quinta-feira, 30 de junho de 2022

MIGALHAS DE PESO

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. De Peso >
  3. 2022 - Tendências e preocupações na prestação de serviços jurídicos

2022 - Tendências e preocupações na prestação de serviços jurídicos

O "negócio jurídico" está se tornando mais complexo, com mais exigências por parte de clientes e do mercado e que exigirá continua adaptação e ajustes na forma de sua governança.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

(Imagem: Arte Migalhas)

Não sou nenhum profeta ou guru que tem a capacidade de adivinhar o futuro e se a tivesse não estaria compartilhando com todos vocês!

O que vou tentar fazer nessa pequena discussão é compartilhar com todos algumas reflexões sobre os desafios e tendencias no mercado da prestação de serviços jurídicos e compilar aquelas que considero interessantes. Algumas delas, no meu ponto de vista (e provavelmente de vocês também) me parecem bastante obvias, mas não custa relembrar assim mesmo.

Efeito Covid

Com a nova variante ainda bem forte em andamento (embora pareça ser mais contagiosa e menos letal, esperamos), todos aquelas alterações que a primeira onda causou devem continuar. Trabalho remoto ou híbrido cada vez mais se distanciando do conceito tempo (espaço) de trabalho separado do tempo (espaço) de descanso, causando um aumento do stress; uso intensivo de ferramentas de comunicação virtual e colaboração; readequação na utilização e consequentemente na necessidade de espaços físicos, etc. Em outras palavras a total revisão e adequação na forma de organização, gestão de trabalho, equipe e do negócio.

Efeito Cliente

Independentemente da pandemia, os clientes estão cada vez mais exigentes e associado ao aumento expressivo na quantidade de escritórios (bons) disponíveis, o mercado jurídico está cada vez mais se aproximando do comportamento dos mercados consumidores em geral, ou seja, mais próximo do conceito básico da economia, ou seja, a "lei da oferta e procura". Os clientes começam a limitar a contratação de serviços advocatícios em função de suas próprias limitações orçamentarias e sendo muito mais criteriosos na escolha, tornando-se mais consumidores e menos clientes.

Efeito Tecnologia 1 - Inteligência Artificial

Atualmente já nos acostumamos com a existência dessa nova tecnologia em praticamente todos os "gadgets" que utilizamos e não seria diferente no Direito. Cada vez mais os sistemas inteligentes estão e vão possibilitar o aumento da produtividade dos prestadores de serviços legais aumentando sua eficiência, mas há um efeito colateral perverso. A mesma tecnologia que auxilia os escritórios também está disponível para os clientes (que muitas vezes tem muito mais capacidade de investimento) e isto pode trazer uma diminuição na procura por determinados serviços (análise de contratos, por exemplo).

Efeito Tecnologia 2 - Robotização

Por favor não confundir este com o anterior.  AI utiliza um número enorme de algoritmos matemáticos e estatísticos para, em última instância, prever ou predizer algo com bastante precisão sem a interferência humana. A robotização nada mais é do que a automação de tarefas repetitivas melhorando a velocidade dos trabalhos não intelectual*is. Ambos estão em franco crescimento e sua adoção deixou de ser uma opção e sim uma obrigação para se manter competitivo.

Efeito Cybersecurity

Há algum tempo, na época "romântica e inocente" dos simples vírus que davam apenas uma certa dor de cabeça para eliminá-los, os escritórios se consideravam relativamente seguros em relação à ataques ou invasões, pois se consideravam como entidades que não apresentavam interesse aos invasores. O mundo atual é totalmente diferente e as invasões não mais são feitas por programadores que só se divertiam com o efeito de seus vírus, mas feitas por entidades que tem a intenção de extorquir dinheiro e isso torna as coisas muito mais profissionais, perigosas e infelizmente cresce cada vez mais A adoção de sistemas mais complexos e programas intensivos de treinamento interno para se prevenir desses ataques ("ransonwares") é fundamental para garantir a integridade e saúde do negócio.

Efeito Compliance e LGPD

Escritórios, pela própria natureza do trabalho e pela relação de privacidade e sigilo com seus clientes, foram colocados numa situação de certa acomodação em relação a estes temas. A quantidade de informações pessoais, sensíveis e privilegiadas que existem dentro das bases de dados e documentos nos escritórios é imensa e a adoção de sistemas de proteção dessas informações associados a criação de critérios e manuais de compliance e treinamento da equipe tornam-se cada vez mais importantes.

Efeito Novas Gerações

Segundo relatório das Nações Unidas publicado em 2020, tínhamos a seguinte distribuição mundial:

Silent generation (80-89 anos): 1,9%

Baby Boomers (60-79 anos): 11,8%

Gen X (40-49 anos): 23,1%

Gen Y (20-39 anos):  29,9%

Gen Z (<20 anos): 33,1%

Em outras palavras, quase 2/3 da população mundial é composta pela Y e Z juntas, mas a maioria dos gestores ou líderes de escritórios de advocacia ainda é composta pelas gerações X e Baby Boomers. Estes últimos terão que se adaptar cada vez mais aos valores dessas novas gerações e alterar drasticamente seus modelos de atração, motivação e retenção de talentos. Planos de carreira antigos e baseados unicamente em motivação financeira já não funcionarão tão bem quanto antes.

Efeito Concorrência / ALSP's

Uso sempre a mesma piada ou brincadeira: "se chacoalharmos uma arvore, caem dois passarinhos e um advogado". Brincadeiras à parte é sabido que a quantidade de escritórios de advocacia existentes no momento é muitíssimo maior que há 20/30 anos atrás e some-se a este fato a existência dos chamados ASLP's ou prestadores alternativos de Serviços Legais que estão abocanhando uma significativa parte dos trabalhos que antes eram executados exclusivamente por escritório de advocacia. Como exemplo cito que no mercado americano eles já representam mais de 10% do mercado legal.

Efeito Multidisciplinar

Cada vez mais os serviços jurídicos estão migrando das especializações puramente legais, tais como: tributário, contencioso, trabalhista etc. Para especializações por nicho ou tipo de negócio, ou seja, agropecuário, tecnologia, comunicações etc. Esta mudança de tendência está obrigando os escritórios a ter que conhecer os detalhes técnicos dos negócios aos quais prestam serviços e exigindo a contratação de outros profissionais, além de advogados para suas equipes. A própria sofisticação da gestão (item seguinte) também exige a existência de outros profissionais com formações diversa da advocacia para auxiliar na gestão mais moderna. Administradores, matemáticos, cientistas de dados, são apenas alguns exemplos.

Efeito Data Centric Management / KPI

A prestação de serviços jurídicos com o contínuo crescimento e sofisticação associados a todas as tendencias anteriores tornaram-se "negócios jurídicos" (já faz algum tempo) e devem se comportar com qualquer outra empresa na sua governança. A frase antiga que dizia "não somo uma empresa, somo um escritório de advocacia", já não faz mais sentido. O principal fator de produção de todo escritório são pessoas e o controle correto desse "asset" é fundamental para garantir a eficiência. Outro ponto importantíssimo é a forma na qual as decisões (estratégicas ou operacionais) são tomadas. Todas as decisões devem ser baseadas em fatos e números claros e precisos, ou seja, não há mais espaço para opiniões ou achismos. A obtenção precisa das informações e a definição correta dos KPI's (em função da filosofia empresarial adotada) é vital para a gestão correta do negócio.

Pensamentos Finais:

Com já dito o "negócio jurídico" está se tornando mais complexo, com mais exigências por parte de clientes e do mercado e que exigirá continua adaptação e ajustes na forma de sua governança. Como disse Charles Darwin: "não é a espécie mais forte ou mais inteligente que sobrevive e sim aquela com maior capacidade de adaptação". 2022 é apenas o primeiro ano!

Atualizado em: 19/1/2022 14:21

José Paulo Graciotti

VIP José Paulo Graciotti

Consultor, sócio e fundador da GRACIOTTI Assessoria Empresarial.