quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

MIGALHAS DE PESO

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. De Peso >
  3. Em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus muitos pensam em realizar seu planejamento sucessório

Em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus muitos pensam em realizar seu planejamento sucessório

Não importa o tamanho do patrimônio. O que importa, isso sim, são as ferramentas jurídicas que poderão ser utilizadas para a implementação do planejamento sucessório, seja o patrimônio grande ou pequeno.

quarta-feira, 29 de julho de 2020

t

É comum que o atual cenário acarretado pela pandemia do coronavírus desperte reflexões sobre a morte e, neste contexto, sobre os possíveis mecanismos jurídicos para assegurar em vida a transferência dos bens aos herdeiros de forma organizada, com menos custos e conforme o desejado. Esse é o chamado "planejamento sucessório".

Muitos clientes têm nos procurado para entender como funciona o planejamento sucessório e alguns nos questionam se somente pode ser realizado para quem tem um grande patrimônio ou se também é viável para quem tem um patrimônio menor.

A resposta é simples! Não importa o tamanho do patrimônio. O que importa, isso sim, são as ferramentas jurídicas que poderão ser utilizadas para a implementação do planejamento sucessório, seja o patrimônio grande ou pequeno.

Para melhor entendimento, seguem, abaixo, algumas das ferramentas utilizadas para a implementação do planejamento sucessório que, em conjunto ou separadamente, organizam a transferência dos bens aos herdeiros independentemente do tamanho do patrimônio.

  • Doação pura e simples: A doação de bens (imóveis ou móveis) diretamente aos herdeiros antecipa a divisão em vida de forma organizada, prevenindo confrontos futuros.
  • Doação com reserva de usufruto: Na doação com reserva de usufruto o doador reserva para si o uso e gozo dos bens, seja para o recebimento dos respectivos rendimentos e/ou a sua administração, até o seu falecimento ou data que estipular.
  • Realização de testamento: O testamento permite que o testador estabeleça, em vida, como ficará a distribuição dos seus bens entre os herdeiros após a sua morte.
  • Constituição de holding patrimonial familiar: Os bens familiares são integrados a uma sociedade cujas quotas/ações são então doadas aos herdeiros. A doação das quotas/ações pode ser feita com reserva de usufruto e imposição de gravames.
  • Constituição de gravames tanto na doação como no testamento, quais sejam

Incomunicabilidade: Impede que o patrimônio recebido por herança ou doação seja compartilhado com o cônjuge do herdeiro ou donatário.

Inalienabilidade: Impede que o herdeiro ou donatário aliene o patrimônio recebido.

Impenhorabilidade: Impede que o herdeiro ou donatário faça recair sobre o patrimônio recebido quaisquer ônus, dívidas, direitos reais ou gravames, em especial, mas não limitados a penhor, fideicomisso, alienação fiduciária e penhora;

Reversibilidade: Permite que o patrimônio doado retorne ao patrimônio do doador, caso o donatário venha a falecer antes do doador.

A partir do patrimônio, grande ou pequeno, e do emprego conjunto ou isolado das ferramentas acima, será possível realizar o planejamento sucessório que melhor atenderá a vontade do doador, quanto à divisão dos seus bens entre os herdeiros.

Neste artigo foi feita referência sempre aos herdeiros, mas isto não significa que somente em relação a eles é possível organizar um planejamento sucessório. Ao revés, podem ser incluídos outros familiares ou mesmo amigos, conforme a vontade do doador.

Nesse sentido, mostra-se essencial a realização de uma análise detalhada e sólida de cada caso para que o planejamento sucessório seja implementado de forma personalizada à cada família.

_________

t*Aryane Braga Costruba é gerente da Divisão de Consultoria do escritório Braga & Garbelotti - Consultores e Advogados.

Atualizado em: 29/7/2020 08:34

Aryane Braga Costruba

Aryane Braga Costruba

Gerente da Divisão de Consultoria do escritório Braga & Garbelotti - Consultores e Advogados.