sábado, 20 de agosto de 2022

MIGALHAS DE PESO

  1. Home >
  2. De Peso >
  3. Gestão jurídica e inovação - Parte 7: utilização do Scrum e Kanban (Scrumban) na controladoria jurídica

Gestão jurídica e inovação - Parte 7: utilização do Scrum e Kanban (Scrumban) na controladoria jurídica

A mudança do modelo de gestão, dito de comando e controle, mecanicista, passou a ser preterido frente às vantagens do modelo orgânico, podendo ser aplicado em todos os departamentos jurídicos, bem como, a qualquer setor do escritório de advocacia.

quinta-feira, 3 de março de 2022

Atualizado em 7 de março de 2022 18:02

 (Imagem: Arte Migalhas)

(Imagem: Arte Migalhas)

Diante da necessidade de acompanhar as mudanças e incertezas, o uso de métodos e estruturas ágeis, que seria uma realidade distante para o mundo jurídico e seus departamentos, passou a ser necessária e condizente com as exigências atuais do mercado.

A mudança do modelo de gestão, dito de comando e controle, mecanicista, passou a ser preterido frente às vantagens do modelo orgânico, podendo ser aplicado em todos os departamentos jurídicos, bem como, a qualquer setor do escritório de advocacia.1

Segundo J.J. Sutherland, o "Scrum é a forma que uma pessoa, uma equipe e uma organização se tornam capaz de responder a essa complexidade, de responder as metamorfoses que não podem ser previstas, de se mover com agilidade e entusiasmo, através de um espaço com problemas em constante transformação. O ritmo das mudanças pelos quais estamos passando exige uma maneira diferente de trabalhar".

"O Scrum é o tipo de resposta para isso. No entanto, para realmente poder obter o poder do Scrum, o tipo de aumento drástico de produtividade e entrega de valor que ele proporciona, é preciso haver uma mudança fundamental na gestão e nas operações."2

"O Scrum é a arma secreta por trás de algumas das empresas mais bem-sucedidas da atualidade. Google, Facebook, Amazon e Apple, usam esse método de gerenciamento de projetos para impulsionar as inovações incrivelmente rápidas mantendo o foco nos clientes e no aprimoramento contínuo."3

O Kanban, por sua vez, é um método de gestão à vista, com ele, consegue-se identificar e listar, em ordem de prioridade, as atividades que serão feitas, por exemplo, na sprint do scrum. O Kanban permite ao gestor e a toda a equipe o acompanhamento e a colaboração para a conclusão da atividade. Essa transparência é conseguida por meio de cartões de atividades que, com previsibilidade, evita procrastinações e permite soluções, bem como, a visibilidade do andamento de todas as atividades listadas, sendo estas, urgentes ou não.4

Dessa forma, esse modelo ágil, a agilidade, associada à controladoria jurídica, setor responsável por várias nuances em gestão, fará com que haja uma nova forma de pensar e trabalhar a gestão jurídica dentro dos escritórios e departamentos jurídicos. Somando os benefícios de ambas (Controladoria Jurídica e agilidade) teremos pessoas mais eficientes, felizes e produtivas, além de termos foco no cliente, transparência, melhor comunicação, adaptabilidade, flexibilidade, colaboração, planejamento, organização e responsabilidades compartilhadas com a resolução de problemas complexos.

"Este é o poder do Scrum. Ele liberta as pessoas para trabalhar com mais rapidez, de forma mais produtiva e para realizar mais trabalho em menos tempo. Permite que as pessoas façam seu serviço com mais paixão e menos impedimentos. (...) tirar os obstáculos do caminho de seus funcionários é capaz de liberar um potencial incrível de potencial humano."5

Compreender e implantar a controladoria jurídica associada à cultura ágil é dar um passo evolutivo junto com as tendências internacionais e assim, digo, com conhecimento de causa, uma vez que tenho sido pioneira na associação de ambas, que a junção da agilidade na controladoria jurídica turbina os benefícios de ambas.

Diante de tudo isso, nos resta, colher os benefícios da junção de todas essas inovações (que tratamos neste e nos artigos anteriores), alcançando produtividade, lucratividade, excelência e qualidade, galgando um novo mundo jurídico com intersecções, lentes plurais e um universo de possibilidades.

Com esse artigo, chego ao último da série gestão e inovação. Foram semanas bem interessantes de networking e trocas de experiências e conhecimento. Espero que, também, tenham gostado e que possamos continuar trocando experiências sobre os temas.  Vamos juntos e até a próxima!

_____

Disponível aqui.

2 Sutherland , J.J. Scrum: guia prático. Tradução de Nina Lua. Rio de Janeiro. Sextante, 2020. P.13-14.

3 Sutherland , J.J. Scrum: guia prático. Tradução de Nina Lua. Rio de Janeiro. Sextante, 2020. Contra-capa.

4 O advogado e a nova forma de pensar a gestão por meio de metodologias ágeis. Disponível aqui.

5 Sutherland , J.J. Scrum: guia prático. Tradução de Nina Lua. Rio de Janeiro. Sextante, 2020. P.16.

Gleicy Michella de Souza Lima Tiso

Gleicy Michella de Souza Lima Tiso

Graduada em direito pela FIR/PE em 2011. Graduada em odontologia pela FOP/UPE em 2001 e pós-graduada pela ABO/PE em estética restauradora. Membro do grupo Mulheres Agilistas e do Business Agility Institute Brasil (BAI Brasil). MBA premium em gestão para escritórios e departamentos jurídicos pela Baiana Business School (em andamento). Sócia/ gestora da área de controladora jurídica/ Legal Operations do escritório Ivo Barboza & Advogados Associados. @gleicylimatiso

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca