais que pressionam o setor de mídia há tempos, um novo relatório do Fórum Econômico Mundial atualiza o olhar com base na crise provocada pelo coronavírus. A pesquisa 'Entendendo o valor na mídia' compila respostas de 9.100 pessoas entrevistadas na China, Alemanha, Índia, Coréia do Sul, Reino Unido e Estados Unidos. Uma das conclusões é que jovens (16 a 34 anos) que vivem em países onde o noticiário funciona ao ritmo de uma indústria estão bem mais abertos a pagar por notícias. Um resumo está aqui. A íntegra da pesquisa pode ser lida aqui. SERVIÇOS Retrato de fevereiro O IBGE detalhou pela manhã que o volume de serviços caiu 1% em fevereiro, na comparação com janeiro. Essa taxa era mais ou menos aguardada por quem costuma estimar o comportamento do setor. A surpresa foi a amplitude, já que a retração ocorreu em três das cinco atividades investigadas (leia mais). AGENDA BOLSONARO - Ao longo do dia, o presidente Jair Bolsonaro recebe em audiências ministros e parlamentares (veja aqui a lista de compromissos). CÂMARA - Deputados têm sessão hoje à tarde para discutir mais propostas de combate ao coronavírus. Na pauta do dia também estão a medida provisória do Contrato Verde e Amarelo (MP 905/19) e o chamado Plano Mansueto (PLP 149/19). EDUCAÇÃO Pausa - O MEC autorizou que instituições do sistema federal de ensino suspendam, por até 60 dias, aulas presenciais dos cursos de educação profissional técnica de ensino médio (saiba mais). SABER Arte - Explore as salas de visualização online da galeria Pace, uma das referências em engajamento e arte contemporânea. SUSTENTÁVEL Amsterdã 2050 - A capital holandesa faz planos para daqui 30 anos ter uma economia totalmente circular (saiba mais). TECH TI - A pandemia de covid-19 deu novo status e projetou os bons profissionais de TI (saiba mais). BEM-ESTAR Enfermagem - O relatório da OMS que indica um déficit global de 6 milhões de profissionais de enfermagem no mundo (saiba mais).
terça-feira, 7 de abril de 2020

Cenário - 7.4.20

Governo lança site e app Foram lançadas hoje as ferramentas digitais que vão dar sustentação ao pagamento do auxílio de R$ 600 para quem tem direito ao benefício emergencial criado em razão da crise de covid-19 (veja aqui). O site e o aplicativo 'Caixa Auxílio Emergencial' estão disponíveis. Agora à tarde o governo fará o detalhamento técnico sobre como tudo vai funcionar. Pela manhã, o ministro da Cidadania, Onyx Lorezoni, lembrou que o cronograma de pagamentos terá início na próxima quinta-feira. E reforçou que os canais tecnológicos foram ativados para encontrar os trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único (CadÚnico) (veja ou reveja). Quem já recebe o Bolsa Família ou está inscrito no cadastro não precisa se inscrever pelo app. A estimativa oficial é que 20 milhões de trabalhadores estão fora da base de dados governamental. O primeiro grupo a receber serão os informais que estão no CadÚnico - algo em torno de 75 milhões (saiba mais). DISTANCIAMENTO SOCIAL Ajuste fino O Ministério da Saúde antecipou ontem, mas os detalhes estão aqui no Boletim Epidemiológico Especial sobre Coronavírus. O documento fala sobre transição e medidas de isolamento proporcionais à realidade apresentada em cada região. INDÚSTRIA Foco jurídico A Confederação Nacional da Indústria (CNI) apresentou a Agenda Jurídica da Indústria 2020. O documento traz os processos de interesse do setor industrial no STF. Nesta edição, há mais ações trabalhistas do que tributárias - a agenda reúne 101 ações no total (leia a íntegra). COMÉRCIO Como será a Páscoa A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) fez as contas e estima que as vendas da Páscoa em 2020 devem registrar uma queda histórica de 31,6% em relação a 2019. Um estudo exclusivo indica que o faturamento do varejo deve alcançar R$ 1,598 bilhões este ano, contra R$ 2,336 bilhões no período anterior (leia aqui). NA TV Caiado fala O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), esteve ontem à noite no programa Roda Viva, da TV Cultura. Caiado analisou a cena política e opinou sobre a crise provocada pela crise da covid-19 (veja ou reveja). AGENDA AUXÍLIO EMERGENCIAL - Às 15h, executivos da Caixa vão detalhar como funcionará o auxílio emergencial de R$ 600. GUEDES - O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem videoconferência às 15h com integrantes da área econômica e executivos dos seguintes bancos: Santander, Bradesco, Itaú, Banco Central, Caixa e Banco do Brasil. EDUCAÇÃO Teleaulas - Alunos da rede pública do Distrito Federal vão poder assistir três horas diárias de programação educativa pela TV Justiça (saiba mais). SABER Velho oeste - O acervo e as histórias do Museu Nacional do Cowboy, em Oklahoma. SUSTENTÁVEL Natureza online - Os vídeos do ICMBio no Youtube que realçam a riqueza biológica, cultural e social do Brasil (saiba mais). TECH Moodle - O que é e como funciona uma das plataformas on-line de apoio à aprendizagem mais usadas no mundo (saiba mais). BEM-ESTAR SUS - As origens, o que é e como funcionamento do Sistema Único de Saúde (saiba mais).
quinta-feira, 2 de abril de 2020

Cenário - 3.4.20

Rumo a 1 milhão O mundo vive a expectativa de alcançar nos próximos dias a simbólica marca de 1 milhão de casos de covid-19. Dos painéis globais que monitoram números em tempo real, o da universidade Johns Hopkins é o que está mais perto de relevar esse número (veja). A OMS vem repetindo que a velocidade de transmissão da doença é alta e acentua a todo instante que ela está ganhando fôlego extra em países onde a pandemia é mais aguda. Para além disso, há pelo menos duas questões relevantes que estão sendo consideradas para efeito de projeção estatística. Uma delas é o avanço do coronavírus na África. Especialistas e a própria OMS temem o impacto no continente e projetam realidades bastante duras no curto prazo. A outra diz respeito à subnotificação da pandemia. Ainda que a recomendação internacional aponte para a necessidade de testes em massa, nem de longe o mundo está conseguindo segui-la. MÁSCARA DE PROTEÇÃO Fazendo em casa Movimentos que ensinam como fazer máscaras de proteção por conta própria ganham força no Brasil e no mundo. O Youtube e as redes sociais (#masks4all) estão inundados e compartilham cada vez mais tutoriais - é preciso ter cuidado e escolher as fontes corretas - produzidos por pessoas preocupadas com o avanço da covid-19. DILEMAS MIT explica As pandemias deprimem a economia. As intervenções de saúde pública, não. Um estudo do MIT - divulgado recentemente - explora desdobramentos desse debate, olhando para evidências da gripe de 1918. O resumo está aqui e a íntegra pode ser consultada aqui. TRABALHO Pacote oficial O resumo executivo do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, lançado ontem pelo governo, está aqui. A íntegra da medida provisória está aqui. ELEIÇÕES Fluxos e datas Os prazos do calendário eleitoral seguem seu ritmo e isso mexe com a cabeça de quem gosta de fazer contas. Há vários debates instalados no mundo político, entre outras coisas, que tratam de janela para trocas partidárias, cronogramas para estatutos, convenções etc. O TSE colocou em destaque no site a íntegra da Resolução TSE nº 23.606/2019, que serve de referência para quem quer se manter atento. AGENDA CONGRESSO - Deputados e senadores realizam hoje a primeira sessão remota para analisar o projeto sobre execução de emendas parlamentares. EDUCAÇÃO Edtech - Sebrae explica o conceito e como é empreender com startups educacionais (saiba mais). SABER Beethoven 250 - O Bundeskunsthalle, um dos museus mais famosos da Alemanha, celebra o 250º aniversário do grande gênio. SUSTENTÁVEL COP 26 adiada - A Conferência do Clima da ONU marcada para novembro, na Escócia, foi adiada por causa da pandemia (leia o comunicado oficial). TECH Robô x pandemia - Tommy, o "enfermeiro-robot" que ajuda médicos italianos no enfrentamento da covid-19 (saiba mais). BEM-ESTAR Doenças zoonóticas - Um olhar científico e histórico sobre como certas enfermidades saltam de animais para pessoas (saiba mais).
quarta-feira, 1 de abril de 2020

Cenário - 1.4.20

Tecnologia contra o vírus O enfrentamento à pandemia de covid-19 tem impulsionado inovações tecnológicas capazes de dar respostas rápidas e confiáveis às pessoas e às autoridades. Uma parte desse movimento vem sendo liderado por empresas privadas, que investem muito dinheiro na criação de ferramentas e na adaptação de soluções já existentes. Governos ao redor do mundo também buscam se colocar no jogo de forma ágil e competitiva. No Brasil, o Ministério da Saúde lançou o app Coronavírus SUS. Ele foi atualizado recentemente e está mais interativo. Permite, por exemplo, o envio de mensagens e alertas a celulares e tablets, mesmo com app fechado ou sem uso no momento - é gratuito e já foi baixado por cerca de 3,5 milhões de usuários. Um chatbot para avaliação de saúde e para a solução de dúvidas sobre o coronavírus também está disponível é outra opção disponível. Está na página do Ministério da Saúde e é bem intuitivo. Ontem, durante o balanço diário de ações contra a doença, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou outra iniciativa inovadora: ligações telefônicas em massa de triagem à distância com foco na população. Um modelo montado para monitorar riscos de contaminação evitar a sobrecarga no sistema de saúde. MPs Congresso encurta ritos Está no Diário Oficial da União de hoje ato conjunto da Câmara e do Senado Federal que muda o regime de tramitação de medidas provisórias durante a pandemia de covid-19. O caminho para análise no Legislativo fica mais curto, direto e rápido (leia aqui). EFEITO PANDEMIA Mundo mais lento A Nature, uma das publicações científicas mais prestigiadas, abriu um debate interessante: os bloqueios provocados pelo coronavírus teriam mudado a maneira como a Terra se move. O texto (leia aqui) relata que a redução no ruído sísmico, devido a mudanças na atividade humana, tem contribuído para esse intrigante reflexo da luta contra a covid-19. ÍNDIA Ar mais limpo O isolamento imposto aos indianos vem impactando de modo positivo a qualidade do ar em cidades reconhecidamente difíceis de se respirar. O índice de qualidade de Nova Déli vem acumulando níveis "bons" para padrões históricos e até céu azul. Outras de 90 outras cidades, também (saiba mais). INDÚSTRIA Dados de fevereiro O IBGE divulgou mais cedo que, em fevereiro, a produção industrial avançou 0,5% frente ao mês anterior. Na comparação com fevereiro de 2019, o setor caiu 0,4%, enquanto o acumulado em 12 meses mostra que a atividade industrial também recuou (-1,2%) (leia a íntegra). AGENDA BALANÇA COMERCIAL - Saem hoje à tarde os resultados de março. BOLSONARO - Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro recebe em audiência o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores). SENADO - O plenário programou para hoje a votação do projeto de lei da Renda Básica de Cidadania Emergencial (PL 873/2020), que garante até R$ 1.500 para famílias de baixa renda durante a pandemia do novo coronavírus. EDUCAÇÃO Enem - As provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 serão aplicadas nos dias 11 e 18 de outubro, na versão digital; e nos dias 1º e 8 de novembro, impressa (saiba mais). SABER Documentários - A TV Câmara vai selecionar 30 obras para exibir na grade de programação da emissora. As inscrições para o concurso de seleção vão até dia 22. SUSTENTÁVEL Ibama - O Relatório de Gestão do Licenciamento Ambiental Federal 2019 (conheça). TECH Big data x pandemia - O super monitoramento contra o coronavírus montado pelo CDC dos Estados Unidos (saiba mais). BEM-ESTAR Falando às crianças - Como preservar a saúde psicológica dos pequenos lançando mão de uma comunicação eficaz sobre a pandemia (saiba mais).
terça-feira, 31 de março de 2020

Cenário - 31.3.20

Desemprego em fevereiro Dados da PNAD Contínua, divulgada mais cedo pelo IBGE, atualizaram o retrato do mercado de trabalho. Os números refletem a desocupação no trimestre móvel encerrado em fevereiro e indicam alta em relação ao trimestre de setembro a novembro de 2019. A taxa subiu de 11,2% para 11,6%, resultando agora em uma população desocupada de 12,3 milhões de pessoas - salto que interrompe dois trimestres seguidos de quedas (leia a íntegra). O maior volume de desocupação, segundo o IBGE, não teve o comércio como polo - o setor costuma fazer ajustes nesta época -, e sim a construção, a administração pública e os serviços domésticos. Olhando para a informalidade, a pesquisa indica uma leve queda, mas ainda há 38 milhões de brasileiros nessa condição. Já o total de pessoas fora da força de trabalho bateu 65,9 milhões, novo recorde apurado pelo IBGE. Enquanto a população ocupada alcançou 93,7 milhões. CHINA Um dia de cada vez Para além das ações de saúde e da publicidade que tem sido dada em torno disso, a China também mostra ao mundo que, do ponto de vista econômico, está em outro momento. O Bureau Nacional de Estatísticas (NBS) detalhou pela manhã a recuperação da atividade em março. Conforme os levantamentos de hoje, os índices voltaram a apontar para cima, confirmando o discurso oficial de que o país está em processo de expansão pós-pandemia (saiba mais). FMI O que está no radar A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, participou hoje de uma teleconferência com ministros das Finanças e chefes de banco centrais do G20. "Nossa previsão de recuperação no próximo ano depende de como conseguimos conter o vírus e reduzir o nível de incerteza", disse (leia o comunicado oficial). STF Sessões remotas O STF confirmou que fará nos dias 15 e 16 de abril sessões plenárias por videoconferência (veja as pautas aqui e aqui). Além dos ministros, será incorporada também a participação do procurador-geral da República, Augusto Aras. Advogados, procuradores e defensores farão inscrições por meio de formulário eletrônico disponibilizado no site do STF até 48 horas antes do dia da sessão. SEGUNDA ONDA Discussão de laboratório Uma parte da comunidade científica observa com atenção os picos de covid-19 pelo mundo sem perder de vista a situação na China. Os padrões de relaxamento adotados por lá alimentam correntes de discussão sobre o quanto é importante ficar alerta para, eventualmente, casos de contaminação doméstica ou importada avancem a ponto de formar uma segunda onda da doença. Leia mais aqui e aqui. AGENDA BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro participa, à tarde, da reunião do Conselho de Governo. PROTESTOS - Entidades ligadas a movimentos sociais, estudantes e lideranças sindicais programam para hoje à noite atos a favor da saúde e contra o governo. CÂMARA - O plenário deve votar hoje propostas de combate ao coronavírus em sessão remota marcada para começar no início da noite. SENADO - A partir das 16h, senadores devem votar o projeto de lei que institui a Renda Básica de Cidadania Emergencial. EDUCAÇÃO AVAMEC - Como funciona e o que oferece a plataforma virtual de aprendizagem do MEC (saiba mais). SABER Arquivo nacional - Um acervo iconográfico com mais de 1 milhão de itens. Imagens digitalizadas para pesquisar a qualquer hora (saiba mais). SUSTENTÁVEL Dados climáticos - Escolha uma cidade do mundo e consulte as informações que quiser (saiba mais). TECH Gamers - As melhores cadeiras do mundo para os amantes dos jogos para PC (saiba mais). BEM-ESTAR Alimentação - Dicas e orientações da OMS/Europa para períodos de quarentena (saiba mais).
segunda-feira, 30 de março de 2020

Cenário - 30.3.20

Ataque ao vírus Comunidade científica e grandes centros de pesquisa espalhados pelo mundo organizam-se em rede para enfrentar o avanço do novo coronavírus. A busca por uma vacina ou medicamentos mais fortes são as prioridades dos estudos que ocorrem simultaneamente (e com mais força) na Ásia, na Europa e nos Estados Unidos. Das iniciativas tornadas públicas até agora, as mais promissoras combinam tempo, cooperação internacional, dinheiro, inúmeras horas de trabalho e, claro, tecnologia. Na semana passada, a Casa Branca anunciou o lançamento de um consórcio de computação de alto desempenho. A estrutura de ponta está disponível e dedicada aos que buscam respostas rápidas às muitas perguntas que inquietam os médicos (conheça o projeto). A China também está adiantada no processo de compartilhar conhecimento e testá-lo em campo. As missões de apoio que atuam em países onde a pandemia se agrava cumprem, entre outras coisas, esse papel. Na Europa, a gincana é semelhante. Reino Unido, Suíça, Itália, Espanha e Alemanha interagem por meios de órgãos governamentais, entidades privadas e universidades para fortalecer o cinturão de conhecimento. GASTO PÚBLICO LRF e LDO flexibilizadas A União pediu e o ministro do STF Alexandre de Moraes concedeu liminar, ontem, abrindo espaços orçamentários para o enfrentamento da covid-19. A decisão liminar (leia a íntegra), que ainda será submetida ao plenário da Corte, vale para todos os entes da Federação que decretaram estado de calamidade pública. SETOR AÉREO Reflexos A EasyJet decidiu deixar em solo toda sua frota de aviões e informou hoje cedo que, devido às restrições de viagens causadas pela pandemia, não pode dar uma data exata sobre quando as operações vão voltar. A crise no setor aéreo é das grandes. O Flightradar24, site especializado que monitora em tempo real voos pelo mundo, resume a situação de momento em gráficos. PETRÓLEO Menor preço desde 2002 O dia amanheceu com a notícia de que o preço do petróleo caiu a níveis recordes desde 2002. O barril tipo Brent recuou para US$ 22,58. NASA Conexão espacial (em casa) A agência espacial americana reuniu em uma página especial na internet tudo o que adultos (especialistas ou leigos) e crianças precisam para se manter em casa sem tirar os olhos do espaço. NA TV Ernesto fala Ao Poder em Foco, parceria editorial entre SBT e o jornal digital Poder360, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, analisa o contexto da crise e detalha de que maneira o governo tem lidado com o enfrentamento do novo coronavírus (veja ou reveja). ARGENTINA Isolamento ampliado O presidente argentino Alberto Fernández fez ontem à noite uma defesa contundente do isolamento social e anunciou a ampliação da quarentena obrigatória até 12 de abril (veja ou reveja). As restrições de fluxos de pessoas estavam previstas para terminar amanhã. AGENDA BOLSONARO - À tarde, o presidente Jair Bolsonaro recebe em audiência o ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Gilson Machado, presidente da Embratur. SENADO - Está programada para hoje à tarde a votação do projeto que estabelece o pagamento de um auxílio emergencial no valor de R$ 600, por três meses, a pessoas de baixa renda (PL 9.236/2017 na Câmara), chamado de 'coronavoucher'. GUEDES - Entre outros compromissos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reúne-se com o presidente Jair Bolsonaro e com os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, do Banco do Brasil, Rubem Novaes, da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e do BNDES, Gustavo Montezano. ÔNIBUS EM SP - A partir de hoje, a frota de ônibus em circulação na cidade de São Paulo será de 40%. O número de passageiros transportados está em 23% da média diária em dias úteis (saiba mais). EDUCAÇÃO Sem aulas - Dados da Unesco revelam que 1,5 bilhão de estudantes e jovens são afetados pelo fechamento de escolas e universidades devido à pandemia; entidade lança a Coalizão Global de Educação (saiba mais). SABER Festival online - No Youtube, uma coletânea de apresentações para assistir a qualquer hora. SUSTENTÁVEL Ecolápis - Uma das referências globais em material escolar mostra como é o ciclo sustentável para a produção do lápis especial (saiba mais). TECH 'Paradão' - Empresas de tecnologia têm dificuldades de manter o ritmo por causa de problemas no fluxo de insumos de produção (saiba mais). BEM-ESTAR Quarentena - O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA olha para a História e conta como e quando tudo começou.
quinta-feira, 26 de março de 2020

Cenário - 26.3.20

BC revisa 2020 O Banco Central divulgou mais cedo o Relatório de Inflação com uma série de novas projeções. Todas já adaptadas à realidade imposta pela crise.Um dos dados de maior peso diz respeito ao PIB deste ano. A previsão é de crescimento zero e não mais um salto de 2,2%.Mudaram também as expectativas de desempenho da indústria de transformação, construção, comércio, transportes, consumo das famílias, investimento, exportações. O salto esperado para a agropecuária foi mantido em 2,9%.O olhar ampliado sobre setores incorpora os estragos produzidos pelo avanço do novo coronavírus. Por isso os índices estão - quase todos - tão deprimidos. É um choque de realidade que aproxima o BC das percepções de mercado. Nos últimos dias, principalmente, bancos, consultorias e analistas passaram a dar peso extra ao discurso de que o 'paradão' causado pela pandemia tem - e terá - consequências. Entre outras coisas, o documento reforça ainda que a China sofreu, que o mundo em desaceleração ficou mais lento e que o impacto disso tudo não está totalmente precificado (leia a íntegra do relatório).     CRESCIMENTO Número de janeiro Também hoje o Banco Central informou que a economia brasileira cresceu 0,24% em janeiro na comparação com o mês anterior.O IBC-Br veio abaixo do que esperavam os entendidos em PIB.   G20 Reunião extra Por videoconferência, líderes mundiais dos países mais ricos discutem hoje os rumos da pandemia e o que está sendo feito para conter o avanço da covid-19.A Arábia Saudita, que ocupa atualmente a presidência do G20, convocou a reunião porque quer colocar em discussão a efetividade da resposta global dada até o momento.Os membros do G20 convidaram alguns países para participar, entre eles a Espanha, onde a pandemia escalou de maneira importante nas últimas semanas.   CHINA Outros sinais Os chineses seguem reforçando mensagens de que o pior já passou. E que, aos poucos, a normalidade se espalha pelo país - em especial por locais onde o novo coronavírus causou mais danos humanos e econômicos.Imagens de gente nas ruas de cidades da província de Hubei correm o mundo.Além de dar visibilidade a um cotidiano urbano pós-crise, a China também realça o quanto o país está atuando para apoiar outras nações na estratégia de superar os problemas da pandemia.O governo chinês tem atuado junto a cerca de 80 países e organizações internacionais na assistência de emergência.     EUA Superpacote vai à Câmara O Senado aprovou de forma unânime o pacote de US $ 2 trilhões formulado para minimizar os impactos econômicos da pandemia.O foco principal é o apoio a trabalhadores e a empresas.A Câmara deve votar o projeto amanhã.     AGENDA BOLSONARO - Entre outros compromissos, o presidente Jair Bolsonaro tem audiências com os ministros Fernando Azevedo (Defesa) e Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública).   GUEDES - O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa da reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) via videoconferência.   CÂMARA - O plenário analisa hoje projetos de enfrentamento ao novo coronavírus (veja a pauta).   SENADO - Em mais uma sessão remota, senadores votam hoje o projeto (PL 46/2020) que trata da antecipação de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). EDUCAÇÃO Cronogramas de estudo - No Pinterest, sugestões em vários formatos que ajudam na organização do tempo. SABER Olimpíadas - Os Jogos, e seus atrasos, passados a limpo (saiba mais). SUSTENTÁVEL Dados - Como funciona a plataforma do Banco Mundial que fornece aos usuários dados ambientais, sociais e de governança. TECH Games - Uma lista dos jogos mais populares (para smartphones e tablets) atualmente (saiba mais). BEM-ESTAR Pilates - No Youtube, o desenho animado resume a vida e a genialidade do criador da técnica.
terça-feira, 24 de março de 2020

Cenário - 24.03.20

Desafio de garantir comidaPara além do drama humano, da questão sanitária e dos prejuízos econômicos, o avanço do novo coronavírus é um risco à segurança alimentar.Esse debate tem ganhado mais força nos últimos dias não só porque a pandemia se espalha pelo mundo, mas também porque está disseminada em grandes centros produtores e exportadores.A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) manifestou recentemente preocupação especial com os mais vulneráveis. E listou implicações e recomendações (leia aqui).Nas contas da FAO, cerca de 820 milhões de pessoas no planeta convivem com o flagelo da fome crônica. Desse total, 113 milhões são submetidos ao que a entidade chama de 'grave insegurança aguda', ou seja, quando a fome é extrema e torna o ser humano dependente de assistência externa para sobreviver. A Covid-19 já é problema para quase 200 países. E a proliferação acelerada atinge nada menos do que 44 nações que precisam de assistência alimentar externa.Pressões de preço e renda costumam ser implacáveis em momentos de crise, mas principalmente com quem lida com a fome há mais tempo.   BRASIL Mensagens para dentro e para fora A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, está bastante presente em fóruns que discutem os rumos da crise e seus efeitos sobre o setor. Por onde passa, ressalta que a agropecuária brasileira mantém o ritmo e segue abastecendo o mercado. Junto aos colegas da América do Sul a ministra tem buscado alinhamentos importantes nesta fase da pandemia. A prioridade é garantir a fluidez do trânsito de mercadorias e o abastecimento na região. OMS + FIFA Parceria Organização Mundial da Saúde (OMS) e FIFA se juntaram para uma campanha de conscientização contra o avanço do novo coronavírus. O objetivo é reforçar nas pessoas a importância de, neste momento, não esquecer de hábitos básicos, como lavar as mãos, tossir seguindo a etiqueta, evitar tocar o rosto, guardar distância física dos outros e ficar em casa.No vídeo promocional, 28 jogadores fazem apelos em 13 idiomas (assista).   SDSDSD Razões do adiamento Por causa da pandemia de Covid-19, o primeiro-ministro japonês, Abe Shinzo, e o Comitê Olímpico Internacional oficializaram o adiamento dos Jogos de Tóquio - programados para 24 de julho. As Olimpíadas deverão ser realizadas em 2021. O comunicado oficial está aqui.   TELEFONEMA Bolsonaro e Xi O presidente Jair Bolsonaro telefonou hoje cedo para o presidente da China, Xi Jinping.No Twitter, o brasileiro escreveu sobre a conversa.   COMÉRCIO EM JANEIRO Vendas caem O IBGE divulgou mais cedo dados de janeiro do comércio varejista nacional que indicam um recuo de 1% frente a dezembro de 2019. Frente ao mesmo mês do ano passado, o setor cresceu 1,3%.Os detalhes estão aqui.   AGENDA BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro recebe pela manhã o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) e tem videoconferências com governadores do Centro-Oeste e do Sul.BNDES - O presidente Gustavo Montezano tem videoconferências hoje com representantes da ViaVarejo e da Febraban. GUEDES - O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem hoje - entre outros compromissos - videoconferência com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e call com o diretor-presidente da Oi, Rodrigo Abreu. EDUCAÇÃO Aprendendo em casa - Quais são e como funcionam os cursos on-line (e gratuitos) oferecidos pelo CIEE. SABER Livros - Tudo sobre conservação preventiva explicado em manuais fáceis de baixar (saiba mais). SUSTENTÁVEL Micro-casas - Otimização de espaços e autossuficiência em projetos inovadores (saiba mais). TECH Robôs favoritos - Os melhores aspiradores de pó já inventados, seus preços, funcionalidades e por que é tão bom vê-los fazer tudo sozinhos (veja). BEM-ESTAR Mitos da Covid-19 - Informações (confiáveis) sobre a pandemia que são úteis ao dia a dia prontas para serem compartilhadas (saiba mais).
segunda-feira, 23 de março de 2020

Cenário - 23.3.20

Recados do BCO Banco Central tornou pública hoje cedo a ata da reunião da semana passada em que o Comitê de Política Monetária (Copom) cortou a Selic de 4,25% para 3,75% ao ano.Essa divulgação ocorre usualmente às terças-feiras, mas foi antecipada.A Covid-19 e os esforços para que a pandemia não cause ainda mais estragos na economia sustentam quase todos os parágrafos do comunicado - a íntegra, em português, está aqui; e a versão em inglês pode ser consultada aqui.Nas explicações do Copom, a conjuntura externa é um ponto de atenção porque a pandemia "está provocando uma desaceleração significativa do crescimento global".O texto cita, especificamente, a queda nos preços das commodities e o aumento da volatilidade nos preços de ativos financeiros. A despeito de tudo o que está sendo feito no mundo, reforça a ata, "o ambiente para as economias emergentes tornou-se desafiador".Em relação às projeções de curto prazo, o Copom avisa que elas foram influenciadas "significativamente" pelos movimentos recentes nas cotações de commodities, reforçando implicações da pandemia sobre diversos segmentos.Tentando olhar além das montanhas, o Banco Central indica na ata que "continuará fazendo uso de todo o seu arsenal de medidas de políticas monetária, cambial e de estabilidade financeira no enfrentamento da crise atual". NO YOUTUBE Campos Neto fala O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, detalhou hoje pela manhã no Youtube medidas voltadas à crise.Consulte aqui a íntegra da apresentação. E veja ou reveja as explicações.   + MEDIDAS BC age O site do Banco Central compartilhou logo cedo uma série de medidas anticrise. Saiba quais: CMN autoriza instituições financeiras associadas ao FGC a realizar captações por meio de depósitos a prazo com garantia especial (DPGE) CMN autoriza BC a dar empréstimos a instituições financeiras garantidos em debêntures BC reduz compulsório sobre recursos a prazo no montante de R$ 68 bilhões NA TV Bolsonaro fala Em entrevista ontem à noite à TV Record, o presidente Jair Bolsonaro resumiu as ações do governo federal no combate à pandemia, pediu serenidade e analisou de forma crítica o padrão adotado em alguns estados (veja ou reveja).   MEDIDA PROVISÓRIA A questão do emprego O presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória que permite que contratos de trabalho e salários sejam suspensos.O prazo é por até quatro meses durante o período de calamidade pública.Leia aqui a íntegra. VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE Começa a campanha Tem início hoje em todo o país a campanha de vacinação contra a gripe comum.Os públicos prioritários desta primeira etapa - serão três em datas e para grupos diferentes - são pessoas acima de 60 anos e trabalhadores da saúde. Foram adquiridas 75 milhões de doses da vacina. O dia "D" de mobilização nacional acontecerá no dia 9 de maio, um sábado. AGENDA RODA VIVA - O ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, será entrevistado hoje, às 22h, pelo programa da TV Cultura. BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro recebe o ministro da Economia, Paulo Guedes, à tarde, no Planalto. EDUCAÇÃO Em casa - A Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) reúne conteúdos úteis sobre o uso de ferramentas e tecnologias neste período de enfrentamento ao novo coronavírus. SABER Música - A Billboard listou todas as transmissões ao vivo e shows virtuais para assistir durante a crise de Covid-19. SUSTENTÁVEL Gin - Cientistas criam um método de fabricação da bebida que evita mais emissões de dióxido de carbono (saiba mais). TECH Streaming - O Amazon Prime Video agora suporta até seis perfis na mesma conta (saiba mais). BEM-ESTAR Combate à Covid-19 - O Centro de Controle e Prevenção de Doenças, nos EUA, atualizou seu site com novas informações (saiba mais).
sexta-feira, 20 de março de 2020

Cenário - 20.3.20

Dia de revisões A equipe econômica programou para hoje a divulgação do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas do primeiro bimestre. Mais do que o olhar retroativo, o balanço colocará em perspectiva os próximos meses e os impactos estimados até aqui causados pela pandemia de Covid-19. Bancos, consultorias e analistas que já revisaram as expectativas de PIB para 2020 apostam que o governo fará o mesmo. E as previsões de mercado são de que as taxas oficiais serão jogadas bem para baixo. Não faz muito tempo, o governo cortou de 2,4% para 2,1% a projeção de salto da atividade no ano. Com reflexos em todos os setores e restrições cada vez mais fortes que afetam as cidades, quase tudo o que estava nas planilhas em janeiro se deteriorou. CALAMIDADE PÚBLICA Senado pronto Está tudo organizado para os senadores votarem hoje, a partir das 11h, o projeto de decreto legislativo (PDL 88/2020) que reconhece o estado de calamidade no país. NO ALVORADA Bolsonaro fala Ao deixar o Palácio da Alvorada, hoje mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou sobre China e o novo coronavírus (assista). + COVID-19 Tamanho da crise A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) elaborou propostas e endereçou-as ao Poder Público. O pacote visa amenizar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus. As perdas já são uma realidade. O objetivo é preservar atividades econômicas que dependem, significativamente, da circulação de pessoas e mercadorias (leia aqui). ARGENTINA Início do isolamento Já está em vigor o decreto do presidente da Argentina, Alberto Fernández, que determina quarentena no país como forma de minimizar a transmissão do novo coronavírus. A carta de Fernández aos argentinos está aqui. CALIFÓRNIA Todos em casa O governador da Califórnia, Gavin Newsom, emitiu uma ordem de permanência para que os cidadãos saiam às ruas apenas em casos de extrema necessidade. A medida, tornada pública ontem à noite (veja aqui os detalhes e o que é permitido), é inédita e alcança uma população de 40 milhões de habitantes. MÍDIA Capa da Economist Os impactos do novo coronavírus no mundo e o que virá pela frente estão na reportagem especial desta semana da conceituada revista britânica. O fechamento de fronteiras, a ação dos governos, os prejuízos à economia e o 'paradão' social provocado pelo avanço da pandemia são discutidos no contexto de que são parte de "escolhas muito difíceis". AGENDA BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro tem audiências pela manhã com os ministros Abraham Weintraub (Educação) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional). GUEDES - Entre outros compromissos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem calls agendadas hoje com os executivos Patrick Mendes (Accor Rede de Hotéis), Rubens Ometto (grupo Cosan), Lorival Luz (BRF) e Rodrigo Abreu (Oi). EDUCAÇÃO Ações e datas - As decisões tomadas pelo comitê de emergência do MEC montado para discutir o enfrentamento ao novo coronavírus (saiba mais). SABER Lego - Alguns dos mais populares tutoriais disponíveis no Youtube. SUSTENTÁVEL Horta - Uma publicação clássica da Embrapa desvenda a arte de formar hortas em pequenos espaços. TECH Videoconferência - Manual de 'boas-práticas' ensina o que fazer e o que não fazer (saiba mais). BEM-ESTAR Covid-19 - No site do Ministério da Saúde, tudo (mas tudo mesmo!) que é preciso saber (veja aqui).
quinta-feira, 19 de março de 2020

Cenário - 19.3.20

A política atua O Senado marcou para amanhã, a partir das 11h, a votação do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 88/2020, que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil. A dinâmica de sessão remota será aplicada pela primeira vez. Em um ambiente virtual e controlado, os parlamentares vão poder debater, tirar dúvidas e votar o texto sem a necessidade de ir ao plenário. O pedido enviado pelo Planalto foi aprovado ontem à noite pela Câmara dos Deputados e experimenta um dos trâmites mais rápidos para esse tipo de situação. Diante do avanço do novo coronavírus e dos impactos ainda imprevisíveis na saúde pública e na economia, o governo federal pediu licença ao Legislativo para gastar mais do que o previsto neste ano, abandonando as metas fiscais estabelecidas para 2020. A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) prevê a medida em casos extremos. São congelados, por exemplo, prazos para ajuste das despesas de pessoal e os limites de endividamento também são ajustados. Em termos de governança, esse período especial não ficará descoberto. O texto em análise prevê a formação de uma comissão mista de deputados e senadores e esse grupo vai acompanhar o processo de gastos e liberações. FRONTEIRAS Brasil fecha O governo federal ampliou hoje as restrições à entrada de estrangeiros pelas fronteiras com países sul-americanos. A medida afeta pessoas de Suriname, Guiana Francesa, Guiana, Colômbia, Bolívia, Peru, Paraguai e Argentina. Cuidados especiais em relação à Venezuela já haviam sido divulgados ontem. MAIS UMA AÇÃO Aprovados primeiros testes rápidos Foram aprovados pela Anvisa os primeiros oito kits específicos para o diagnóstico de Covid-19. Conforme a agência, são testes rápidos voltados ao uso profissional e permitem a leitura dos resultados, em média, em 15 minutos (saiba mais). INDÚSTRIA CNI dá sugestões A Confederação Nacional da Indústria (CNI) encaminhou ao governo um conjunto de 37 propostas com medidas nas áreas de tributação, política monetária, financiamento, normas regulatórias e legislação trabalhista (leia a íntegra). Tudo com foco no enfrentamento dos reflexos causados na economia pela pandemia de Covid-19. AGENDA BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro tem audiência com o ministro Paulo Guedes (Economia) GUEDES - O ministro da Economia tem videoconferência hoje com o presidente da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, John Rodgerson EDUCAÇÃO E-books - Conteúdos para leitura rápida, voltados ao educador, oferecidos pelo Instituto Ayrton Senna SABER On-line - Uma galeria virtual de arte contemporânea (saiba mais) SUSTENTÁVEL Baleias - Economistas calcularam que uma baleia vale mais de US$ 2 milhões e ajudam a entender por que é tão importante protegê-las (assista) TECH Serviços digitas - Uma lista de coisas e burocracias que podem ser resolvidas sem sair de casa (entenda aqui) BEM-ESTAR Sdsd - O app que traz informações e cuidados sobre o Covid-19. Para Android e IOS
quarta-feira, 18 de março de 2020

Cenário - 18.3.20

2020 redesenhado A decisão do governo de pedir ao Congresso Nacional que reconheça estado de calamidade pública no país inaugura uma nova era no enfrentamento da crise causada pelo coronavírus. Entre todos os esforços instalados até aqui, do ponto de vista político e econômico, essa medida é das mais fortes. Um dos efeitos práticos é que a União fica livre de certas amarras no cumprimento da meta fiscal prevista para este ano (déficit primário de R$ 124,1 bilhões). A condição, que está prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), também flexibiliza despesas com o funcionalismo. O potencial de gastos públicos assume, automaticamente, outra dimensão e isso abre espaço para ajustes importantes de expectativas. Calamidade pública não dispensa teto de gastos e regra de ouro, informou ontem à noite o Ministério da Economia, mas mexe com o imaginário de muita gente. As pressões para que o Estado participe mais, induza ações ou promova gestões mais contundentes estão instaladas. E muito do redesenho de 2020 passa a se mover a partir dessas ondas e de seus desdobramentos. CONGRESSO Cúpula está de acordo Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, pretendem dar "prioridade máxima" ao pedido do Planalto. CONTAS PÚBLICAS Números que importam A equipe econômica programa para a próxima sexta-feira, 20, a divulgação do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas do primeiro bimestre. COPOM Futuro da Selic O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central encerra hoje o segundo dia de reuniões para definir os juros básicos da economia. Todas as atenções do mercado - e a previsão é de mais um corte - estão concentradas no comunicado que será feito ao final do encontro. A Selic está atualmente em 4,25% ao ano. MERCADOS + CÂMBIO Começando o dia As bolsas europeias passaram a manhã em queda. Na Ásia, os mercados fecharam em baixa. No Brasil, a bolsa abriu em -7,5%. E o dólar, começou o dia sendo negociado a R$ 5,20. Hoje cedo, o Banco Central anunciou que vai comprar títulos do governo negociados em dólar no mercado internacional, chamados de títulos soberanos. DIÁRIO OFICIAL MEC autoriza aulas digitais Está na edição de hoje do Diário Oficial da União uma portaria do MEC que autoriza a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a pandemia de Covid-19 (leia aqui). UTILIDADE PÚBLICA Recomendações O Ministério da Saúde vem produzindo cartilhas que tiram dúvidas e informam tudo sobre o novo coronavírus. Leia, imprima, compartilhe algumas delas: 1 - orientações gerais 2 - idosos/doenças crônicas 3 - eventos 4 - empresas AGENDA BOLSONARO - Entre outros compromissos, o presidente Jair Bolsonaro recebe em audiência o ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e conduz a reunião do Conselho de Governo. GUEDES - Pela manhã, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reunião com o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida. STF - Na sessão de hoje, o plenário deverá julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6296, que questiona portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública sobre a participação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operações investigativas conjuntas (veja aqui outros itens da pauta). EDUCAÇÃO Em rede - Os projetos da Fundação Roberto Marinho com foco, entre outras coisas, na escolaridade básica e na inclusão de jovens no mundo do trabalho. SABER História - O maior museu da Grécia, o Museu Nacional Arqueológico, abre para consulta na internet boa parte de seu acervo. SUSTENTÁVEL Clima - Um dos hubs de informações meteorológicas mais populares do mundo tanto na web como no app (saiba mais). TECH Home office - Site traz dicas de softwares e boas práticas (saiba mais). BEM-ESTAR Produtos regularizados - Anvisa disponibiliza para consulta tudo sobre medicamentos, cosméticos, alimentos, saneantes e produtos para a saúde (saiba mais).
terça-feira, 17 de março de 2020

Cenário - 17.3.20

Em busca da vacina Comunidade acadêmica, indústria e governos estão mobilizados em todo o mundo na busca pela vacina contra o Covid-19. Neste momento, a corrida está no auge. Pesquisas laboratoriais avançam para fases decisivas. Em algumas partes do mundo, inclusive, o processo já envolve testes em humanos. O National Institutes of Health (NIH), agência federal americana que conduz e apoia inovações médicas, informou a evolução de um estudo clínico abrangendo 45 voluntários adultos saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos - a primeira pessoa recebeu a vacina experimental esta semana (saiba mais). Na China, há diversas frentes abertas. Desde o fim de janeiro, centros médicos testam possibilidades de imunização. E com o fim do pico de contágio, a rede científica montada pelo país está especialmente dedicada aos projetos. Etapas envolvendo animais foram cumpridas e a expectativa dos chineses é de que em abril os processos com humanos comecem. Na Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos empresas e órgãos oficiais também se movimentam. Depois que a pandemia foi oficialmente reconhecida pela OMS, os estudos ganharam fôlego nos cantos mais ricos do planeta. Entre os pesquisados, nesses e em outros países, a preocupação agora é conter a ansiedade global. Há pressões e muitas expectativas represadas. E quase todas têm como foco a ideia de que a descoberta está próxima. Isso, no entanto, vem sendo desencorajado por inúmeras escolas científicas, que ponderam: para chegar ao mercado, vacinas percorrem um longo caminho que atesta eficácia e segurança. BRASIL SP registra 1ª morte O estado de São Paulo registrou a primeira morte causada pelo novo coronavírus. O governo estadual informou hoje mais cedo e dará detalhes no início da tarde. MERCADOS + CÂMBIO Atualizando... As bolsas asiáticas fecharam em alta hoje - na maioria, assumindo movimentos leves. Na Europa, os negócios operaram pela manhã em baixa, assim como nos Estados Unidos. Os negócios no Brasil viveram uma manhã de volatilidade, enquanto o dólar seguiu em alta até por volta das 11h. CONGRESSO Quase parado O Congresso Nacional cancelou a sessão agendada para hoje que iria analisar vetos presidenciais e projetos de lei (PLNs) sobre o orçamento impositivo. Na Câmara, a comissão externa que discute ações preventivas com foco no coronavírus abriu um debate com especialistas hoje pela manhã (veja ou reveja). STF Segue a pauta O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, manteve as sessões presenciais. A Corte adotou medidas de restrições de acesso e realiza monitoramento diário junto ao Ministério da Saúde para embasar a tomada de decisões. Veja aqui a pauta de julgamentos prevista para hoje à tarde. PACOTE O que Guedes anunciou O ministro da Economia, Paulo Guedes, detalhou ontem à noite ações emergenciais que passam a ser adotadas para conter os reflexos negativos causados na atividade pelo avanço do Covid-19. A previsão é desembrulhar um pacote de R$ 147,3 bilhões que atua em três frentes: 1) proteção da população mais vulnerável, 2) manutenção de empregos e 3) combate à pandemia (entenda aqui). NA TV 1 Ciro fala O ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes esteve ontem no Roda Vida, da TV Cultura. Analisou a conjuntura e debateu questões que inquietam a política e a sociedade brasileiras (veja ou reveja). NA TV 2 Sarney fala À Globonews, o ex-presidente José Sarney opinou ontem à noite sobre eleições, economia, política em geral e o governo Jair Bolsonaro (veja ou reveja). AGENDA COPOM - Tem início hoje e termina amanhã a reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central que vai decidir a nova taxa básica de juros. BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro não tem previsão de audiências oficiais e/ou compromissos. GUEDES - O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reuniões hoje com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, com o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, e com o ministro Braga Netto (Casa Civil). EDUCAÇÃO Enem em Portugal - 49 instituições portuguesas que usam os resultados do Enem para acesso à educação superior (veja a lista). SABER Museu no Youtube - O Museu da Pessoa é virtual e colaborativo. No acervo estão mais de 17 mil depoimentos em áudio, vídeo e texto e cerca de 60 mil fotos e documentos digitalizados (assista e entenda). SUSTENTÁVEL Abelhas - A campanha do Greenpeace a favor e informações sobre equilíbrio e biodiversidade (saiba mais). TECH Dados - O blog da International Data Corporation (IDC), uma das principais referências em inteligência de mercado, serviços de consultoria e eventos de tecnologia associada a informação, telecomunicações e consumo. BEM-ESTAR Quarentena - Conceito e noções básicas sobre restrições e isolamento (saiba mais).
segunda-feira, 16 de março de 2020

Cenário - 16.3.20

BCs contra-atacam o vírus O avanço do Covid-19 impôs um freio ainda incalculável à economia global. O que os bancos centrais em todo o mundo estão fazendo agora é tentar conter a sangria. Os alvos prioritários são os juros. Por meio deles, espera-se manter o fluxo global minimamente irrigado e em ordem. Além, é claro, evitar que o pânico e as teorias conspiratórias sufoquem a razão. Não por acaso tantas decisões importantes têm sido tomadas de maneira coordenada, quase em rede, e em caráter emergencial. Ontem, em uma raríssima reunião em pleno domingo, o Federal Reserve saiu de novo na frente e derrubou as taxas pela segunda vez em menos de duas semanas: a banda passou de 0 a 0,25% ao ano (leia o comunicado). Outros tantos países ricos atuaram e seguem atuando no mesmo sentido: o de estabilizar e blindar seus sistemas. Na Ásia e na Europa isso está consolidado. Já as nações pobres ficaram na rabeira e estão tentando se equilibrar como podem. O foco é não deixar que o dinheiro vá embora da noite para o dia. MEDIDAS NO BRASIL CMN age Logo cedo o Banco Central anunciou que o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje, em reunião extraordinária, duas medidas importantes. A nota oficial afirma que ambas vão ajudar a economia brasileira a enfrentar os efeitos adversos do novo coronavírus. A primeira medida trata da renegociação de operações de créditos de empresas e de famílias. "Estima-se que aproximadamente R$ 3,2 trilhões de créditos sejam qualificáveis a se beneficiar" informa o BC. A segunda amplia a capacidade de utilização de capital dos bancos, ou seja, preserva condições para que as instituições realizem eventuais renegociações e mantenham em bons níveis o fluxo de concessão de crédito (leia o informe do BC na íntegra). MERCADOS + CÂMBIO Atualizando... As bolsas de valores europeias abriram em forte queda, à semelhança do que só se viu em 2012. Na Ásia, os negócios fecharam em queda nos principais países. O Ibovespa acionou 'circuit breaker'. Já o dólar iniciou a segunda-feira em forte alta, chega a bater R$ 4,98. FMI Apelo por ação política A diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, pediu hoje (leia a íntegra) o aumento da ação coordenada entre os países para aumentar a confiança e proporcionar estabilidade à economia global. O FMI publicou um conjunto de recomendações de políticas que podem ajudar a orientar os próximos passos (leia aqui). CHINA Impacto na economia Autoridades chinesas divulgaram hoje que o novo coronavírus provocou um tombo histórico na produção industrial: recuou 13,5% no bimestre janeiro e fevereiro. Foi a primeira queda em quase 30 anos. As vendas no varejo caíram 20,5% na comparação com os dois primeiros meses de 2019. AGENDA RODA VIVA - O ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), será entrevistado hoje, às 22h, no programa da TV Cultura BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro não tem previsão de audiências oficiais e/ou compromissos GUEDES - O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reuniões internas com secretários da pasta IMPOSTO DE RENDA - A Receita Federal paga hoje restituições residuais do período 2008/2019 EDUCAÇÃO Livros e etc - O acervo da Biblioteca das Ciências da Saúde da Universidade de Coimbra (leia mais) SABER Arte on-line - Uma lista de boas exposições que podem ser acessadas de casa, via internet (veja aqui) SUSTENTÁVEL Água - O portal que reúne preparativos e todo conceito em torno do Dia Mundial de um dos bens mais valiosos do planeta (saiba mais) TECH WWDC - Como será o evento de desenvolvedores da Apple este ano (saiba mais) BEM-ESTAR Marie Kondo - A consagrada técnica de organização pessoal aplicada à casa e à vida (saiba mais)
sexta-feira, 13 de março de 2020

Cenário - 13.3.20

Mundo mais tenso e fechado Medidas que restringem circulação e aglomerações de pessoas se espalharam pela Europa esta semana e correm o planeta. Contra o avanço do Covid-19, ações extremas miram desde as fronteiras até partidas de futebol. Alguns governos resistem, mas a onda de bloqueios e privações só aumenta. A Itália, por exemplo, vem incorporando políticas cada vez mais duras e impondo a seus cidadãos uma série de impedimentos. Outros países europeus - vizinhos ou não - caminham no mesmo sentido. Assim como nos Estados Unidos. Na América do Sul, Argentina, Bolívia, Chile e Colômbia já tomam decisões que afetam voos e o funcionamento de escolas, além da rotina de prédios públicos. Muito do que está em curso tem como inspiração o modelo chinês, onde foram aplicadas sanções duríssimas como forma de conter a circulação do novo coronavírus. Os resultados divulgados pelas autoridades sanitárias da China são de que essa política foi bem-sucedida. O país afirma que superou o pico da doença e diz ter controlado o fluxo do novo coronavírus graças, entre outras coisas, a cancelamentos, suspensões e isolamentos. CHINA Compartilhando expertise A máquina de comunicação estatal chinesa tem dado muita visibilidade a ações de cooperação com outros países na luta contra a pandemia de Covid-19. Especialistas apoiam o Japão e outros países da Ásia. Equipes da China também chegaram à Itália. MERCADOS + CÂMBIO Atualizando... Bolsas asiáticas fecharam em queda, enquanto na Europa os principais índices abriram em alta. No Brasil, o dólar começou o dia sendo negociado na casa dos R$ 4,70. Já a B3 iniciou a operação hoje pela manhã em forte alta de cerca de 13%. NA TV Bolsonaro fala Ontem à noite, o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão sobre o avanço do Covid-19. Em resumo: - disse que o Brasil está atento e vigilante - destacou a decisão da OMS de classificar como uma pandemia - pediu serenidade - disse que as manifestações marcadas para domingo (15) devem ser repensadas Veja ou reveja aqui. CIÊNCIA Pessoa a pessoa A conceituada revista The Lancet publica um artigo revelador que descreve a primeira transmissão pessoa a pessoa do Covid-19. É um documento de referência (leia a íntegra). PLANOS DE SAÚDE Cobertura obrigatória Está no Diário Oficial da União de hoje a resolução normativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que regulamenta a cobertura obrigatória e a utilização de testes diagnósticos para infecção pelo novo coronavírus (leia aqui). AGENDA COMBUSTÍVEIS - Os preços da gasolina ficam mais baratos 9,5% e os do diesel, 6,5%, hoje, nas refinarias EUA - VOOS - A partir de hoje, e por 30 dias, viagens da Europa aos EUA estão suspensas (exceção é o Reino Unido); estão fora da regra quem tem residência permanente nos EUA e parentes imediatos de americanos BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro não tem compromisso oficiais hoje GUEDES - O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reunião hoje pela manhã com os presidentes do Banco do Brasil, Rubem Novaes, da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e do Banco Central, Roberto Campos Neto (call) EDUCAÇÃO Estudando em casa - Com aulas suspensas por causa do novo coronavírus, especialista de Stanford sugere maneiras de manter os alunos ativos e motivados SABER Arte - A Galeria de Arte e o Museu de Valores do Banco Central, em Brasília, ficarão fechados a partir de hoje por tempo indeterminado como medida preventiva para evitar o risco de propagação do Covid-19 SUSTENTÁVEL Preservar - O trabalho da Rainforest Partnership em projetos e ações junto a comunidades locais que conservam e restauram florestas tropicais TECH IA - O Project Debater, da IBM, é o primeiro sistema capaz de debater com os seres humanos sobre questões complexas BEM-ESTAR Voz x tabagismo - Um estudo publicado na revista Nature investiga os efeitos e apresentar dados com foco na prevenção de distúrbios
quinta-feira, 12 de março de 2020

Cenário - 12.2.20

Oficialmente, uma pandemia Ao reconhecer que o avanço do Covid-19 atingiu status de pandemia, a Organização Mundial da Saúde lança pressão sobre os países que - até agora - não encaravam a crise como um tema global. A mudança de status não ocorreu sem polêmicas ou ruídos. A própria OMS vinha sendo questionada sobre o porquê de não ter ajustado o foco antes. A estratégia assume uma nova dimensão. Além de conter o avanço da doença, os governos devem redobrar os cuidados e amplificar os alertas com foco, principalmente, nas populações mais vulneráveis. Medidas abrangentes passam a ser padrão - isolamentos e restrições na circulação e na aglomeração de pessoas, inclusive. Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, disse ontem que reconhecer o estado de pandemia não significa que a situação esteja fora de controle e pediu cautela (leia aqui a versão em português). Hoje mais cedo, voltou a reforçar. E insistiu que chamar a crise de pandemia não significa dizer que os países devam desistir. "Esta é uma pandemia controlável. Os países que decidem desistir de medidas fundamentais de saúde pública podem acabar com um problema maior e um fardo mais pesado para o sistema de saúde que exige medidas mais severas de controle", afirmou Tedros Ghebreyesus. A OMS abriu um painel de situação para dar transparência ao acompanhamento do novo coronavírus. Os números são atualizados em tempo real (veja aqui) - há cerca de 125 mil casos confirmados e por volta de 4,6 mil mortes no mundo. MERCADOS + CÂMBIO Reflexos imediatos Na Ásia, as bolsas fecharam em queda. Os pregões na Europa abriram o dia em baixa, assim como o petróleo. Agora pela manhã, nos primeiros momentos de negociação, o dólar comercial chegou a R$ 5. imagem CRIANÇAS SEM AULA Escolas fechadas A Unesco identificou um número recorde de crianças e jovens que deixaram de ir à escola ou à universidade devido a fechamentos temporários ou indefinidos provocados pelo avanço do Covid-19. O último balanço, divulgado hoje mais cedo, indica que na Ásia, Europa, Oriente Médio, América do Norte e América do Sul há relatos de interrupções e/ou anúncios oficiais. Fechamentos em 22 países impactam 372 milhões de crianças e jovens. Uma reunião de emergência foi chamada ontem pela Unesco como forma de compartilhar estratégias. Participaram 73 representantes nacionais, incluindo 24 ministros da Educação e 15 vice-ministros (saiba mais). BRASIL Mandetta vai à Câmara O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve ontem na Câmara dos Deputados para detalhar os esforços do Brasil no combate ao novo coronavírus. A apresentação ao Congresso ocorreu depois que a OMS decretou estado de pandemia. Mandetta disse que o país adota, desde o início da crise, medidas bastante efetivas e rigorosas - o Brasil foi um dos primeiros do mundo a insistir na tese de pandemia. O protocolo geral agora é: pessoas com sintomas vindas de qualquer continente são, por natureza, consideradas suspeitas. O ministro disse aos parlamentares que o plano é dar máxima proteção a idosos e indivíduos com saúde debilitada, públicos mais sensíveis ao vírus (assista). DIÁRIO OFICIAL Isolamento Está na edição de hoje do Diário Oficial da União uma portaria do Ministério da Saúde que estabelece medidas para enfrentamento da emergência do Covid-19, entre as quais o isolamento (saiba mais) Imagem CHINA Passos à frente Autoridades chinesas que representam a Comissão Nacional de Saúde relatam que a China superou o pico de coronavírus. Novos casos estão em declínio, de acordo com boletins atualizados hoje. A China vem compartilhando experiência no controle da crise com muitos países: versões do plano de diagnóstico e tratamento, de prevenção e controle foram traduzidos e estão sendo distribuídos em diferentes idiomas. Imagem NA TV 1 Trump fala O presidente americano, Donald Trump, anunciou ontem a suspensão de todos os voos da Europa para os EUA por 30 dias, a partir de amanhã (exceto Reino Unido e transporte de cargas). Essa primeira medida vem acompanhada de outras, de caráter econômico e emergenciais, que visam apoiar a produção e a atividade locais. O governo dos Estados Unidos negocia com o Congresso ações de curto, médio e longo prazos, com atenção especial para os recursos voltados à saúde e às empresas (veja ou reveja). NA TV 2 Moro fala À Globonews, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, avaliou ontem - entre outras coisas - a crise do Covid-19, o combate à violência, o recente motim de policiais no Ceará, a conjuntura política e Lava Jato (veja ou reveja). TÓQUIO 2020 Tocha acesa A tocha olímpica foi acesa hoje no local onde ocorreram os primeiros Jogos da Antiguidade, Antiga Olímpia, na Grécia. Em uma cerimônia restrita, com a presença de pouquíssimas pessoas por causa do novo coronavírus, o rito foi cumprido conforme o protocolo (assista). A cerimônia marca o início do revezamento, que continuará sua jornada pela Grécia até 19 de março antes de seguir para o Japão. BNDES Como foi 2019 O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social apresentou os resultados financeiros e sociais de suas operações em 2019. O lucro líquido registrado foi de R$ 17,72 bilhões (alta de 164% em relação a 2018). A carteira fechou com 57 projetos, que devem impulsionar investimentos da ordem de R$ 176 bilhões. O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, explicou os detalhes (assista). Já a íntegra do balanço está aqui. Imagem AGENDA 5G - A Anatel realiza hoje à tarde, em Brasília, audiência pública sobre a proposta do Edital de Licitação das frequências de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz, o Leilão de 5G (acompanhe ao vivo) SISTEMA FINANCEIRO - O Banco Central realiza hoje o LiftDay, um evento no qual serão expostas inovações em tecnologia da informação ligadas ao Sistema Financeiro Nacional (acompanhe ao vivo). Veja aqui a programação BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro viaja à tarde para Mossoró (RN), onde participa da cerimônia de entregas do governo federal ao estado do Rio Grande do Norte EDUCAÇÃO Censo escolar - Informações como a aprovação ou reprovação e abandono escolar na educação básica devem ser encaminhadas até o dia 20 deste mês (saiba mais) SABER Escultura - Peças em pedra de artistas consagrados e iniciantes expostas em uma das galerias mais interativas do mundo (veja) SUSTENTÁVEL Impacto econômico - O WWF alerta: Brasil será a sexta economia mais prejudicada por perdas da natureza nas próximas décadas (saiba mais) TECH Fones de luxo - A Montblanc lançou fones de ouvido sem fio e com isolamento especial contra ruídos (conheça) BEM-ESTAR Como vai a vida? - Um relatório indica que as desigualdades persistem, mas (comparada aos últimos 10 anos) a vida está melhor para muitos cidadãos de países que integram a OCDE (saiba mais)
quarta-feira, 11 de março de 2020

Cenário - 11.3.20

Dia de revisões A equipe econômica divulga hoje pela manhã a nova planilha de projeções do ano. É o fato do dia. O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, antecipou na semana passada e reforçou ontem que a revisão faz parte da estratégia do governo de adaptar o olhar macro à conjuntura atual. Organismos internacionais, bancos (no Brasil e no exterior) e governos (de países ricos e pobres) já fizeram o mesmo. O avanço do novo coronavírus e a maré de incertezas que varreu os mercados estão entre os principais motivos para o ajuste de foco. Como pano de fundo - mas não menos importante - aparecem os resultados fechados de 2019, em especial o comportamento da atividade no último trimestre. A expectativa consolidada na opinião pública e entre os analistas é de que os parâmetros que enquadram receitas e despesas de 2020 serão rebaixados. Atualmente, a previsão de crescimento do PIB para o ano está em 2,4%. E a inflação oficial foi projetada em 3,62%. O Boletim Macrofiscal e a versão atualizada do Panorama Macroeconômico estarão disponíveis aqui. ORÇAMENTO Calibragem especial A revisão dos índices macroeconômicos em meio à crise do Covid-19 relaciona-se direta e instantaneamente ao manejo orçamentário. É quase certo que o governo fará, em breve, um contingenciamento de despesas para se adaptar aos tempos de turbulência. MERCADOS + CÂMBIO Sinais de momento As bolsas de Tóquio, Xangai, Seul, Taiwan, Cingapura, Hong Kong e Sidney fecharam em baixa. Na Europa, os principais pregões abriram em alta. Já o dólar no Brasil, nos primeiros momentos da manhã, foi negociado em leve alta. NOVO VÍRUS Situação no Brasil O mais recente apanhado geral feito pelo Ministério da Saúde indica que há no país 34 casos confirmados de Covid-19. São monitoradas 893 suspeitas. Outras 780 foram descartadas (saiba detalhes). INFLAÇÃO Fevereiro comportado O IBGE divulgou mais cedo que a inflação oficial de fevereiro teve alta de 0,25% - em janeiro, o IPCA avançou 0,21%. Este é o menor resultado para um mês de fevereiro desde 2000. No ano, a inflação acumulada está em 0,46%. Nos últimos 12 meses, a taxa é de 4,01% (veja a íntegra do relatório do IBGE). LAVA JATO 6 anos A força-tarefa da Lava Jato completará seis anos no próximo dia 17, e o Ministério Público Federal fez um balanço recente sobre os grandes números da operação. Os principais: - 70 fases - 1.343 buscas e apreensões - 130 prisões preventivas - 163 prisões temporárias - 118 denúncias - 500 pessoas acusadas - 52 sentenças - 253 condenações (165 nomes únicos) a 2.286 anos e 7 meses de pena - cerca de R$ 4 bilhões devolvidos por meio de 185 acordos de colaboração - 14 acordos de leniência, nos quais se ajustou a devolução de cerca de R$ 14,3 bilhões A íntegra do levantamento está aqui. MARCO CIVIL DA INTERNET As audiências O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, e o vice-presidente, ministro Luiz Fux, divulgaram a relação de participantes e o rito para as audiências públicas que vão discutir o Marco Civil da Internet. Os debates estão marcados para os dias 23 e 24 deste mês (entenda e saiba os detalhes). AGENDA CONGRESSO E O VÍRUS - A Câmara dos Deputados vai debater hoje, em comissão geral (todos no plenário), o enfrentamento do novo coronavírus. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou presença. PAUTA DO STF - Doação de sangue por homossexuais e medicamentos de alto custo voltam a ser discutidos pelo plenário (saiba mais). CONTRATO VERDE E AMARELO - A comissão mista que analisa a MP do Contrato de Trabalho Verde e Amarelo (905/19) marcou para hoje a votação do parecer do relator, deputado Christino Aureo (PP-RJ). EMENDAS IMPOSITIVAS - A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional retoma hoje a discussão e a votação de duas propostas do Executivo que regulamentam a execução de emendas parlamentares. BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro chega dos EUA pela manhã e tem audiências ao longo do dia com os ministros Paulo Guedes (Economia), Jorge Antonio de Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública). EDUCAÇÃO Acervo - A biblioteca de obras raras "Fausto Castilho", novo espaço do Sistema de Bibliotecas da Unicamp. EDUCAÇÃO Vikings - Um dos museus mais interativos do mundo fica na Noruega promove a cultura dessa civilização milenar (saiba mais). SUSTENTÁVEL Vida selvagem - Tudo sobre o Parque Nacional de Nairobi, no Quênia. TECH Espaço - O programa Artemis da Nasa promete levar o homem à Lua até 2024. BEM-ESTAR HIV - Evidências para a cura do HIV 30 meses depois que um paciente se submeteu a transplante de células-tronco (saiba mais).
terça-feira, 10 de março de 2020

Cenário - 10.3.20

Com que pé a indústria entrou 2020 A produção industrial brasileira cresceu 0,9% em janeiro, segundo confirmou hoje pela manhã o IBGE. É o melhor janeiro desde 2017. E interrompe uma sequência de dois meses ruins - novembro (-1,6%) e dezembro (-0,8%). A pesquisa mostra - entre outras coisas - que, frente à realidade de dezembro do ano passado, 17 dos 26 ramos industriais avaliados avançaram. Três das quatro grandes categorias econômicas também apresentaram ganhos. São dados, no geral, animadores, mas que não deixam para trás e por completo os passivos que travam a retomada mais robusta da atividade. Na comparação com janeiro de 2019, por exemplo, o setor registra queda de 0,9% - mesmo movimento verificado no acumulado dos últimos 12 meses (-1%) (leia a íntegra). CAMPO Próxima safra IBGE e Conab divulgaram mais cedo novas atualizações sobre o que esperar da colheita de grãos neste ano. Ambos confirmaram recordes de produção. MERCADOS Dia seguinte Depois de uma segunda-feira carimbada por notícias negativas, as principais bolsas europeias registraram altas nesta manhã. O mesmo se deu com os preços do petróleo. Na Ásia, as bolsas fecharam, na maioria, em discretas altas - as negociações de ações em Moscou amargam forte queda. DÓLAR Em queda O dólar abriu operando em queda em relação a ontem. Logo no início dos negócios, o Banco Central fez mais um leilão. BRASIL Campanha de vacinação O Ministério da Saúde informou que decidiu inverter a ordem de público-alvo da campanha nacional de vacinação contra a influenza. As prioridades serão idosos e trabalhadores de saúde que têm contato direto com o atendimento à população. O objetivo é dar maior proteção a esses grupos, ainda que a vacina não seja eficaz contra o novo coronavírus, além de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e, com isso, acelerar o diagnóstico para a Covid-19. A primeira fase da campanha começa no dia 23 em todo o Brasil. CHINA Xi em Wuhan O presidente chinês, Xi Jinping, esteve hoje inspecionando instalações hospitalares na cidade de Wuhan, epicentro do surto de Covid-19. Encontrou-se com os médicos que atuam na linha de frente da assistência, enalteceu os esforços da China no combate ao novo vírus e conversou (via videoconferência) com pacientes em tratamento. SANEAMENTO Ranking 2020 O Instituto Trata Brasil, em parceria com a GO Associados, lança mais um ranking do saneamento básico que analisa o desempenho das 100 maiores cidades do país. Em resumo, o estudo conclui que os "avanços são insuficientes para o Brasil cumprir compromissos nacionais e internacionais em água tratada, coleta e tratamento dos esgotos". Uma versão resumida está aqui. E a íntegra do levantamento pode ser acessada aqui. NA TV 1 Maia fala Em entrevista à Globonews, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, analisou ontem a conjuntura, tratou das reformas e avaliou o que virá pela frente, diante da crise mundial impulsionada pelo avanço do coronavírus e pelo choque do petróleo (veja ou reveja). NA TV 2 Gilmar fala À TV Justiça, o ministro do STF Gilmar Mendes colocou em perspectiva, ontem, temas de grande repercussão para o Judiciário, além de opinar sobre questões sensíveis que marcaram a política e as relações com o Legislativo recentemente (veja ou reveja). AGENDA CONGRESSO - Câmara e Senado realizam sessão conjunta hoje para votar dez vetos presidenciais, liberando a pauta para a análise de três projetos de lei (PLNs) que tratam de emendas impositivas e guardam relação com o Orçamento. SETOR ELÉTRICO - A Comissão de Infraestrutura do Senado se reúne hoje para concluir a votação do novo marco regulatório do setor elétrico (PLS 232/2016). PACTO FEDERATIVO - O Ipea discute com especialistas e políticos três PECs (188/19, 186/19 e 438/18) (veja a programação). ENSINO BÁSICO - O Encontro Anual Educação Já 2020, promovido pela ONG Todos pela Educação, tem hoje o segundo dia de atividades (acompanhe on-line). GUEDES - Entre outros compromissos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reuniões hoje com o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, e com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. BOLSONARO - Nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro participa da sessão de abertura da 'Conferência Internacional Brasil-Estados Unidos: um novo prisma nas relações de parceria e investimentos' e visita a fábrica da Embraer. ELEIÇÕES NOS EUA - Seis estados americanos realizam primárias do Partido Democrata hoje. EDUCAÇÃO Livros - A Ciranda de Livro é uma plataforma pedagógica virtual que transforma alunos em autores de uma maneira lúdica, envolvente e simplificada. SABER Cerveja - O Museu da Cerveja e da Oktoberfest em Munique, na Alemanha. História e degustação reunidos em um imóvel histórico da cidade. SUSTENTÁVEL Mineração - Um relatório do Painel Internacional de Recursos indica que o setor de mineração, se cuidadosamente gerenciado, tem potencial para promover o desenvolvimento sustentável, principalmente em países pobres (saiba mais).  TECH Cibercrime - Como a Interpol atua na prevenção, no combate e no uso de tecnologias diante do aumento de crimes praticados via computador. BEM-ESTAR Ayurveda - O sistema natural de medicina criado na Índia há milhares de anos que estimula mudanças no estilo de vida e terapias para equilibrar corpo, mente, espírito e meio ambiente (saiba mais).
segunda-feira, 9 de março de 2020

Cenário - 9.3.20

A China 'pós-vírus' Enquanto o Covid-19 se espalha pelo mundo, a China reforça a imagem de que o pior já passou. Na metrópole de Wuhan, onde o novo coronavírus explodiu, 11 dos 14 hospitais temporários construídos para cuidar dos doentes foram fechados no fim de semana. A Comissão Nacional de Saúde informou que planeja desativar as demais unidades nos próximos dias. Medidas estão em curso para reativar a criação de empregos nas cidades e no campo. O foco prioritário são as indústrias que mais amargaram prejuízos causados pela epidemia. O pacote prevê ações de recrutamento, redistribuição de trabalhadores e planos de acesso para quem mora em regiões distantes ou acabou de ingressar no mercado. Tudo isso coincide com a queda no número diário de novos infectados e com o fato de que muita gente foi tratada e se recuperou. A preocupação agora é com a importação de infectados vindos do exterior. Coréia do Sul, Irã e Itália estão entre os países mais atingidos fora da China. São eles os principais pontos de atenção. Os chineses estão em contato com esses e outros governos estrangeiros para compartilhar informações de prevenção e cuidado. Querem ajudar, mas também se proteger de novos e velhos riscos. NO BRASIL 25 casos O Ministério da Saúde confirmou novos casos de coronavírus no país. São 25 ao todo. Há 664 suspeitas. NO MUNDO Atualizando... Há quase 110 mil doentes por Covid-19 em 100 países e 3,8 mil mortes (acompanhe em tempo real). NA ARGENTINA Confirmações As autoridades de saúde na Argentina estão especialmente atentas à circulação do Covid-19 depois que o país registrou a primeira morte. Três novas infecções foram confirmadas ontem - dois homens e uma mulher; ambos retornaram de viagens ao exterior. Com esses, a Argentina soma 12 casos confirmados. Assim como no Brasil, o Ministério da Saúde do país vizinho divulga, diariamente, boletins atualizados (veja aqui). INVESTIMENTO Mais pessimismo A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) fez as contas e estima que o avanço do novo coronavírus pode reduzir de 5% a 15% o fluxo global de investimento direto estrangeiro (IED). A íntegra do relatório extraordinário está aqui. PETRÓLEO E MERCADO Outro dia incomum O petróleo sofreu ontem à noite um colapso histórico porque a Arábia Saudita deu início a uma 'guerra de preços' contra a Rússia. A divisão entre os grandes produtores e exportadores fez os preços caírem até 34% na abertura dos negócios - a pior baixa desde a desvalorização observada durante a Guerra do Golfo, em 1991 (entenda tudo aqui). As bolsas na Europa e na Ásia abriram esta segunda-feira no chão. NA INTERNET Como lavar as mãos Um dos tutoriais mais vistos no Youtube sobre qual é a forma correta de lavar as mãos - só perde para os vídeos voltados a crianças - foi produzido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e está publicado na plataforma desde outubro de 2015. São quase 900 mil visualizações (assista). REFORMAS Administrativa + tributária No Congresso, as duas reformas prometidas pelo governo este ano devem ganhar tração - ao menos retórica. O Congresso está preparado para receber os dois textos enviados pelo Planalto no mesmo dia: quarta-feira, 11. PARTIDOS Prestação de contas O TSE abriu para consulta as contas anuais dos partidos políticos. Está tudo on-line. E atualizando. Os dados inseridos pelas legendas no Sistema de Prestação de Contas Anual (SPCA) ficam disponíveis pelo DivulgaSPCA. NA TV Damares fala Ao Poder em Foco, parceria editorial entre SBT e o jornal digital Poder360, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, diz que a violência contra a mulher no Brasil só será vencida com uma grande transformação cultural (veja ou reveja). TÓQUIO 2020 Jornada da tocha Já estão disponíveis detalhes de como será do revezamento da Tocha Olímpica. O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio (Tóquio 2020) informou as etapas serão cumpridas em 121 dias. A viagem da chama olímpica por 47 localidades do Japão terá início no dia 26 na província de Fukushima (saiba mais). AGENDA ENSINO BÁSICO - Começa hoje e vai até quarta-feira, em Brasília, o Encontro Anual Educação Já 2020, promovido pela ONG Todos pela Educação. Representantes do setor público e da sociedade civil, especialistas, alunos e educadores debatem (acompanhe on-line). RODA VIVA - A presidente da CCJ do Senado, Simone Tebet, é a entrevistada de hoje do programa da TV Cultura, às 22h. BOLSONARO - Nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro participa da sessão de abertura do Seminário Empresarial Brasil-Estados Unidos, na Flórida. CAMPOS NETO - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa da reunião bimestral de presidentes de Bancos Centrais, promovida pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS), via teleconferência. EDUCAÇÃO Meninas na escola - Dados do Inep indicam que elas têm mais sucesso na trajetória escolar (saiba mais). SABER Arte - Colchas de Pauline Parker em exposição no Museu de Arte de Milwaukee (veja aqui). SUSTENTÁVEL Pneu do futuro - O produto conceito da Goodyear, chamado de reCharge, feito de materiais biodegradáveis e ultra durável. TECH Economia/IA - Um painel do FMI discute o impacto da inteligência artificial na atividade econômica (assista). BEM-ESTAR Difusores - Alguns dos aparelhos mais populares do mundo, além de tutoriais e, claro, preços (saiba mais).
sexta-feira, 6 de março de 2020

Cenário - 6.3.20

Informação é a 'vacina' O salto recente de casos de coronavírus pelo mundo deu impulso a uma rede fantástica de informações confiáveis da qual fazem parte alguns dos principais centros acadêmicos e de pesquisa em atividade. Combinando tecnologia e ciência, os dados disponíveis miram prevenção, tratamento e fazem frente a fake news que promovem o pânico. O programa de rastreamento montado pela universidade Johns Hopkins é uma das estrelas: reúne atualizações úteis e oficiais em um dashboard (painel) bastante amigável (veja aqui em tempo real). A conceituada revista científica The Lancet também formou seu próprio hub de novidades e achados sobre o Covid-19. Artigos, debates e os principais números sobre o surto estão organizados de maneira muito objetiva. Harvard, a Sociedade de Doenças Infecciosas da América (IDSA) e a Universidade de Oxford completam a lista. Essas plataformas e outras tantas que atuam em nível micro 'embalam' dados de acordo com os públicos que pretendem atingir. Apesar disso, no geral, muito do que é compartilhado serve a todos que, neste momento, procuram um escudo contra mentiras e exageros. MAIS SOBRE O VÍRUS Crianças em foco Entender e qualificar como o novo coronavírus se comporta e como ganha escala nas populações são algumas das muitas linhas de pesquisa abertas no mundo. Um estudo que acaba de ser divulgado revela que as crianças têm a mesma probabilidade de se infectarem do que os adultos (leia a íntegra). NO BRASIL A questão das máscaras Foram assinados contratos de aquisição de máscaras para proteção dos profissionais de saúde que atuam na rede pública de saúde no valor de R$ 72,9 milhões. Segundo o Ministério da Saúde, são 500 mil máscaras do modelo N95, das 4 milhões que serão adquiridas, e quase 19 milhões de máscaras cirúrgicas, de um total de 20 milhões. REFORMA ADMINISTRATIVA Data As lideranças partidárias que vão apoiar o Planalto na tramitação da reforma administrativa aguardam para quarta-feira (11) a chegada do texto ao Congresso. VISÃO O que pensa o Millenium Um dos especialistas do Instituto Millenium sintetiza por que o país precisa reformar a máquina do Estado (assista). RESISTÊNCIA Greve Descontentes com os rumos do debate sobre a reforma administrativa, entidades sindicais que representam categorias do funcionalismo público federal programam para o dia 18 uma paralisação nacional. AVIÕES DA FAB Mais um decreto O Diário Oficial da União de hoje redefine as normas sobre o transporte aéreo de autoridades em aeronaves da Força Aérea Brasileira (leia aqui). AGENDA BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro tem audiências hoje ao longo do dia com os ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Abraham Weintraub (Educação), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e ainda participa da cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher GUEDES - Entre outros compromissos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reúne-se, no Rio de Janeiro, com o secretário-executivo do Conselho Empresarial Brasil-China, Roberto Fendt TARCÍSIO - O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participa, em São Paulo, do seminário Diálogo MBC TITE - Pela manhã, o técnico da seleção brasileira de futebol anuncia os nomes de 23 jogadores convocados para as Eliminatórias: jogos serão contra Bolívia, em Recife, no dia 27 de março, e Peru, em Lima, no dia 31 EDUCAÇÃO Vitrine - O canal no Youtube do Todos Pela Educação, uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, plural, suprapartidária e independente SABER Palavras - Dicionários históricos disponíveis on-line na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin SUSTENTÁVEL Florestas - Uma pesquisa com foco nas árvores tropicais revela a diminuição de absorção de dióxido de carbono desde a década de 1990 TECH PIX - A solução de pagamentos instantâneos criada pelo Banco Central que promete revolucionar o fluxo do dinheiro (saiba mais) BEM-ESTAR App vegano - Receitas, dicas e informações úteis reunidas em um dos aplicativos mais populares do mundo (baixe aqui)
quinta-feira, 5 de março de 2020

Cenário - 5.3.20

Dólar sem freio A cotação do dólar abriu o dia hoje nas alturas, ultrapassando pela primeira vez os R$ 4,60. Com essa, já são 12 sessões consecutivas de alta. A moeda americana vem se especializando em desafiar a análise econômica tradicional, em especial aquela que se apoia em modelos adotados durante os períodos de recessão no Brasil. Por causa da desaceleração global, o dinheiro que circula por aí procura terras firmes. O comércio está mais fechado. E o avanço do novo coronavírus está ajudando a piorar tudo e de forma bastante rápida. A recente decisão do Fed (Banco Central americano) de cortar os juros deu ainda mais impulso à roda-gigante do capitalismo. Uma parte da escalada de hoje tem a ver com isso, mas também com os próximos passos que serão dados por outras autoridades monetárias na Europa. No acumulado do ano, o dólar acumula valorização de quase 15%. O Banco Central brasileiro vem atuando com intervenções pontuais e realiza pregões para tentar conter exageros. Parte do mercado questiona a dose e isso é, com certeza, uma novidade em relação a períodos recentes. REFORMA TRIBUTÁRIA Cronograma A comissão mista do Congresso Nacional que vai unificar as propostas de reforma tributária foi instalada ontem e, de acordo com o relator, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), a previsão para votar o texto final é 5 de maio. Depois disso, o relatório seguirá para análise na Câmara e no Senado. A primeira audiência pública foi marcada pelos parlamentares para a próxima terça-feira, 10. No dia seguinte, a comissão deverá ouvir o ministro da Economia, Paulo Guedes. UNIÃO X ESTADOS Ligando os pontos A Instituição Fiscal Independente (IFI), vinculada ao Senado, afirma em um estudo recém-divulgado que riscos fiscais pressionam as contas públicas e adverte para o perigo embutido nas relações entre a União e os Estados. O texto fala em "urgência da adoção de medidas saneadoras nos estados, em particular a reforma da Previdência dos respectivos servidores". Alerta ainda que "um número crescente de estados transferiu parte do seu custo para a União". No texto, as renegociações da dívida dos estados, a suspenção dos pagamentos e a seleção de garantias são mencionados. E a IFI ainda lembra que o governo federal concedeu um plano de ajuda para os que atravessam "grave situação" fiscal. Uma das muitas indicações registradas pelo estudo é que "o pior cenário é que os estados ingressem em uma trajetória insustentável de endividamento junto à União" (leia a íntegra). NOVO VÍRUS Atualizando... Hoje, o Ministério da Saúde discute com entidades médicas quatro frentes prioritárias para o enfrentamento do coronavírus: detecção, emergência, resposta e comunicação. O objetivo é preparar a rede de saúde do país, de forma geral, "com as melhores evidências científicas possíveis". O Brasil tem três casos confirmados e 531 suspeitos. MEDIDAS DE PROTEÇÃO OMS apela à indústria A Organização Mundial da Saúde está preocupada com os baixos estoques globais de equipamentos individuais (como máscaras) que protegem contra o novo coronavírus. A entidade apela para que indústrias aumentem a produção em 40% para atender à crescente demanda, justificando que a escassez deixa médicos, enfermeiros e profissionais de saúde que atuam na linha de frente do surto expostos demais. FMI Vídeo e dinheiro O Fundo Monetário Internacional anunciou que, diante do avanço do coronavírus, adotará um plano adaptado para suas reuniões de primavera. Os debates não serão presenciais. Também em linha com o que já havia sinalizado, o FMI avisou oficialmente que cerca de US$ 50 bilhões serão disponibilizados para empréstimos por meio de linhas emergência de desembolso rápido para países de baixa renda e mercados emergentes. Desse montante, US$ 10 bilhões têm juro zero. CENSO 2020 IBGE contrata Estão no Diário Oficial da União de hoje editais de contratação lançados pelo IBGE para abertura de processo seletivo para o preenchimento de cerca de 208 mil vagas temporárias. Essa força de trabalho vai apoiar a realização do Censo Demográfico 2020, previsto para começar em 1º de agosto. JUIZ DAS GARANTIAS Todos à mesa O ministro do STF Luiz Fux divulgou a relação de participantes e qual será o rito da audiência pública convocada para debater a implementação do juiz das garantias (lembre aqui) e outros pontos do pacote anticrime (lei 13.964/2019). Os debates vão ocorrer em dois dias: 16 e 30 deste mês. Entre os participantes estão representantes de instituições públicas e privadas, advogados, acadêmicos e profissionais liberais (veja a relação). AGENDA BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro tem viagem hoje para São Paulo, onde reúne-se com empresários na Fiesp. VEÍCULOS - A Anfavea detalha hoje a produção de veículos de fevereiro. RECEITA FEDERAL - Será divulgado hoje o balanço aduaneiro de 2019. EDUCAÇÃO Mestrado e doutorado - Capes anuncia modelo inédito de concessão de bolsas (entenda). SABER 007 adiado - A estreia mundial de "Sem tempo para morrer", novo filme da saga 007, foi adiada para 12 de novembro (saiba mais). SUSTENTÁVEL Hora do planeta - Tudo sobre o evento global que acontece neste mês de março (saiba mais). TECH Bike - Por dentro da companhia que fabrica algumas das mais avançadas bicicletas elétricas, inclusive a novíssima que leva a marca Jeep (veja aqui). BEM-ESTAR Vigorexia - Uma doença psicológica caracterizada pela insatisfação constante com o corpo (saiba mais).
quarta-feira, 4 de março de 2020

Cenário - 4.3.20

PIB bate 1,1% em 2019 As previsões ajustadas acertaram. O crescimento da economia no ano passado, segundo divulgou hoje cedo o IBGE, foi de 1,1% frente a 2018. O número - um dos mais aguardados do trimestre - sacramenta uma série de percepções de mercado e confirma aquilo que a maioria das pessoas já sentia no dia a dia - em especial nos últimos meses de 2019. Essa é a terceira alta seguida. Em 2017 e 2018, os saltos foram de 1,3%. Apesar da sequência positiva, a expansão não compensa as perdas amargadas pelo país durante a pior recessão (2015/2016) (leia a íntegra da pesquisa do IBGE). Clique aqui Os ganhos mais relevantes vieram da Agropecuária (1,3%), Indústria (0,5%) e Serviços (1,3%). Em valores nominais, o PIB movimentou R$ 7,3 trilhões. Já a conta per capita ficou em R$ 34.533. Houve avanço no item Consumo das Famílias (1,8%) e no FBCF (2,2%) - medida de investimento. O Consumo do Governo teve variação negativa (-0,4%). MAIS PIB O que pesou contra A cena externa está no topo das justificativas mais citadas pelos analistas para justificar o fato de que o PIB não avançou tanto quanto muitos gostariam. Pela ordem: a guerra tarifária China-EUA, a crise na Argentina, as ondas políticas que tumultuaram as relações governo e Congresso e o Brexit. AVISO Edição extra mais tarde Um Cenário especial com repercussões e um apanhado geral do dia será disparado ainda hoje. NOVO VÍRUS Vida na China A província de Hubei e outras localidades chinesas abaladas pelo Covid-19 tentam, aos poucos, voltar à normalidade. Ao menos essa é a essência da comunicação proativa encampada nos últimos dias pelas autoridades de saúde do país. Ainda há bloqueios e medo da doença, mas a desaceleração de novos casos encoraja pelo menos dois anúncios otimistas. Um deles projeta para breve o fechamento dos hospitais temporários construídos especialmente para conter o surto. Outro mira a economia e informa que fábricas e comércio instalados em cidades que quase pararam estão, gradualmente, voltando a operar. EUA Fed puxa a fila Citando os riscos associados ao avanço do coronavírus, o Federal Reserve (banco central americano) surpreendeu. Em uma reunião extraordinária, ontem, reduziu os juros nos Estados Unidos para a faixa de 1% a 1,25% ao ano (leia aqui). Um corte de juros fora do calendário regular não acontecia desde 2008. Hoje à tarde, o Fed divulgará o 'Livro Bege', relatório que consolida uma série de informações sobre as condições econômicas (acompanhe por aqui). BRASIL BC fala Também ontem, o Banco Central brasileiro soltou nota dizendo que "monitora atentamente os impactos do surto de coronavírus nas condições financeiras e na economia brasileira" (leia aqui). AGENDA ANVISA - A Comissão Externa instalada pela Câmara dos Deputados para acompanhar o surto de coronavírus realiza audiência pública hoje à tarde com o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres REFORMA TRIBUTÁRIA - A Comissão Mista do Congresso Nacional criada para discutir a reforma tributária tem hoje sua primeira reunião CPMI DAS FAKE NEWS - São esperados para hoje os depoimentos de sócios da empresa AM4 Brasil Inteligência Digital VETOS - O Congresso Nacional marcou para hoje à tarde a continuidade da sessão conjunta que analisará vetos presidenciais REGINA DUARTE - A ex-atriz toma posse como secretária especial da Cultura do Ministério do Turismo BOLSONARO - O presidente Jair Bolsonaro lança hoje à tarde a Agenda + Brasil GUEDES - Entre outros compromissos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reúne-se hoje com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e com o ministro da Fazenda do Paraguai, Benigno Mária Lopez CAMPOS NETO - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa de teleconferência com representantes do FMI, entre outros compromissos EDUCAÇÃO Matemática - Tudo sobre a 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) SABER Museu nacional - No ano do bicentenário da Independência, espaço será reaberto, parcialmente, em 2022 (saiba mais) SUSTENTÁVEL Tubarões - O comércio de barbatanas de tubarões e o papel de portos americanos nesse processo (saiba mais) TECH Robôs - Entregas automatizadas e serviços mais eficientes, rápidos e inteligentes para restaurantes, hotéis, hospitais, escritórios, bancos e aeroportos (saiba mais) BEM-ESTAR Go.Data - Plataforma recém-lançada no México facilita coleta, investigação e visualização de dados de casos e contatos durante um surto (saiba mais)
terça-feira, 3 de março de 2020

Cenário - 3.3.20

Cidades que derretem Na internet e na TV, as cenas de ruas destruídas, lixo espalhado e mortes causadas pelas enchentes marcam os primeiros meses do ano. As chuvas acima da média em estados do Sudeste desmancharam bairros inteiros em cidades importantes, revelando velhos e novos problemas do adensamento e da ocupação dos espaços. O debate sobre a capacidade que zonas urbanas têm (ou não) de resistir à temporada das águas está em alta. E isso tem estimulado algumas reflexões. Pesquisadores do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), centro ligado à UFRJ, trouxeram recentemente dados relevantes que, se observados no detalhe, avançam para muito além de diagnósticos. O relatório 'Mudanças Climáticas e Cidades' indica, entre outras coisas, que os municípios estão "altamente vulneráveis" às mudanças climáticas. Alerta ainda que os impactos causados pelas alterações no clima "são sentidos nos centros urbanos e vêm aumentando nos últimos anos". O sumário executivo está aqui. A versão completa do documento pode ser lida aqui. PEQUENO MANUAL Foco nos gestores A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reúne materiais que trazem orientações e propostas de ações voltadas a minimizar os efeitos negativos de desastres naturais. Os alvos são os gestores, especialmente os menos habituados a lidar com tragédias (veja aqui). NOVO VÍRUS 1 Situação no Brasil O país tem 433 casos suspeitos de Covid-19, conforme atualização oficial mais recente divulgada ontem. Como mais uma ação de largo efeito, o Ministério da Saúde informou que ampliará a capacidade laboratorial para diagnóstico do novo coronavírus em todo o Brasil. Serão distribuídos 30 mil kits para teste diagnóstico. O Brasil tem dois casos confirmados. Ambos são 'importados'. Não há evidências de circulação sustentada do vírus no país. Além da China, o Brasil monitora a situação em 15 países. NOVO VÍRUS 2 FMI quer ajudar O Fundo Monetário Internacional diz que está pronto para "prestar assistência" aos países que enfrentam "necessidades imediatas de financiamento" em razão do avanço do novo coronavírus. A conclusão é que, "inevitavelmente", o surto "pode ter um impacto econômico adverso" (saiba mais). DIÁRIO OFICIAL A volta dos sorteios Está publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União a Medida Provisória que altera a lei nº 5.768, permitindo que redes de TV aberta distribuam prêmios, mediante sorteio, vale-brinde ou concurso, a título de propaganda (leia a íntegra). NA TV FHC fala O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso analisou ontem à noite, em entrevista à Globonews, a cena política (assista). ABORTO Colombianos e argentinos discutem Dois dos mais importantes vizinhos do Brasil debatem a questão do aborto sob a perspectiva da saúde da mulher e de seus direitos. As pressões por mudanças na legislação mobilizam parte da sociedade, refletem na classe política e impactam o Judiciário. Na Colômbia, as regras atuais não mudam. Ao menos é o que interpretam os críticos e os defensores da causa, depois que o Tribunal Constitucional declarou que não se pronunciaria (assista). Já na Argentina, o presidente Alberto Fernández afirmou que enviará em breve ao Congresso um projeto de descriminalização e legalização (assista). AGENDA VETOS - O Congresso Nacional tem sessão conjunta hoje à tarde para analisar vetos presidenciais 'SUPERTERÇA' - Hoje, 14 estados americanos realizam primárias para definir o candidato democrata que disputará a eleição contra Donald Trump BOLSONARO - Entre outros compromissos, o presidente Jair Bolsonaro recebe hoje em audiências separadas os ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e coordena a reunião do Conselho de Governo EDUCAÇÃO Livro didático - Título gratuitos, de várias áreas do conhecimento e com licença aberta para consulta (veja aqui) SABER Design - Um espaço dedicado à criatividade, ao processo multidisciplinar e à colaboração (saiba mais) SUSTENTÁVEL Agro 2030 - O olhar da Embrapa - traduzido em formato multimídia - sobre o futuro do campo (saiba mais) TECH Cancelamentos - Uma lista de eventos ligados ao mundo da tecnologia e da inovação que não serão mais realizados por causa do novo coronavírus BEM - ESTAR Rostos x Sentimentos - Pesquisadores discutem se as expressões faciais revelam, de fato, o que as pessoas estão sentindo